14 curiosidades sobre o panda-vermelho

Apesar de ser chamado de panda, esse pequeno mamífero difere bastante do famoso urso em suas características físicas e seu comportamento. É um animal único, assim como todas as suas curiosidades.
14 curiosidades sobre o panda-vermelho

Última atualização: 20 Agosto, 2021

Existem muitas curiosidades sobre o panda-vermelho, também conhecido como panda-ruivo, raposa-de-fogo ou gato-de-fogo (Ailurus fulgens). É um mamífero que vive ao longo das montanhas do Himalaia entre 2200 e 4800 metros de altura no norte da Birmânia, Nepal, na região de Sikkim na Índia e nos distritos ocidentais de Sichuan e Yunnan na China.

Dentre as curiosidades sobre o panda-vermelho, é importante esclarecer que esse bicho de pelúcia vivo não chega nem perto do tamanho de um panda-gigante. Em vez disso, sua estatura é semelhante à dos gatos e lembra os guaxinins. Ele é chamado de “panda” porque seu DNA tem semelhanças com os desse animal. Conheça aqui outras 14 curiosidades sobre esse mamífero surpreendente.

1. Vermelhos e mágicos

Esses pequenos pandas se camuflam de seus predadores graças às suas cores vermelha e preta. O vermelho em suas costas é exatamente da mesma cor que as folhas das árvores em que descansam e o preto em sua barriga dificulta sua localização ao enxergá-los de baixo.

As marcas em seu rosto os ajudam a sobreviver, pois as manchas avermelhadas que se estendem dos olhos até o canto da boca podem ajudar a manter o sol longe de seus olhos. O branco de seu rosto é quase luminescente, então a mãe consegue guiar os filhotes perdidos no escuro.

2. Sua cor não muda entre machos e fêmeas

Os pandas vermelhos têm aproximadamente 56 a 62,5 centímetros de comprimento e caudas peludas relativamente longas, de 37 a 47,2 centímetros de comprimento, marcadas com cerca de 12 anéis vermelhos e bege alternados. O corpo é mais escuro nos espécimes orientais, mas não há dimorfismo sexual na cor e no tamanho entre machos e fêmeas.

3. Eles têm mais de um parceiro sexual

Os pandas vermelhos adultos raramente interagem uns com os outros fora da época de acasalamento. Tanto os machos quanto as fêmeas podem copular com mais de um parceiro durante a época de reprodução, então seu sistema de acasalamento é a poliginandria, segundo os especialistas da Animal Diversity Web.

 

Um panda-vermelho.

4. O filhote e a mãe compartilham um relacionamento íntimo até que…

Após o nascimento, as fêmeas limpam rapidamente seus filhotes e ficam com eles durante 60-90% do tempo nos primeiros dias. Enquanto isso, os machos têm um papel quase inexistente na criação e no cuidado dos bebês.

Depois de uma semana, as fêmeas começam a passar mais tempo fora do ninho e voltam a cada poucas horas para amamentar e cuidar dos filhotes e manter o ninho limpo. Os filhotes e as mães compartilham um relacionamento íntimo até que a prole se torne agressiva no início da próxima estação reprodutiva.

5. Lazer, uma de suas principais atividades

Os pandas-vermelhos se envolvem em várias atividades de lazer depois de acordar ou comer, como lamber todo o corpo e membros, lavar o rosto com uma pata e esticar ou esfregar as costas e o abdômen contra uma árvore ou pedra. A atividade desse mamífero muda ao longo do ano dependendo da temperatura, dos regimes alimentares e da presença de filhotes.

Esses mamíferos são mais ativos ao anoitecer, ao amanhecer e durante a noite.

6. Sua cauda é um cobertor e um travesseiro, além de proporcionar equilíbrio

Quando está muito frio, os pandas-vermelhos entram em estado de letargia. Eles enrolam suas caudas em torno de si mesmos e caem em um sono profundo, reduzindo suas demandas metabólicas e baixando sua temperatura central e sua frequência respiratória. A cauda também é usada para manter o equilíbrio nas árvores, enquanto no solo é mantida reta e horizontal.

7. As árvores são a sua casa

O panda-ruivo é arbóreo, ou seja, dorme em ninhos de árvores de folhas perenes. Esses mamíferos descem das árvores de cabeça e têm muita flexibilidade para se mover de galho em galho. Eles são inclusive um dos poucos animais no planeta que podem descer de uma árvore desse tipo de cabeça para baixo.

Para criar ninhos, as fêmeas começam a transportar materiais como gravetos, grama e folhas para um local adequado, vários dias antes do parto. Na natureza, um ninho pode ser uma árvore oca ou uma fenda em uma rocha.

8. Uma grande curiosidade sobre o panda-vermelho: suas latrinas são comunitárias

Esses mamíferos usam latrinas comunitárias para demarcar territórios e compartilhar informações uns com os outros. Assim, eles também evitam que parasitas fecais contaminem seus locais comuns de forrageamento.

9. São carnívoros quase vegetarianos

Embora classificados como carnívoros, os pandas-vermelhos comem principalmente folhas de bambu, sua principal fonte de alimento. Eles os pegam com uma das patas dianteiras e os levam à boca enquanto estão sentados, em pé ou deitados de costas. Também comem frutas vermelhas, flores, ovos de aves e pequenas folhas de outras plantas.

10. Também é conhecido como o panda-menor ou o primeiro panda

Em alguns locais, esse mamífero pode ser conhecido “panda-menor” para diferenciá-lo do panda-gigante. E também é conhecido como “o primeiro panda”, como foi descrito por cientistas ocidentais 50 anos atrás, segundo a Red Panda Network

11. Suas patas são uma adaptação incrível

Como os pandas-gigantes, os pandas-vermelhos têm uma espécie de polegar extra, um osso alargado para segurar caules de bambu e galhos de árvores. Também têm uma pelagem que cobre as solas dos pés, que funciona como um isolamento adicional do frio e os ajuda a agarrar galhos escorregadios cobertos de musgo.

Além disso, esses mamíferos têm glândulas odoríferas na planta dos pés para marcar seu território.

12. Duas subespécies são reconhecidas

Outra curiosidade sobre o panda-vermelho é que existem duas subespécies reconhecidas. A primeira é Ailurus fulgens fulgens e é encontrada no Nepal, nordeste da Índia, Butão e parte da China. A segunda, Ailurus fulgens styani, encontrada apenas na China (nas montanhas Hengduan em Sichuan e no rio East Nujiang na província de Yunnan) e no norte de Mianmar.

13. São um enigma taxonômico

Esses mamíferos têm sido uma grande questão taxonômica, visto que sua localização em uma família carnívora é altamente controversa. Em princípio, eles foram alocados na família Procyonidae (guaxinins) devido aos seus dentes, seu crânio, sua cauda anelada e outras características morfológicas. Posteriormente, foram colocados na família Ursidae (ursos), devido às semelhanças no DNA.

No entanto, ao contrário dos membros dessas duas famílias, Ailurus fulgens tem origem asiática e nunca migrou para o Novo Mundo. Portanto, os pandas-vermelhos são considerados membros de sua própria família, Ailuridae, de acordo com pesquisas de sistemática molecular.

14. São caçados ilegalmente em busca de sua pele e sofrem com o desmatamento

Esses pandas são o animal nacional de Sikkim e o mascote do Festival Internacional do Chá em Darjeeling. Apesar dessas homenagens, suas peles são utilizadas para fazer chapéus e suas caudas para fabricar espanadores. Além disso, como um ato cultural, noivos ainda podem usar pele de panda-vermelho em casamentos locais na China.

Muito poucos zoológicos compram esses espécimes ilegais, tornando esse negócio malsucedido, mas as peles podem ser encontradas nas aldeias locais e usadas em cerimônias culturais.

No entanto, a caça para esses fins não é a única ameaça ao panda-vermelho. Ele também é afetado pelo desmatamento, visto que perde locais de nidificação e fontes de alimento, além de ficar com populações isoladas em pequenos fragmentos separados por habitats inóspitos.

Os pandas-vermelhos são protegidos e listados no Apêndice II da Convenção sobre o Comércio Internacional de Espécies Ameaçadas e em Perigo Extinção e foram declarados em perigo de desaparecimento em março de 1988. Preservá-los é uma necessidade.

 

As curiosidades do panda-vermelho são múltiplas.

Como pudemos ver, as curiosidades sobre o panda-vermelho são muitas, mas apenas algumas delas são suficientes para entender sua importância e apreciar a vida desse pequeno mamífero solitário e avermelhado. É imprescindível divulgar essa bela espécie para evitar seu desaparecimento.

Pode interessar a você...
Curiosidades sobre o urso panda
Meus AnimaisLeia em Meus Animais
Curiosidades sobre o urso panda

As curiosidades sobre o urso panda são muito impressionantes, já que a sua biologia é uma das mais interessantes no reino animal.