Cavalo árabe, inteligência e elegância

· abril 20, 2018

O mundo dos cavalos é fascinante e há raças muito variadas. Conhecer mais a fundo algumas delas nos ajuda a conhecê-los melhor e a nos aproximar mais deste maravilhoso animal. Gostaria de saber mais sobre o cavalo árabe?

Este é um dos cavalos mais comuns na Espanha. Mas nem por isso ele é menos interessante. De fato, suas aptidões e beleza são procuradas por aqueles que amam os cavalos e por todos que gostam de equitação.

O cavalo árabe, história e características

História e origem

Ao que parece, esta é uma das raças mais antigas. Achados arqueológicos, que datam de 4,5 mil anos atrás, revelaram a existência desses cavalos já naquela época. Ainda que as características não fossem exatamente as mesmas, as similaridades nos fazem acreditar que pertencem a esta raça.

Cavalo árabe

Fonte: Ealdgyth

Este tipo de cavalo se desenvolveu nos desertos do oriente. Depois, foi se expandindo devido à chegada do comércio e das guerras. Suas aptidões, como a velocidade, a elegância, a resistência e a estrutura óssea reforçada, logo foram valorizadas por muitos. De modo que, durante sua expansão, usou-se o cavalo árabe para melhorar outras raças. É por isso que todas as raças modernas de cavalos de hoje têm algumas características desta raça em particular.

No início, eles eram muito bem cuidados pelas comunidades nômades. Inclusive, eles os colocavam em suas tendas para protegê-los e para cuidar deles. Isto fez com que o cavalo árabe, desde o princípio, criasse uma conexão especial com os humanos, o que ajudou em sua disposição para obedecer, aprender e para agradar o ser humano.

Porém, este cavalo foi usado também para as guerras por sua força e outras aptidões, como o seu sentido de alerta, que o tornava perfeito para este trabalho. Isso fez que, com o passar dos anos, os donos de um cavalo árabe aprendessem a tratá-lo com respeito.

Características do cavalo árabe

Cabeça

Sua cabeça é acunhada, mas muito fina e elegante, com uma frente grande, igual aos seus olhos. Possui a característica de ter as fossas nasais muitos amplas e abertas, enquanto seu focinho é pequeno.

Corpo

Seus lombos alongam seu traseiro, que termina com uma cauda densa, que sobe para cima para depois cair, como uma cascata, sobre o animal.

Seus ossos são pesados e fortes, o que lhe faz ter extremidades corpulentas e poderosas.

Tamanho

Segundo a Federação Equestre Estadunidense, o padrão regular da raça oscila entre os 143,3 e os 153,4 centímetros de altura. Porém, são aceitos como puro sangue outros um pouco mais baixos ou um pouco mais altos.

Na Europa e na América, este tamanho parecia não ser suficiente. Como consequência, houve uma época na qual costumavam misturar o cavalo árabe para obter equinos com medidas entre os 152,4 cm e 162,6 cm.

Cavalo árabe

Fonte: José Reynaldo dá Fonseca

Comportamento do cavalo árabe

A proximidade com as pessoas que o cavalo árabe vem tendo, desde o princípio de sua história, fez com que esta raça se tornasse muito dócil e fácil de adestrar. Tanto é que, por exemplo, nos Estados Unidos, é utilizada para competições esportivas para menores de 18 anos.

A inteligência deste animal, junto a sua sensibilidade e a sua facilidade para estar com os humanos, tornaram-no um cavalo de aprendizagem rápida e com o qual é muito fácil se comunicar.

No entanto, estas mesmas qualidades são as que fazem com que ele precise ser tratado com respeito, sem durezas, porque aprendem maus costumes com a mesma rapidez que os bons. Por isso, se sofrerem gestos abusivos ou ficarem nas mãos de jóqueis inexperientes, que os tratem de maneira dura, eles podem se rebelar.

Agora que conheceu um pouco mais sobre os cavalos árabes, ficou claro que cada raça e espécie são um mundo, e que a beleza e aptidões dos animais não deixam de nos surpreender. O que você achou deste lindo animal?

Fonte das imagens: Jimmy Baikovicius, Ealdgyth e José Reynaldo da Fonseca