Como construir um lago de peixes?

Um lago com peixes é um espaço que deve ser pensado com calma e requer bons materiais para a sua construção. Observe essas recomendações para construir um espaço desses na sua casa.
Como construir um lago de peixes?

Última atualização: 25 Março, 2021

Certamente, você já se maravilhou com a beleza e a tranquilidade que os lagos de peixes transmitem. Esses espaços são uma excelente opção para decorar jardins, ainda mais se você adicionar peixes coloridos. No entanto, é necessário em consideração algumas recomendações antes, durante e depois de sua construção.

A primeira coisa que você deve entender é que um lago será um espaço no qual seres vivos habitarão, por isso é melhor usar os melhores materiais disponíveis para sua construção. Dessa forma, deve ser garantido um bom nível de oxigênio para os peixes, assim como se deve evitará vazamentos, que podem afetar sua manutenção financeira no futuro.

Qual deve ser o tamanho de um lago de peixes?

A área em que você vai construir o lago deve ser pensada com muito cuidado. Deve-se escolher um espaço livre em que a instalação não atrapalhe e, de preferência, selecionar como base um tipo de piso que não seja muito úmido. Os peixes vão precisar de espaço suficiente para se mover sem problemas para que não se estressem, um fator que não pode ser esquecido.

Em geral, recomenda-se que o espaço tenha no mínimo 4 metros de comprimento por 3 metros de largura. Quanto à profundidade, se você estiver em uma área que tem um inverno rígido, deve ser de pelo menos um metro, para evitar que a água congele.

Essas medidas vão garantir que o lago armazene pelo menos 1000 litros de água, quantidade recomendada para regular os processos biológicos dos peixes. Nessas condições, entre 8 e 10 peixes adultos das espécies ornamentais mais comuns, como a koi, podem coexistir confortavelmente.

Por outro lado, se você tiver um espaço maior para o lago, os peixes serão beneficiados, pois terão mais espaço para se esconder. Dessa forma, será possível adicionar mais indivíduos ao tanque. Por outro lado, você deve ter em mente que os custos de construção e manutenção aumentam a cada litro adicional de água.

Em seguida, você vai encontrar as etapas que deve seguir para construir seu lago de peixes. Não se esqueça de que implicará um investimento monetário e temporário considerável: a paciência será fundamental para criar um verdadeiro ecossistema de lagos em sua casa.

Um lago rústico ao ar livre.

1. Escolha um lugar acessível

A escolha da localização do lago deve ser estratégica. De preferência, opte por um espaço onde os raios solares incidam diretamente durante grande parte do dia. Isso irá garantir que as plantas que você incluir no tanque cresçam sem problemas e que a água mantenha o oxigênio naturalmente.

É importante não se preocupar apenas com o espaço que o lago vai ocupar, mas também com o ambiente ao redor. Uma cerca ajudará a evitar que outros animais de estimação ou crianças pequenas cheguem perto demais e caiam ou bebam da água da instalação. Ao mesmo tempo, certos predadores também serão impedidos de caçar os peixes.

2. Cavar o buraco

Depois de determinar a área em que o tanque ficará localizado, você pode começar a cavar, mas lembre-se de que é recomendado incluir vários níveis. Estes podem ter uma inclinação de 45 graus, e deve haver uma diferença de 20 a 25 centímetros entre cada um dos níveis. Além disso, eles devem ser ligeiramente direcionados para o centro do tanque.

Para garantir que a água não transborde – e para estabilizar o fundo do lago – você deve aplicar areia de turfa na base. Posteriormente, é necessário adicionar uma lona de plástico resistente ou uma folha de PVC, que deve se sobrepor às bordas do lago em pelo menos um metro.

Aplique substrato para plantas de lago a fim de garantir o fornecimento adequado de oxigênio. Dessa forma, a fauna e a flora do microecossistema ficarão equilibradas.

O próximo passo é colocar as pedras umas sobre as outras, sempre cobrindo o plástico que ficará fora do tanque. Em seguida, cave uma crista alta, com cerca de 10 centímetros para que a água da chuva não entre em excesso no lago. Certifique-se de que o forro atinja essa altura, e você deve checar constantemente algum possível vazamento.

3. Encher o lago e manutenção da água

Por fim, é hora de adicionar água no lago, que deve ser doce e não conter resíduos de cloro. Caso não atenda a esses parâmetros, deve-se utilizar filtro de carvão para remoção desse composto químico. A água deve ficar a pelo menos 20 centímetros da borda do lago e você deve medir constantemente o pH e a temperatura.

Para não prejudicar a saúde dos peixes, é necessário manter a água a cerca de 18ºC e o pH entre 7 e 8,6.

Algumas dicas para evitar afetar as condições ideais do lago incluem não alimentar em excesso os peixes e trocar a água regularmente, mas aos poucos, para que os animais não sofram um choque térmico ou químico. Da mesma forma, é importante adicionar um sistema de filtragem e um arejador no lago a fim de oxigenar a água.

Quatro peixes em um lago.

Ao concluir essa última etapa, agora você pode colocar os peixes na água. Deixe-os flutuar em seus sacos plásticos por cerca de 30 minutos enquanto se acostumam com a temperatura, sem luz direta sobre eles. Sempre que você for adicionar um novo espécime ao ecossistema, mantenha-o em quarentena por uma semana em um espaço separado.

Um lago é um refúgio muito bonito para seus peixes crescerem e interagirem. Além disso, essas instalações deixam o quintal de qualquer casa muito mais bonito e, indiretamente, podem servir de habitat para algumas espécies da fauna local – como muitas espécies de anfíbios.

Pode interessar a você...
5 peixes mais bonitos do mundo animal
Meus AnimaisLeia em Meus Animais
5 peixes mais bonitos do mundo animal

Nesta lista com os 5 peixes mais bonitos do mundo animal há vários exemplares exóticos. Inclusive, um deles é muito conhecido por protagonizar uma animação.