Como dar massagens em um gato

· fevereiro 6, 2018

Dar massagens em um gato requer que você siga algumas instruções, de modo que o gato fique relaxado e aproveite os efeitos positivos.

Atualmente, a medicina veterinária reconhece a massagem como algo que vai além de uma mera técnica de relaxamento. Elas são aplicadas na prevenção e tratamento de inúmeros distúrbios físicos e emocionais. Para ajudá-lo a melhorar a qualidade de vida do seu animal de estimação, resumimos algumas dicas básicas para dar massagens em um gato.

Os benefícios de dar massagens em um gato

As massagens são consideradas um método terapêutico não invasivo. Elas são muito eficientes para seres humanos, animais selvagens e domésticos. Geralmente, são indicadas para aliviar a dor, ansiedade e estresse causados ​​por várias patologias. Além disso, são valorizadas como uma alternativa simples para proporcionar conforto e bem-estar.

Em seguida, resumimos as principais aplicações terapêuticas da massagem:

  • Diminui a ansiedade e o estresse da vida cotidiana.
  • Trata e previne doenças musculoesqueléticas, como artrite, osteoartrite e displasias.
  • Aumenta o bem-estar e alivia a dor em animais idosos ou com doenças terminais.
  • Combate os efeitos negativos dos distúrbios no trato digestivo e problemas renais e hepáticos.
  • Promove a drenagem linfática e estimula o sistema imunológico.
  • Melhora problemas comportamentais ou distúrbios emocionais.
  • Ajuda no controle de peso e combate doenças associadas à obesidade.

5 dicas para dar massagens em um gato com facilidade e sem risco

Dedique um tempo específico para o seu gato

Nossos dias são tão cheios de responsabilidades e obrigações que, às vezes, nos esquecemos de passar um tempinho com nossos animais de estimação.

Gato com coleira

A ideia de fazer uma terapia alternativa ou passar um momento relaxante com seu gato requer tempo e dedicação. O primeiro passo para dar massagens em um gato é aproveitar o tempo para se concentrar nessa atividade e apreciá-la. Além de garantir a qualidade das massagens, isso ajuda a melhorar os laços de confiança entre o dono e o animal de estimação.

Quanto tempo leva uma massagem bem aplicada? Depende de cada animal e também da experiência da pessoa que faz as massagens. Se estivermos falando de um iniciante, é aconselhável que dure entre 20 e 30 minutos. Por outro lado, uma pessoa mais experiente pode realizar todo o procedimento em 10 ou 15 minutos.

Preparando seu gato para receber massagens

Dar massagens em um gato exige paciência, habilidade e planejamento. Essa técnica terapêutica e relaxante não é resumida nas posições de mãos ou movimentos estratégicos. Sua funcionalidade também depende do contexto, um ambiente favorável e do humor do animal.

Se agimos sem precisão ou preparação prévia, podemos causar muito estresse e desconforto para o nosso animal de estimação. Ter um ambiente calmo e preparar o seu gato antes das massagens é essencial para garantir os efeitos benéficos das técnicas.

A primeira coisa é garantir uma superfície confortável onde o gato possa se acalmar e se sentir seguro. Um travesseiro, um berço, um colchão ou um cobertor são as melhores opções.

Gata tricolor

Então, devemos ajudar nosso animal de estimação a relaxar para podermos dar início à massagem. Para isso, podemos conversar com ele, cantar ou simplesmente mantê-lo em nossa companhia até ficar calmo e bem disposto.

Escolha a área para iniciar a massagem

Cada gato tem uma área favorita para receber carícias. Por isso, vamos começar nossas massagens nesse lugar. O animal fica mais disposto a receber massagens quando começamos em áreas do seu agrado.

A maioria dos felinos aprecia receber massagens atrás de suas orelhas ou sob o queixo , mas todos os proprietários certamente conhecem seu animal de estimação melhor do que qualquer outra pessoa. Ao reconhecer a região ideal, devemos começar com carícias suaves e lentas para não estressá-lo.

Use as mãos corretamente para massagear

Muitas pessoas acreditam que, para dar uma massagem mais suave em um gato, é necessário usar as pontas dos dedos. Isso é incorreto e pode causar ansiedade e desconforto quando é realizada em gatos e cães.

As pontas dos dedos são indicadas para estimular regiões mais sensíveis, como a cabeça e o rosto. Para massagear seu gato, é recomendável usar toda a mão para aplicar uma pressão controlada. Especialmente, quando massageamos a barriga e as costas do animal.

Controle a reação do seu gato

Ao dar massagens em um gato, é essencial estar atento às suas reações. Uma vez que nossos animais de estimação não podem nos dizer se eles gostam dessa prática ou não, são as atitudes dele que revelam como se sentem.

Se o seu gato tentar se levantar ou ficar desconfortável, ele provavelmente não está com vontade de receber massagens. Por outro lado, se o gato piscar lentamente, bocejar ou ronronar, é um sinal de que está gostando das carícias recebidas.

Quando um gato ataca, dá arranhões ou mordidas durante a massagem, isso significa que realizamos uma estimulação excessiva. Nesses casos, o mais recomendável é terminar a massagem e acalmar o animal.