Guia para entender os gatos

dezembro 29, 2017

Gatos são seres realmente especiais e que os humanos muitas vezes não compreendem. Independentes, curiosos, teimosos e mais que inteligentes, os felinos alegram nossas vidas com suas brincadeiras, seus miados e ronronar. Neste artigo, daremos a você um guia para entender os gatos, caso você já tenha um ou esteja a ponto de levar um para casa.

Como entender os gatos?

Os donos de gatos podem afirmar que nem sempre é simples compreendê-los. Quando podemos acariciá-los? Por que ele não me cumprimenta quando eu chego do trabalho? O que quer dizer quando ele move seu rabo de um lado para o outro?

Preste atenção ao seguinte guia para entender os gatos, que será de muita ajuda, seja para quem tem um exemplar desse animal de estimação ou para quem está pensando em adotar um:

Gato tigrado

Fonte: Javier González

  1. Entenda o que ele quer lhe dizer

O entendimento de diferentes línguas não é um problema para os animais de estimação mais “comuns” (isto é, cães e gatos), ainda que a reação de cada um deles seja diferente. Os felinos não costumam responder a um chamado como fazem com os cães. Só responderão ao seu chamado se você tiver comida ou talvez um brinquedo. No entanto, isso não quer dizer que ele não entenda você, mas sim que prefere ser “rebelde” em certas ocasiões, por exemplo, quando está dormindo, rastreando um inseto ou olhando pela janela.

  1. Tem duas formas de se comunicar

Já ficou claro então que os bichanos respondem ao chamado do dono quando eles têm vontade. Mas o que acontece quando querem expressar algo? Utilizam dois sons: o miado e o ronronar. O primeiro serve para chamar a atenção ou pedir alguma coisa, como por exemplo, comida, carícias ou brincadeiras. Também o utilizam se estão nervosos ou com medo.

No caso do ronronar, isso se trata de uma maneira de dizer que se sentem muito confortáveis em tal situação. Dá para ouvir esse “motorzinho” quando ele dorme ao seu lado, quando você acaricia o queixo dele ou quando ele está se limpando.

  1. Prefere a solidão

Outra das questões para entender os gatos, que não podemos nos esquecer, é sua personalidade independente. Diferente dos cães, os felinos escolhem ficar sozinhos e isso às vezes é difícil de compreender pelos humanos. Os gatos preferem uma caixa quentinha do que estar cercados de animais ou pessoas, se sentem melhor só em casa o dia todo, porque podem dormir tranquilos no sofá… não se trata de ser antissocial nem nada do gênero, simplesmente, para eles, sentem que estar só é mais seguro. Além disso, são autossuficientes! Podem conseguir alimento e se banhar sozinhos.

  1. A água da torneira é sua favorita

Se quer entender os gatos, é certo que já deve ter se perguntado algumas vezes por que, tendo um bebedouro cheio de água, eles querem beber da torneira. A resposta é muito simples: porque preferem a água em movimento e não gostam da parada. Esta última está associada às doenças relacionadas às bactérias, parasitas e vírus.

  1. É mais ativo durante a noite

Muitos querem saber por que durante o dia os gatos passam muito tempo dormindo e, mal chega a noite, parece que ligaram o botão de ignição deles. Eles funcionam de forma contrária a nossa! Pulam de lá para cá, querem subir nas coisas, utilizam tudo como brinquedos, sobem na cama ou no sofá como endemoniados… tudo isso, é claro, tem uma explicação: o instinto de predador noturno somado ao fato de que os olhos dos gatos estão preparados para enxergar na penumbra e isso os torna mais ativos quando o sol se põe.

Gato com olhos azuis em destaque

  1. Esfregam-se nas coisas

Um dos hábitos que mais nos chamam a atenção, e que devemos aprender para entendermos os gatos, está relacionado a sua necessidade de marcar o território. Os felinos são seres extremamente “zelosos” de seu lugar. Por isso não gostam que ninguém use a cama deles ou toque em seus brinquedos. De que maneira marcam cada objeto (ou pessoa) como próprios? Deixando neles seu cheiro pessoal! E para isso é necessário que esfreguem o rosto várias vezes no lugar do qual querem tomar posse.

Fonte da imagem principal: Dani

Recomendados para você