Como evitar o roubo de um cão: Nossas dicas

Como evitar o roubo de um cão: Nossas dicas

Última atualização: 17 dezembro, 2017

Perder o nosso animal de estimação pode ser algo realmente angustiante, seja porque ele escapou ou porque foi roubado. Por isso, devemos extremar as precauções para evitar o roubo de um cão. Principalmente se se trata de um cão jovem e de raça. Não podemos nos esquecer que esse tipo de roubo pode ser parte de um negócio relacionado à criação de cães.

A seguir, passaremos a você nossas dicas para que saiba como evitar o roubo de um cão. Fique atento!

Como evitar o roubo de um cão

Se somos donos responsáveis e tomamos as precauções necessárias, nosso cão estará sempre a salvo. É claro, também houve casos de donos responsáveis e cuidadosos que mesmo assim foram vítimas do roubo de seus animais de estimação, mas estes não fazem parte da maioria. Na verdade, fazem parte de uma percentagem bastante baixa, já que as circunstâncias do roubo costumam ser excepcionais.

Nos casos mais comuns, o roubo de um cão se dá principalmente por descuido do dono. Lamentavelmente, cada vez são mais comuns os roubos nas grandes cidades ao redor do mundo. Nos países latino-americanos por exemplo, existem muitos casos de roubo de animais de estimação para usá-los no ramo da criação e venda. Na Venezuela, já ocorreu inclusive o roubo de filhotes de Golden Retriever para que fossem colocadas drogas dentro de seus ventres (mediante cirurgia) e assim poder levá-los para à Espanha.

Filhote de pit bull

Para evitar o roubo de um cão, existem diferentes hábitos, costumes ou recomendações que podemos levar em conta na hora de evitar incidentes. A seguir, apresentaremos a você todas as dicas que você precisa saber e/ou reforçar para evitar essa situação terrível.

  1. Não o deixe sair sozinho

Nem sequer no jardim e mesmo que estejamos observando-o da janela. Em um abrir e fechar de olhos, os ladrões podem levar o seu animal sem que ninguém se dê conta. É verdade que isto é mais difícil de ocorrer no caso dos cães de tamanho médio ou grande, ou que tenha características de guardião. Mas se você tem um peludo pequeno, como um Poodle ou um Yorkshire, tenha muito cuidado.

  1. Ensine seu cão a não aceitar comida

Isto é algo complicado, porque os animais são gulosos e a gula é mais forte do que eles. No entanto, existem diferentes maneiras de fazer com que o cão rejeite a comida oferecida por pessoas estranhas. Assim, você evitará que alguém chame a atenção dele e que possa roubá-lo.

  1. Não o leve solto na rua

Além do perigo que isso representa, porque ele pode tentar atravessar a rua sozinho, sair correndo atrás de outro cão ou atacar alguém, isso também torna o animal o alvo perfeito para um ladrão. Ensine-o a caminhar junto a você usando correia e coleira e espere até entrar em sua casa para tirá-las.

  1. Coloque um microchip de identificação

Em muitos países, já estão disponíveis os chips intercutâneos que são colocados nos animais para saber seu paradeiro, caso se percam ou sejam roubados. Ainda que esta medida não seja preventiva, ela poderá ajudar a reencontrar o nosso animal de estimação.

  1. Evite lugares perigosos

Saia para passear com seu cão apenas por lugares conhecidos, evite ruas escuras, ruas pouco transitadas ou estreitas. Ainda que seu cão seja forte e valente, melhor não percorrer áreas que possam parecer suspeitas. Assim, você evita um assalto e também que possam te tirar violentamente o seu animal de estimação.

  1. Não confie

Inclusive se seu cão não for de raça, ele também poderá ser roubado. Ainda que isto seja menos provável, porque o objetivo dos ladrões é o de fazer lucro com o animal de raça (seja vendendo-o ou usando para a criação) outros podem usar seu cão para atividades horríveis, como as brigas clandestinas, a pornografia e o mercado de peles.

  1. Mude os hábitos de passeio

Outra maneira de evitar o roubo de um cão é modificar os padrões quanto aos passeios diários. Se todos os dias você leva o seu animal de estimação para passear quando volta do trabalho e caminha pela mesma rua, o passeio dura 30 minutos e você retorna sempre pela mesma região, poderá se tornar uma presa dos ladrões. O melhor a fazer é alternar os horários e percursos para que ninguém siga seus passos.

  1. Não exiba seu cão se ele for de raça

É muito bonito ter a companhia de um ser especial como um cão, no entanto, são muitos os casos de roubo de cães por negligência ou descuido de seus donos. Por exemplo, postar no Facebook ou no Instagram que você está em um parque com seu animal de estimação. Você não sabe quantas pessoas podem ver essa publicação e prejudicar você e o seu animal. Passe bons momentos com o seu amigo de quatro patas, mas sem postar seus passos nas redes sociais.

  1. Diga que foi castrado

Quando se cruza na rua com algumas pessoas que tentam puxar conversa em relação ao cão, não confie. Se perguntarem a você, sempre diga que foi castrado e que você o adotou. Desta maneira, terá menos possibilidades de que o queiram roubar para criação. Se você disser que ele veio de um abrigo de animais ou que o recebeu de presente, reduzem-se muito as chances de que o queiram por ser de “raça pura”.

Cachorro no quintal
  1. Coloque uma plaqueta de identificação

Isto serve não apenas para ajudar caso você o perca, mas também para que saibam que ele tem dono. Ao encontrá-lo na rua, eles se comunicarão com você e assim você irá recuperá-lo.

Seguindo todas essas dicas, você reduzirá consideravelmente o risco de roubo de seu animal de estimação. Compartilhe esta informação com todos aqueles que você achar que precise delas e, lembre-se: um dono responsável terá uma animal de estimação feliz.


Este texto é fornecido apenas para fins informativos e não substitui a consulta com um profissional. Em caso de dúvida, consulte o seu especialista.