Conselhos para cães que comem com ansiedade

Engolir sem mastigar ou de uma vez só pode provocar problemas digestivos, vômitos, e, inclusive, doenças graves, como a torção do estômago. Além disso, alguns cães ficam agressivos e protegem a comida.

Muitas famílias se deparam com o mesmo problema: seu cão come com ansiedade, quer dizer, é um devorador que engole tudo o que for comestível pela sua frente, mesmo que não esteja com fome. Outros cães protegem a comida e não deixam que ninguém se aproxime enquanto estão comendo. Se for o caso do seu amigo canino, oferecemos alguns conselhos voltados para cães que comem com ansiedade:

Problemas com os cães que comem com ansiedade

Comer com ansiedade não é bom para ninguém. Engolir sem mastigar ou de uma vez só pode provocar problemas digestivos, vômitos, e, até mesmo, alguma doença grave, como a torção de estômago. Não é agradável servir uma comida a um cão, sem saber se lhe cairá bem, também não é ver como o cão fica nervoso na presença de uma tigela.

Além disso, existem casos em que os cães que protegem a comida chegaram a agredir suas famílias ou outros animais. Essa situação afeta o bem-estar e a confiança de toda a família; a dos humanos, porque não conseguem se relacionar normalmente com seu cão; e a do cão porque ele não deseja se comportar assim com suas pessoas de confiança.

Os problemas relacionados à comida são muitos e podem ser solucionados. Ressaltamos que um cão que come com ansiedade ou com preocupação não é um cão feliz. Assim, é preciso dar uma solução para o problema.

As causas

Para que um cão coma com ansiedade não é condição indispensável que tenha passado fome ou que tenha sofrido maus-tratos. A insegurança na hora de comer não tem sempre a mesma causa, e não necessariamente o cão passou por um trauma ou uma má experiência.

Podemos encontrar várias causas diferentes para o problema. Para solucioná-lo de maneira efetiva, devemos entender o que está acontecendo com o cão para poder atacar o mal pela raiz.

cão comendo cenoura

No entanto, podemos generalizar dando uns poucos conselhos de como tratar cães que comem com ansiedade ou que protegem a comida. Às vezes, não resolvem o problema, mas oferecem uma solução paliativa.

Se com estes conselhos o problema do seu cão persistir, você deve procurar um profissional que avalie o seu caso concreto e dê uma solução personalizada.

1. Mudar a forma de comer: comer no chão

Os cães que comem com ansiedade podem engolir uma tigela de comida em questão de segundos e sem mastigar. Podemos evitar que engulam toda a comida mudando a forma como lhes oferecemos.

Ao invés de dar-lhe de comer uma ou duas vezes ao dia, é possível dividir sua ração diária em três ou quatro porções menores. Embora ele continue comendo sem mastigar, vai ingerir porções menores e é menos provável, portanto, que se sinta mal.

cão comendo ração

Outra opção é deixar de usar uma tigela, isso porque, quando usamos um recipiente para a ração, toda a comida está acessível e é fácil comê-la toda de uma vez. Se ao contrário, deixarmos de usar a tigela e espalharmos a comida pelo chão, não é possível engoli-la de uma vez só. O cão terá que colocar em funcionamento o seu olfato e irá comendo de grão em grão.

Levará mais tempo para acabar a sua ração, e, além disso, ele fará um exercício mental. Para um cão, farejar é um instinto necessário e lhe ajudará a relaxar.

2. Tigela sempre cheia

Uma das causas para o cão comer com ansiedade é por não ter segurança de que logo haverá mais comida; comem com ansiedade por medo de que a comida vai desaparecer ou não voltar nunca mais. Desde que o veterinário não desaconselhe, uma alternativa é deixar a tigela de comida sempre cheia.

tigela com ração e osso

É provável que o cão passe dois ou três dias empanturrado, mas logo se dará conta de que não é necessário ficar nervoso por causa da comida: sempre vai ter mais.

3. Ela fica cheia num passe de mágica

Costuma ser uma boa ideia para cães com ansiedade não manipular a tigela enquanto eles a estiverem vendo. É provável que aumentemos seu nervosismo com ações tão rotineiras como limpá-la ou colocar mais ração.

Então, aproveite as horas em que o cão não esteja perto da tigela, como na hora em que estiver dormindo ou passeando. Encha-a ou limpe-a nessa hora: dessa forma, ele não estará vendo e não ficará ainda mais nervoso.

4. Não entrar em conflito

Seja qual for a razão pela qual o seu cão tem problemas com a comida, não é nada aconselhável gritar ou brigar com ele. Criar um conflito só aumentará seu nervosismo e seus níveis de ansiedade. Dessa forma, nós só estaremos piorando o problema.

Manipule a tigela com cuidado quando ele estiver diante dela, deixe-o comer sem interrompê-lo e em um local tranquilo da casa. Muitos dos problemas com a comida provêm da insegurança, e ele só vai ser capaz de saber que não vai passar fome quando você demonstrar a ele que vai ter comida quando quiser.

Os problemas com a comida são incômodos para cães e para os humanos. Eles afetam o bem-estar e as relações de toda a família, mas têm solução. Comece a investigar o porquê de o seu cão se sentir inseguro na hora de comer para ser capaz de encontrar uma solução para isso.

Recomendados para você