Conselhos para ter dois cães machos

· março 16, 2018

Além de ter paz no ambiente, se necessário, ambos devem identificar um líder da matilha, que nesse caso seria o dono. Claro, além de seguir uma série de instruções neutras para a correta socialização de ambos, é preciso respeitar a posição do cão que já vivia na casa. A seguir, veja alguns conselhos para ter dois cães machos.

Ter um animal de estimação é um dos maiores prazeres da vida, seja um cão, um gato, uma ave ou qualquer outra espécie. Porém, ter animais do mesmo sexo pode complicar um pouco as coisas, como no caso de dois cães machos, o que pode gerar uma crise de comando.

Conselhos para ter dois cães machos: uma questão de hierarquia

Todos reconhecem que os cães são descendentes de antigas raças de lobos selvagens. Entretanto, nem todos sabem que a evolução dos cães trouxe consigo a ordem social dos lobos.

É verdade que cachorros podem viver sozinhos, desde que contem com a companhia de um humano próximo. Porém, ter uma matilha, mesmo que pequena, de cães pode ser algo complicado, pois eles podem se comunicar com maior facilidade e eficácia que os lobos.

Para isso, você deve deixar clara sua posição de líder, sendo o cão seu fiel seguidor. Sabemos que, com o tempo, acabamos sendo escravos de seus carinhos e, a longo prazo, começamos a pensar em trazer um novo companheiro canino para a família.

Porém, antes de apresentarmos esse novo membro, devemos analisar se nosso cão está preparado para viver com outro companheiro. Normalmente, buscamos um companheiro do sexo oposto para facilitar a convivência. Mas e se não for dessa forma? Daremos alguns conselhos para ter dois cães machos.

Como apresentar um macho a outro macho

Para introduzir um cão novo à sua matilha, você deve seguir uma série de passos para evitar que seja uma experiência muito impactante para ambos. A primeira coisa a ser levada em consideração é a firme posição de líder que você precisa ter. Em segundo lugar, você deve respeitar o espaço do animal mais antigo.

Cachorros se mordendo

Aconselhamos que o primeiro encontro com o novo animal seja em um parque ou espaço aberto, onde ambos os machos se sintam livres e não presos em um ambiente fechado. Você nunca deve apresentar o novo cão segurando-o em seus braços, pois isso pode gerar um grande conflito.

A melhor maneira é deixá-los sozinhos e em liberdade, sempre vigiando o comportamento de ambos e evitando brigas. Este primeiro encontro deve ser breve, para em seguida levá-los para passear separadamente, reencontrando-se apenas em casa.

Viver juntos em casa

A chegada imediata de outro cão ao lar pode ser considerada como um ato de invasão territorial. Isto pode levar a brigas e dores de cabeça para você. Como líder, você deve tomar as precauções necessárias para evitar que problemas ocorram.

  • Ambos os cães devem ter seus pratos separados. O mais recomendado é ter locais de comida distintos, com cada cão tendo seu prato. Isso evitará que um se sinta atacado pelo outro e cada um terá seu território na casa.
  • Cada um deve ter sua cama. Você nunca notou que é incômodo dormir no espaço dos outros? O mesmo ocorre com os animais. Dormir no lugar de outro animal é estressante para eles, então a melhor forma de evitar brigas é cada um possuindo sua cama.
  • Os brinquedos são separados. Nunca é bom mexer nas coisas dos outros, principalmente se for possível levar uma mordida por isso. Recomendamos que cada animal tenha seus objetos separadamente, ou seja, sua própria bolinha, osso, coleira, etc.
  • E o mais importante: deixe que a hierarquia prevaleça. O maior erro que cometemos durante a introdução de um novo animal de estimação é tentar dar a mesma importância a ambos os animais. Este ato faz com que ambos queiram ser os dominantes da relação, gerando conflitos.
Cachorros disputando um graveto

Seguindo esses conselhos para ter dois cães machos, eles serão melhores amigos. Tudo é uma questão de tempo e paciência. E se você perceber que a situação não está fluindo como esperava, o melhor a se fazer é consultar um veterinário ou psicólogo canino.

O que você não deve fazer

Já foi dito que você não deve perturbar a hierarquia da matilha, mas há outras situações que devemos evitar para que a chegada de outro animal seja um sucesso:

  • Não deixe que eles lutem por comida. Ambos os animais devem saber que há comida para todos, não precisando alterar essa ordem.
  • Quando chegar em casa, não crie limites artificiais. Os machos devem reconhecer a presença do outro de forma cordial e amável. A presença de muros pode gerar brigas entre eles.
  • Não deixe de ter em mente o tamanho dos seus cães. Um cão grande e seguro tentará se impor sobre o menor, você não deve deixar que isso aconteça. O mais aconselhável é ter cães de tamanho similar.
  • Não permita que um macho se imponha sobre o outro. Lembre-se de que você é quem dá as ordens. Embora o cão passe mais tempo em casa, você é quem terá a última palavra.