A criação saudável de uma vaca de corte

Esses animais se destacam pelo corpo musculoso e de tamanho imponente, com cauda e pernas alongadas que terminam em cascos.

A carne bovina é uma das mais apreciadas e consumidas do mundo. Por essa razão, a pecuária se tornou uma atividade extremamente lucrativa em muitos países. A criação saudável de uma vaca de corte é essencial para gerar negócios e manter a qualidade da produção.

Vaca: morfologia e comportamento

Chamamos genericamente de “vaca” as fêmeas de diversas raças que formam a espécie mamífera “Bos taurus”.

Esses animais se destacam pelo corpo musculoso e de tamanho imponente, com cauda e pernas alongadas que terminam em cascos. Em seu rosto, se sobressaem seus grandes olhos e o enorme focinho, com grandes narinas. A pelagem é curta e apresenta diversas tonalidades. Algumas raças também possuem um par de chifres ocos.

São animais inteligentes e com grande capacidade de aprendizado, mas também fortes e resistentes. Tendem a apresentar uma personalidade mais calma e sociável quando são criados nas condições ideais.

A vaca acompanha o homem desde os períodos mais remotos da história humana. Acredita-se que o animal foi domesticado pela primeira vez há quase 8 mil anos. Atualmente, países como Brasil, Argentina, Estados Unidos e China são os maiores produtores e exportadores de carne bovina.

A criação saudável de uma vaca de corte

Principais raças de vacas de corte

O primeiro passo para investir na criação saudável de uma vaca de corte é escolher adequadamente uma raça produtiva. É preciso considerar alguns fatores, como espaço disponível, clima, altitude, orçamento e os objetivos do produtor.

1 – Charolais

Raça originária da França, é considerada por muitos especialistas como a que produz a melhor carne bovina. É uma das mais requisitadas em todos os países europeus.

2 – Simmental

Esta raça suíça é criada desde a Idade Média. Destaca-se por sua formação muscular privilegiada. Proporciona uma carne de altíssima qualidade, muito saborosa e com pouca gordura.

A simmental é excelente e de rápido engorde, com grande capacidade de adaptação, longevidade, docilidade e fertilidade. Além disso, possui uma dupla qualidade: é ótima produtora de leite e de carne.

3 – Aberdeen angus

Nativa da Escócia, é a raça mais popular nos Estados Unidos, Argentina e Uruguai. É muito valorizada por sua grande fertilidade.

4 – Brahman

Criada e desenvolvida quase totalmente nos Estados Unidos, produz uma carne de altíssima qualidade. A raça também se destaca por sua precocidade, tamanho e fertilidade.

5 – Hereford

Originária da Inglaterra, ganhou importantes premiações de excelência, graças à qualidade de sua carne. Esta raça é conhecida pela fertilidade, longevidade, bom engorde, baixo custo de manutenção, docilidade e grande capacidade de adaptação. Além de todas essas qualidades, a Hereford ainda produz couro de excelente qualidade.

A criação saudável de vacas de corte: conselhos e cuidados

A criação saudável de vacas de corte exige alguns cuidados especiais em relação à alimentação, reprodução, medicina preventiva e ambiente.

Alimentação de uma vaca de corte

A criação de vacas para a obtenção de carne leva em consideração a engorda rápida e eficiente. Mas é fundamental oferecer alimentos de qualidade para preservar a saúde do animal e a qualidade da carne.

Muitos países exportadores utilizam um método combinado de engorda. O animal passa os primeiros seis ou, até mesmo, nove meses de vida pastando livremente, para preparar o seu sistema digestivo e fortalecer o organismo.

Vaca de corte

 

Em seguida, o gado é transferido para currais para acelerar a engorda e, assim, aumentar o lucro dos criadores. Então, o animal passa de seis a oito meses ingerindo uma mistura com alta concentração de proteínas baseada em grãos, como milho e soja.

A criação saudável de uma vaca de corte deve ter a saúde do animal como prioridade em relação à engorda acelerada. O excesso de grãos e a falta de forragem pode ocasionar problemas digestivos graves e até levar à morte do animal.

É sempre preferível optar pela criação natural e extensiva em campos com pasto abundante. Quando isso não for possível, recomenda-se uma dieta rica em forragem de boa qualidade para compensar a diminuição do pasto.

Hidratação reforçada

Os mamíferos ruminantes necessitam de hidratação abundante para se manterem sempre saudáveis. Uma vaca adulta chega a ingerir cerca de 30 litros de água por dia. Além disso, as misturas altamente proteicas utilizadas na engorda acabam aumentando a sede do animal.

É indispensável deixar água fresca e limpa à disposição do animal durante todo o dia. Ou contar com um lago artificial (ou outra fonte de água) no campo, onde o animal possa se refrescar e se hidratar.

Medicina preventiva

Apesar de seu imponente tamanho, as vacas costumam adoecer facilmente, graças aos numerosos microrganismos presentes no campo. Por isso, é importante cuidar da vacinação e desparasitação dos animais. E claro, contar com um veterinário especializado.

O uso de suplementos, vitaminas e antibióticos concentrados também costuma ser utilizado para fortalecer o sistema imunológico das vacas.

Recomendados para você