Como cuidar da arcada dentária do cão

· agosto 3, 2018
Existem produtos voltados para a escovação dos dentes dos cães, assim como rações específicas que manterão a arcada dentária do animal saudável.

Os bichos de estimação não sabem como escovar os dentes nem como usar fio dental; muito menos como usar enxaguante bucal. Portanto, os donos devem cuidar da arcada dentária do cão e; evitar assim, determinadas doenças comuns como as cáries, o tártaro e a halitose.

Cuidar da arcada dentária do cão é uma tarefa diária

Manter a higiene dentária do seu bicho de estimação é necessário para prevenir o aparecimento do mau hálito e de problemas mais graves. Por exemplo, a queda de dentes em mau estado.

Nós, donos, somos responsáveis pelo bom estado de saúde do animal, em todos os sentidos e; por isso, como primeira medida devemos prestar mais atenção a sua boca e dentes. Isso porque são comuns doenças nessa região. Existem alguns “passos” que podemos seguir para cumprir uma rotina de cuidado e limpeza.

Para começar, separe as mandíbulas do cão delicadamente; pois, assim, ele não se sentirá ameaçado. Observe alguns indicadores de problemas buco-dentais como, por exemplo, manchas de coloração amarelada nos dentes, sangramento, vermelhidão nas gengivas, dentes frouxos ou perdidos, mau hálito e salivação excessiva.

escovar os dentes do animal

Além disso, preste atenção se ele altera alguns de seus hábitos alimentares, tem dificuldade ou dor ao mastigar, ou se coça o focinho com algum objeto ou com as patas dianteiras. Em qualquer um desses casos, é fundamental uma revisão por parte do veterinário que poderá prescrever um tratamento adequado para o problema.

Dicas de como cuidar da arcada dentária do cão

Costuma-se dizer que é melhor “prevenir do que remediar” e isso é totalmente verdadeiro, inclusive, quando se refere ao cuidado da arcada dentária do cão. Acrescente à rotina esses hábitos e você vai reduzir de maneira notável os problemas dentais do seu bicho de estimação:

1. Escove seus dentes

Antes de mais nada, você deve se lembrar que a anatomia do cão é diferente da nossa e; por fim, precisa de escova e pasta de dentes especiais – ambos encontrados no veterinário ou em Pet Shops – para evitar problemas adicionais.

A escovação se adapta às necessidades da boca do animal e a pasta não provoca nele indigestão e nem dor de estômago. O melhor momento para começar a escovar os dentes do bicho de estimação é antes dos quatro meses de vida; já que ele vai considerar isso como uma brincadeira e manterá essa “ideia” por toda a vida.

escovar os dentes do animal

Se seu cão já é adulto, da mesma forma você pode começar hoje mesmo, com cuidado e lentamente, até que ele se acostume. Ele não deve considerar isso como algo ruim; mas sim como um momento divertido.

2. Dê-lhe comida seca

A ração, entre outras coisas, serve para agir como uma escova de dentes, e para eliminar a placa bacteriana acumulada entre os dentes molares e os caninos. O fato de mastigar a comida com certa textura mantém sua boca saudável e reduz o mau hálito.

Portanto, se você é daqueles que dá comida úmida de humanos ao seu bicho de estimação, recomendamos que passe a lhe oferecer ração pelo menos duas vezes por semana. E não se esqueça de comprar uma de boa qualidade; para que ele obtenha todos os nutrientes necessários para fortalecer seus dentes.

cão comendo

No entanto, tenha muito cuidado com os ossos de animais, de frango ou de vaca, que oferece ao seu bicho de estimação, já que estes podem se quebrar e ficar encravados nas gengivas; isso causará nele lesões, sangramentos e dores.

3. Escolha seus brinquedos

Nos pet shops ou em clínicas veterinárias, você poderá conseguirguloseimas” que; além de servirem como prêmio para quando seu cão se comportar bem, são excelentes brinquedos comestíveis e bons para sua saúde bucal. Eles são confeccionados com ingredientes similares aos da ração, e o ajudam a eliminar a placa bacteriana e o mau odor.

Além disso, você pode comprar brinquedos fabricados com outros materiais – não-comestíveis – para que ele se entretenha; mas tome cuidado para que não provoquem danos à sua arcada dentária, caso quebrem.

Os mais adequados são os fabricados com borracha natural ou nylon; porque permitem a eliminação do tártaro e, ao mesmo tempo, fortalecem os dentes molares e os caninos.