Dar medicamentos a animais de estimação

· agosto 4, 2018

Em qualquer caso, não devemos nos desesperar, pois o cão notará o nervosismo imediatamente. Há uma série de estratégias para dar medicamentos a animais de estimação. Saiba mais a seguir.

Quando nosso cão ou gato possui alguma doença ou problema de saúde, o veterinário receitará um tratamento específico que pode ser feito por meio de comprimidos ou líquidos. Em qualquer caso, dar medicamentos a animais de estimação não é uma tarefa fácil.

Dicas para dar medicamentos a animais de estimação

Já ocorreu de alguma vez seu cão ou gato precisar tomar um remédio, mas ser quase impossível que ele o engolisse? É um pouco complicado enganá-lo se o comprimido for muito grande ou se o líquido possuir um gosto amargo. Porém, com algumas técnicas, podemos dar medicamentos a animais de estimação e sair vitoriosos dessa missão. Siga os passos abaixo:

1. Acalme-se

Este primeiro passo é muito importante, já que os animais têm a capacidade de ler nossa linguagem corporal e detectar nossas emoções. Portanto, se estivermos nervosos ou ansiosos, o animal notará imediatamente.

Se você precisar dar algum medicamento, recomendamos que, acima de tudo, permaneça relaxado. Aja com delicadeza se, por exemplo, você tiver que abrir a boca do animal para colocar um comprimido ou levantar seu focinho devagar para que engula o medicamento.

como dar medicamentos a animais de estimação?

Se, pelo contrário, você gritar, abrir a boca do animal com força ou fizer gestos de nojo, ele se sentirá em perigo e não responderá como você espera. Algumas das reações podem ser fechar a boca, se esconder, rosnar, etc.

2. Esconder na comida

Na maioria dos casos, os comprimidos para animais podem ser partidos na metade ou em quartos. Isto é ótimo, pois fica mais fácil de esconder os pedaços na comida.

Você pode fazer uma bola de queijo com o remédio dentro, colocá-lo no meio de um pouco de presunto, no patê ou dentro de um pedaço de carne. De qualquer maneira, a porção deve ser pequena, não precisando de muita mastigação, assim sendo mais fácil para engolir.

A melhor forma de dar medicamentos a animais de estimação

3. Brinque

Outra maneira de dar medicamentos a animais de estimação é fazendo o momento ser divertido, como uma brincadeira. Antes de dar o remédio, recomendamos que você passe um tempo com seu cão ou gato.

Se você utilizar a ideia das bolas de comida com o remédio embutido, pode fazer várias e jogar para que ele as pegue. No meio da diversão, o animal não saberá qual bola possui o comprimido escondido.

Lembre-se de que essa prática pode ser feita em diferentes momentos, não apenas quando o cão ou gato precisar se medicar. Desta forma, o animal interpretará a atividade como algo natural.

4. Aproveite as características do seu animal de estimação

Se seu cão é muito guloso ou se desespera por comida, você pode utilizar esse traço da personalidade para dar o medicamento. Uma técnica interessante é ter duas bolas de comida, uma com o comprimido e uma sem ele.

Faça-o cheirar as duas e dê a primeira com a pílula para ele comer enquanto mostra a segunda. Assim, ele devorará o que está em sua boca para poder desfrutar de mais comida!

5. Procure medicamentos com sabores

Já que, às vezes, é difícil dar medicamentos a animais de estimação, os laboratórios fabricam há algum tempo remédios com sabores agradáveis para eles.

Consulte o veterinário para saber há esse tipo de remédio para o tratamento que seu cão ou gato precisa. Será muito mais fácil misturar a medicação com a comida e até dar na boca do animal sem que ele cuspa.

6. Pedir ajuda

Para administrar um xarope ou remédio em gotas, devemos colocar uma seringa sem agulha em um dos lados da boca, prender as mandíbulas e injetar o conteúdo. No caso do remédio ser em pó, fica mais simples, basta diluí-lo com um alimento ou bebida.

Você sabe como dar medicamentos a animais de estimação?

Há situações nas quais é necessária a ajuda de outra pessoa – o veterinário ou um familiar – para, por exemplo, colocar colírios, gotas nos ouvidos e aplicar cremes ou pomadas.

A ideia de ter uma pessoa ajudando é para que, enquanto um segura, impedindo que o animal se mova, o outro possa aplicar a medicação. Lembre-se de que todos precisam estar calmos para evitar problemas.