Dicas para acalmar seu cão durante uma tempestade

A fobia de ruídos altos é uma realidade para muitos cães; Com uma boa educação e com um lugar onde se sinta seguro, pode-se aliviar grande parte do medo e do estresse que o animal sofre.

A fobia de tempestades pode deixar seu animal com medo e estressado. Por conta disso, a saúde do seu cão pode ficar comprometida. Entretanto, você pode fazê-lo passar por essa situação o mais tranquilamente possível. Aproveite estas dicas para acalmar seu cão durante uma tempestade.

Como detectar se o seu cão tem fobia de tempestades

Os sons e luzes que causam medo e ansiedade em cães ainda não foram oficialmente catalogados pelos veterinários. Entretanto, o mais comum é que seu animal reaja a:

  • Som do vento
  • Trovões
  • Raios e relâmpagos
  • Mudanças de pressão atmosférica
  • Eletricidade estática
  • Sons de baixa frequência que precedem a tempestade e que humanos não conseguem ouvir

Diante desses fenômenos,  o nosso animal reagirá de maneira intensa. Seja diante dos ruídos mais comuns para nós até os totalmente inofensivos para outros animais.

O medo é uma resposta do sistema nervoso autônomo. Essa é a parte do cérebro que controla as reações involuntárias. Contudo, em animais, é comum que ela provoque a chamada reação de fuga, luta ou paralisia. Essa é uma resposta fisiológica que os animais apresentam diante de uma ameaça.

Cão assustado com ruídos

Às vezes, essa reação só é desencadeada diante de uma ameaça específica e de forma contínua. Então, podemos dizer que estamos diante de um quadro de fobia. Também é provável que a fobia de tempestades e ruídos altos, como os de fogos de artifício, estejam relacionadas.

Estratégias para acalmar seu cão durante uma tempestade

O principal problema das fobias não tratadas ou não diagnosticadas é que, toda vez que a situação gatilho reaparece, a reação agressiva, ansiosa ou intensa se repete com mais força.

Esses ataques de medo e ansiedade podem, a longo prazo, até mudar a personalidade do seu cão se você não fizer nada para controlá-los. Quer dizer, um cão saudável, obediente e sociável pode, por exemplo, se tornar um animal medroso e agressivo. Ele pode não responder mais da mesma maneira ao seu dono.

Abraços para acalmar seu cão

Com estas estratégias para acalmar seu cão a longo prazo, você pode traçar planos de ação para situações de medo ou estresse que possam surgir no futuro.

  • Tente incorporar no treinamento de seu animal um comando que signifique ordem e tranquilidade. Essa estratégia pode ser implementada desde que o cão é filhote. Por isso, seus efeitos são de longo prazo. Se você quiser que ele fique quieto e calmo, ofereça uma recompensa ou carinho. Assim, você pode desenvolver um comando para acalmar seu cão durante momentos de tensão.
  • Proporcione ao seu cão um lugar para se abrigar. A princípio, não estamos falando de um abrigo já existente. Pode ser uma sala na qual seu animal de estimação se sinta confortável e que proporcione uma sensação de paz e bem-estar. Portanto, deixe esse espaço sempre disponível durante uma tempestade. Assim, o pet poderá controlar melhor suas emoções.
  • Pense em comprar uma roupa especial contra a ansiedade. Vários estudos mostram que receber abraços durante períodos de tensão ou ansiedade reduz nossos níveis de estresse. Porém, não é necessariamente o abraço que funciona para os cães. Na verdade, roupas apertadas o suficiente e que forneçam uma pressão saudável no peito e nas costas podem funcionar. Em 2009, um estudo mostrou a eficácia dessa técnica para cães ansiosos.
Recomendados para você