Doenças transmitidas por pombos

janeiro 1, 2019

Considerada a praga dos ratos voadores, essas aves, além de irritantes, podem transmitir doenças. Além disso, aqueles que têm maior risco de serem infectados são pessoas que têm criações de pombos em más condições higiênicas. Conheça algumas doenças transmitidas por pombos.

Os pombos podem ser amados ou odiados, de acordo com o gosto individual. No entanto, há uma crença muito enraizada de que eles causam uma infinidade de doenças em humanos. Na verdade, o risco de contágio é geralmente muito limitado. De qualquer forma, nós diremos quais são as principais doenças transmitidas pelos pombos.

Algumas doenças transmitidas por pombos

Se há pássaros que possuem má fama, esses são os pombos. Considerados por muitos como uma praga urbana, eles podem causar incômodo com seu barulho, seus ninhos construídos em edifícios e, acima de tudo, seus excrementos.

No entanto, não é comum que essas aves infectem pessoas. Dessa forma, os que estão em maior risco geralmente são aqueles que têm criadouros ou casas de pombos sem as condições higiênicas adequadas.

algumas doenças transmitidas por pombos

Abaixo, detalhamos cinco das principais doenças transmitidas pelos pombos:

– Alveolite alérgica extrínseca

Esta doença ataca o pulmão por meio de uma reação alérgica, causando pneumonite por hipersensibilidade. Sua causa é encontrada na exposição contínua ao pó que sai das penas ou do material fecal dos pombos.

Os afetados – especialmente os que trabalham em criadouros – apresentam tosse, febre e dificuldade respiratória. Há uma forma crônica que produz tosse persistente e gera alterações, algumas irreversíveis, no pulmão.

Embora o contágio não seja comum, é importante que você conheça as principais doenças transmitidas pelos pombos aos seres humanos.

– Salmonelosis

As fezes de pombo também podem ser uma rota de infecção por salmonela. O contágio ocorre quando se consome alimentos que estavam em contato com a matéria fecal contaminada.

Esta bactéria gera uma intoxicação alimentar que causa febre, dor abdominal, náusea, vômito e diarréia. Em casos graves, pode levar à desidratação e até causar a morte, especialmente se os afetados forem crianças pequenas ou idosos.

– Histoplasmose

Outra doença transmitida por pombos é causada por um fungo chamado histoplasma. Este organismo é encontrado nos excrementos dos pombos, especialmente em lugares onde uma grande quantidade de fezes, como nos poleiros, é reunida. Os seres humanos são infectados pela respiração dos esporos, mas não há transmissão entre as pessoas.

Em geral, a histoplasmose é leve e não apresenta sintomas. Em qualquer caso, pode afetar mais aqueles que têm sistemas imunológicos mais fracos (crianças , idosos, doentes). Ataca principalmente os pulmões, gerando desconforto, febre, tosse seca ou dor no peito. E, se o caso for grave, a doença pode se espalhar para outros órgãos.

as doenças transmitidas por pombos

– Criptococose

A doença é causada por um fungo do tipo levedura presente nas fezes dessas aves. O contágio ocorre, principalmente, se você estiver em contato permanente com os ninhos e as leveduras forem inaladas.

A criptococose afeta, em particular, pessoas baixa imunidade. No início, uma infecção pulmonar geralmente aparece com tosse, febre, mal-estar e espirros com sangue. O quadro leva a meningite ou meningoencefalite.

– Psitacose

Também chamada de ornitose ou clamidiose aviária, esta zoonose é transmitida por pombos e papagaios, entre outras aves. O contágio ocorre, sobretudo, em trabalhadores do setor avícola e, principalmente, pela inalação de poeira liberada das fezes secas e por secreções nasais.

Psitacose também pode ser transmitida entre pessoas, através da saliva. Apresenta-se como uma doença respiratória febril que causa dores de cabeça e, em certos casos, leva à pneumonia. As bactérias, através do sangue, podem se espalhar para outros órgãos e causar, por exemplo, doenças digestivas.