Ensinar o gato a usar a caixa de areia

dezembro 11, 2018
Eles aprendem desde filhotes, porque está no instinto; no entanto, uma má localização, uma má limpeza, estresse, dor ou doença podem fazer com que o felino pare de usá-la.

Uma das coisas que mais gostamos nos gatos é como eles são limpos: eles limpam a si mesmos, não costumam ser sujos e fazem suas necessidades no mesmo lugar. É instintivo para um gato usar a caixa de areia; e quando ele não faz isso, está nos dizendo que há algo errado. Saiba quais são as causas:

O instinto e a caixa de areia

Tanto em nossas casas quanto em liberdade, os gatos escondem suas necessidades: é parte de seu instinto de sobrevivência, pois não deixam nenhum rastro olfativo para seus possíveis predadores.

Na natureza, os gatos vão para lugares onde podem arranhar ou fazer buracos, como areia ou áreas com terra.

Quando são filhotes, aprendem a usar a caixa de areia naturalmente. Basta que a deixemos sempre limpa e ao alcance deles.

As primeiras vezes são um pouco desajeitados e podem se aliviar do lado de fora, mas são instintivos: aprendem sozinhos. E, além disso, é algo que eles gostam de fazer.

Portanto, um gato que não usa a caixa de areia está indicando que algo de errado está acontecendo com ele.

Se o gato é jovem ou recém-adotado, isso nos diz que está tendo dificuldade em se adaptar, mas se o gato é mais velho, pode ter alguma doença ou dor subjacente.

Situação difícil ou caixa de areia inadequada

Primeiramente, se um gato parar de usar a caixa de areia, devemos nos perguntar como ela está e onde está localizada.

A caixa de areia, como o arranhador e os alimentadores, deve ficar em uma área tranquila e reservada da casa, mas de fácil acesso. No entanto, não pode estar em uma área escondida.

Filhote de gato saindo da caixa de areia

Por exemplo, debaixo de uma mesa na garagem não é o lugar mais próximo e mais acessível para o gato. Quando ele sentir vontade de ir para a caixa de areia, ela estará muito longe e talvez ele não tenha tempo para chegar lá.

Da mesma forma, no meio da sala, onde há sempre movimento, não há privacidade ou tranquilidade e, portanto, também não é um bom lugar.

Cada casa é única, mas todas têm um canto acessível e tranquilo: de um lado do sofá, em um canto do corredor, ou talvez dentro de um banheiro que sempre fique com a porta aberta.

Ou talvez o problema não esteja na situação da caixa de areia, mas em seu tamanho.

A caixa de areia deve ser grande o suficiente para o gato se movimentar dentro dela: se for pequena, ele poderá sentir-se incomodado.

Alguns gatos também não gostam de caixas de areia cobertas: eles precisam ser capazes de se mover; mas sem ficarem presos.

Para que o gato use seu “toilete”, experimente diferentes tipos de caixas de areia em lugares distintos. 

Você vai acabar encontrando um tamanho adequado e um lugar confortável, mas tranquilo.

Limpeza

As caixas de areia, como o nome sugere, devem ter areia. Nós não devemos economizar na quantidade de areia que deixamos para o gato: seu instinto é cavar e cobrir suas necessidades.

Uma caixa de areia com pouca areia, para um felino, é inútil e ele irá para outro lugar. Como uma medida aproximada, ele deve ser capaz de fazer montes de areia até dois dedos de altura. Com menos areia ele não se sentirá satisfeito.

Fezes de gato em caixa de areia

A limpeza é essencial para o gato usar a caixa de areia. Eles gostam de ter areia limpa e fresca, então coletar suas fezes e mudar o substrato frequentemente é muito importante.

Para escolher quando trocar a areia, devemos observar o que nosso gato faznão é nosso critério de limpeza, mas sim o dele. Se ele achar que está muito sujo, evitará pisar naquele lugar.

Para o gato usar a caixa de areia, não pode haver estresse

Gatos que sofrem estresse podem parar de usar a caixa de areia. Esse estresse pode estar enraizado em muitas causas diferentes, dependerá de cada caso individual.

Uma mudança recente, uma ausência ou um novo membro da família, bem como crianças que não deixam o bichano à vontade, podem ser grandes fontes de estresse.

Houve casos de gatos que pararam de usar a caixa de areia quando havia obras na rua ou em casa: o barulho incomoda e os estressa.

Também é comum que, quando um novo gato é introduzido na casa, um dos dois não use a caixa de areia. 

Devemos ter em mente que, no momento de fazer as necessidades, os animais se sentem muito vulneráveis ​​e, se a relação entre os dois gatos ainda não estiver resolvida, eles não se sentirão seguros para usá-la.

gato na caixa de areia

Quando você suspeitar que seu animal de estimação não usa a caixa de areia por causa do estresse, verifique seu dia a dia para descobrir o que mudou. 

Se há obras na rua, não será possível fazer muito mais do que ter paciência e esperar que eles terminem. Mas em muitas outras situações, você pode incentivar o gato a ter mais paz e tranquilidade.

Doença ou dor

Os gatos são animais propensos a problemas renais e, se ele não está indo para a caixa de areia, você deve considerar se isso é devido a problemas de saúde. 

Se ele também sentir algum tipo de dor ou desconforto, mesmo incontinência, espera-se que ele não possa se aliviar como antes.

Vá a um veterinário se o gato que costumava a usar a caixa de areia, de um dia para o outro, a abandona. 

Isso pode ser o sintoma de uma doença que está se desenvolvendo e apenas um veterinário poderá lhe dar um diagnóstico e um tratamento adequado.

De qualquer forma, devemos saber que é instintivo para os gatos se esconderem e cobrirem seu xixi ou cocô com areia.

Se nosso animal de estimação não está cavando e enterrando, é porque há algo que o incomoda profundamente.

Gatos não entendem a punição: você deverá chegar à raiz do seu desconforto, pois repreendê-lo não vai resolver o problema.