Problemas renais em gatos: sintomas e tratamento

Normalmente, esses problemas estão relacionados à alimentação do felino, portanto, com uma mudança na dieta, isso poderá ser resolvido. Porém, tanto o diagnóstico final quanto a solução são do veterinário.

Problemas renais em gatos são bastante comuns, especialmente naqueles animais mais idosos, que já passaram dos sete anos. A partir desta idade, é comum que os rins passem a funcionar mal, por isso é vital aumentar a frequência de nossas visitas ao veterinário, para que se possa diagnosticar qualquer um desses problemas precocemente.

Problemas renais em gatos

Embora o diagnóstico e o tratamento dessas doenças sejam de responsabilidade exclusiva do veterinário, é importante que os proprietários conheçam os sintomas dos problemas renais em gatos, para que possam levá-lo ao veterinário assim que esses sintomas forem observados.

Juntamente com o fígado, o rim é o principal órgão que se dedica a eliminar os elementos tóxicos do sangue, mas também é vital para a regulação do nível de água do organismo, por isso é muito importante nos processos de desidratação.

Gato bebendo água

Problemas renais em gatos: sintomas mais comuns

Os problemas renais em gatos se apresentam de várias formas, e uma das mais comuns é o aparecimento da poliúria e da polidipsia, dois termos usados ​​por veterinários que significam um aumento no volume de ingestão de água e, consequentemente, na produção de urina, portanto, poderá ser notado por um aumento na frequência de micção.

A perda de peso e de apetite sempre devem ser vistas como um sinal de alerta. São motivos vitalmente importantes para visitarmos o nosso veterinário, juntamente com as alterações comportamentais, como apatia e letargia. Embora esses sintomas possam ser comuns a muitas doenças, alterações na frequência e na consistência da urina podem ser indícios de problemas renais em gatos.

Outros sintomas comuns são os vômitos e a desidratação. Esta última pode ser verificada dando-se um pequeno puxão na pele do animal e observando quanto tempo ela demora para retornar ao seu lugar: se levar mais de um segundo, isso pode significar que o nosso animal de estimação está desidratado.

 Gato na bacia sanitária

Problemas renais em gatos: tratamento

Problemas renais em gatos podem ter várias causas. A doença renal mais comum em gatos mais velhos é a insuficiência renalNormalmente, o tratamento se concentra nos sintomas, já que falamos que os rins estão no limite e precisam manter sua função.

O tratamento desses problemas centra-se na dieta, principalmente por causa da alta desidratação dos animais, já que o rim não concentra bem a urina e elimina boa parte dos fluidos corporais. Portanto, a dieta deve ser mantida líquida, mediante comida úmida enlatada, e é preciso estimular os gatos a beberem mais água.

O teor de proteína da dieta também é importante, uma vez que a produção de ureia é alterada, por isso devemos reduzir a ingestão de proteína e substitui-las pelas de alta qualidade. Em qualquer caso, as proteínas são vitais para os gatos, portanto, essas dietas devem sempre ser preparadas por um veterinário, embora se assemelhe à dieta recomendada para um cão com insuficiência renal.

Suplementos e suporte: problemas renais em gatos

O fósforo deve ser regulado e deve estar em baixa concentração, ou o nosso veterinário poderá fornecer quelantes de fósforo. A suplementação de potássio é outro dos tratamentos aconselhados, juntamente com o controle da hipertensão.

Possíveis vômitos também devem ser tratados com antieméticos e até mesmo o uso de vasodilatadores é possível, o que trará vários benefícios para melhorar a função renal de nosso bichano.

Geralmente, problemas renais em gatos são doenças crônicas que deverão ser tratadas pelo resto da vida do animal, para que ele não piore. Para que o nosso gato tenha uma vida longa, muitas vezes basta termos cuidado com a alimentação de nosso pet, no entanto, os problemas devem ser diagnosticados corretamente e exames periódicos devem ser feitos, daí a importância de aumentar as visitas ao veterinário, se você tiver animais idosos.

Recomendados para você