Existem cachorros vegetarianos?

Mesmo que nos pareça estranho, em muitos países, existem cães vegetarianos. O maior índice de cães que são obrigados a seguirem esse tipo de alimentação se encontra nos Estados Unidos e no Reino Unido. Faz bem para um animal de estimação seguir a mesma dieta ou filosofia do seu dono? Neste artigo, iremos tratar disso.

Donos vegetarianos, cachorros vegetarianos

Um animal de estimação não escolhe sozinho comer esse ou aquele alimento, a menos que ele não goste de determinada comida. Podemos partir do pressuposto de que, por natureza, os cachorros são onívoros e os gatos são carnívoros. Os especialistas em Nutrição Animal sugerem que não podemos deixar de oferecer aos nossos animais de estimação todos os nutrientes que precisam, por mais que os donos não os consumam.

Fisiologicamente falando, os dentes dos cachorros estão adaptados a cortar, arrancar e estraçalhar carne ou animais. Eles não têm dentes molares, ou seja, dentes feitos para o consumo de vegetais.

Quanto ao aparelho digestório, o seu estômago foi concebido para digerir carne, inclusive, crua, mas não conta com sucos gástricos que façam a digestão de vegetais.

Aquelas pessoas que, por diferentes motivos, decidiram seguir uma dieta vegetariana, provavelmente, estabelecem as mesmas restrições para si e para os seus animais de estimação. Além disso, em países onde vivem muitas pessoas que não consomem carne, existe ração vegetariana ou até mesmo vegana.

No entanto, oferecer ao cachorro uma alimentação carente de certos elementos (sobretudo carne) pode ser um grande erro. Essa decisão reflete um hábito conhecido como “humanização”. Nesse caso, os donos consideram seu animal de estimação uma pessoa, que, consequentemente, deve seguir a mesma dieta que eles.

Na alimentação do cachorro ou do gato, existe uma tendência a misturar conceitos. Não se trata dos desejos ou da filosofia do dono, mas sim das necessidades reais dos animais. É curioso como os donos decidem o que o seu animal de estimação pode ou não comer, exclusivamente, de acordo com sua própria concepção e não depois de buscar informações sobre esse tipo de alimentação com aqueles que conhecem do assunto (por exemplo, os veterinários).

O que os médicos dizem sobre os cães que são vegetarianos

Por hora, não existem estudos que demonstrem de forma taxativa que a alimentação vegetariana para um animal pode fazer bem ou mal. Mesmo sendo possível oferecer esse tipo de dieta ao cachorro e não causar nenhum mal à saúde dele, isso não quer dizer que esse hábito alimentar é o melhor para o cachorro.

Ao escolher a ração do cachorro, é fundamental que ela forneça todas as vitaminas e demais nutrientes necessários à sua vida. Um cachorro pode, então, seguir uma dieta sem carne, desde que seja combinada e complementada por suplementos que lhe proporcionem os nutrientes que os alimentos de origem vegetal não possuem.

É muito importante que a pessoa que decidir que seu cão se tornará vegetariano faça uma visita ao veterinário. O médico poderá indicar qual tipo de ração trará mais benefícios para ele e quais verduras ou frutas o cachorro pode consumir. Além disso, se estiver em alguma fase especial da sua vida (gravidez, velhice, doença), ele deve voltar a ter um hábito alimentar onívoro.

Fique de olho nos cães vegetarianos

Autor: Miss Chien

Além disso, devemos levar em consideração que um cachorro não pode se tornar vegetariano da noite para o dia, como pode ter acontecido com o seu dono. Os animais se apegam muito aos seus hábitos cotidianos e precisam modificar seus comportamentos de forma gradual. Portanto, você pode ir retirando a carne pouco a pouco ou sempre oferecer mais vegetais, arroz, etc.

Você também deve levar em conta que, provavelmente no começo, seu cachorro não vai aceitar a nova alimentação, porque sentirá falta da carne. Se todos os dias ele comia pedaços de carne bovina, de frango ou de peito de peru e, de repente, se depara com um prato de cenouras, acelgas e abobrinhas, talvez não ache esse sabor “familiar”. Por isso, se você quiser que seu animal de estimação se torne vegetariano, deve introduzir na sua mente a mudança alimentar de forma paulatina e compreender que, se ele não gostar da comida atual, é porque não compreende por que ela mudou.

Se você não come carne, pode oferecer ao seu animal de estimação ração que a contenha, sem necessidade de consumi-la você mesmo. Por mais que isso se trate de sua filosofia de vida, o seu cachorro não tem que pagar pelas consequências de sua escolha. Veja se, ao mudar a dieta, ele ficou mais cansado, com menos energia ou sem forças. Isso pode ser um sinal de que lhe faltam nutrientes que os vegetais não são capazes de proporcionar.