Finalmente estão proibidas as corridas de cachorros

Os cães têm sido usados para muitas finalidades positivas. É o caso de terapias; crianças com autismo; detecção de câncer ou doenças; como cães-guia e muitas outras. No entanto, e infelizmente, também os empregaram com finalidades não tão boas. Agora, observamos brigas e corridas de cachorros.

Diferentes organizações lutaram durante anos para erradicar essas ações. Até hoje, não se conseguiu muita coisa, pois, apesar dessas práticas serem punidas pela lei, nem sempre é fácil encontrar os culpados. Entretanto, chegou aos nossos ouvidos uma excelente notícia que não podíamos deixar de compartilhar com você. Finalmente, estão proibidas as corridas de cães!

Finalmente conseguiram proibir as corridas de cachorros

Especificamente essa notícia fala sobre a Argentina, um país onde são comuns as corridas de galgos. Depois de numerosos protestos e petições por parte dos cidadãos, o governo decidiu examinar a possibilidade de analisar mais detidamente esses assuntos.

Decidiu-se realizar uma votação a favor ou contra essa cruel ação por parte de muitas pessoas. No entanto, a decisão não foi fácil, inclusive, gerou revolta em frente ao Congresso.

Por um lado, os ativistas a favor da proibição dessas corridas chegaram muito cedo para fazer o chamado processo de vigília, enquanto que os que estavam contra a proibição também quiseram fazer o mesmo. Esses últimos, conhecidos como “galgueros” são os que controlam o negócio das corridas.

Não há muito o que explicar sobre o que aconteceu minutos depois. Começou uma longa troca de insultos, gritos e, inclusive, empurrões. A situação chegou a tal ponto que a polícia teve que intervir na situação, para que não houvesse um banho de sangue. Já sabemos que, quando um defende o quer, o faz com unhas e dentes.

Em relação a esse tema, não foi diferente. Muitos se abstiveram de votar. Os que eram contrários à proibição (talvez, porque se beneficiavam das corridas) lutaram para mudar a opinião dos outros.

No entanto, a vitória foi arrasadora: 132 votos a favor em relação a 23 abstenções, estabelecendo que as corridas de cães seriam proibidas em todo o país.

Quais serão as penalidades impostas?

A lei, redigida pela senadora da Coligação Cívica, proíbe as corridas de cães de qualquer raça. Não importa se são os Galgos ou não. Aqueles que quiserem burlar a lei e organizarem essas corridas enfrentarão penas de prisão que variam entre 3 meses e 4 anos. Além disso, multas de 4.000 a 80.000 dólares.

As organizações sem fins lucrativos que lutaram para conseguir isso estão comemorando. Uma delas, a Proyecto Galgos, explicou a necessidade de conseguir com que essas corridas fossem declaradas ilegais e que fossem criadas penas de prisão e econômicas para quem as realizasse. Isso foi o que afirmaram, segundo alguns jornais locais:

“As corridas são um negócio no qual os Galgos são um produto que se usa para obter lucros milionários, tanto na forma de prêmios quanto em apostas e vendas de tratamentos.”

“Os Galgos ficam presos dentro de canis, na escuridão total, como uma forma de amansar a personalidade deles. Os galgueros os prendem com cordas e os fazem correr pela rota traçada, onde os cães caem ou se queimam. Aos 6 meses, começam a lhes dar drogas para que sejam melhores velocistas. Essas drogas contêm estricnina, arsênico, efedrina, Viagra ou esteroides. Dez minutos antes de sair para correrem, aplicam-lhes uma injeção final. Ela é aplicada no pescoço ou no peito do animal, e pode conter metanfetaminas e até cocaína na forma líquida com vitaminas”.

De acordo com a veterinária Andrea Diratchette: “depois de um domingo de corridas, recebemos cães com fraturas, problemas sistêmicos, paradas cardíacas e mortes súbitas. Os que se machucam são submetidos a cópulas forçadas. Levantam os cães e, embora estejam fraturados, os fazem copular de qualquer maneira”.

Sem dúvida alguma, depois de ler esses comentários fica claro que proibir as corridas de cães era algo urgente. Aqui, ficamos muito felizes que tenham conseguido essa proibição!

Recomendados para você