Guia para curar as feridas de seu animal de estimação

· julho 5, 2017

Quando vão para a rua ou brincam no jardim, nossos animais de estimação podem sofrer lesões e, com isso, se ferir. Nós podemos fazer muito para ajudá-los. O principal é estarmos preparados, sabendo como curar as feridas que possam ter.

Em casa, ele pode se chocar com alguma coisa ou se arranhar com algo, na rua, pode acontecer a mesma coisa, além disso, pode acontecer de outro cão poder mordê-lo ou machucá-lo também. Embora o mais recomendável seja procurar um veterinário, se a ferida não for muito profunda, podemos curá-la em casa.

Como  fazer para curar as feridas de nosso cão em casa

Obviamente, para poder curar uma ferida de nosso animal de estimação em casa, primeiro, devemos saber quais passos seguir e como fazer esse procedimento. Por onde começar? Vamos contar a você!

Saber quão grave é a ferida

Esse é o primeiro passo que devemos seguir. Uma ferida muito profunda ou grave demais tem que ser tratada por um veterinário.

Para saber como fazer isso, é necessário analisar a ferida. Apesar disso não ser fácil com todos os cães, pois nem todos são calmos e ficam quietos para que façamos o procedimento.

Se, por causa do sangue, você não puder ver sua gravidade, pegue uma gaze e aperte um pouco a área, para estancar a hemorragia. A gaze absorverá o excesso de sangue. Assim, você poderá ver a profundidade da ferida e agir de acordo com a necessidade.

Limpe a área

É possível que, para fazer isso, você tenha que cortar o pelo ao redor da ferida dele, mas faça isso com cuidado para não machucar o animal.

Lave a ferida primeiro com água e sabão para tirar a sujeira e as bactérias que possam ficar nela. Se possível, use água morna, porque facilitará seu trabalho.

Desinfete o ferimento

Chegou o momento de aplicar algum produto tópico para desinfetar a ferida. Depois de lavar com água e sabão, coloque gelo para que a área desinflame e para que fique menos dolorida e, assim, causar menos incômodo ao animal. Não se esqueça de fazer isso usando gelo envolvido em um pano.

O melhor é que se use iodo. Nunca aplique álcool, porque vai arder e é possível que o animal tenha alguma reação.

Depois, faça uma mistura de quantidades iguais de água e iodo e aplique com uma gaze. A gaze é a melhor opção, pois não deixa resíduos e é limpa. Aplique essa mistura sobre a ferida três vezes ao dia.

Além disso, você pode usar pomadas, se o animal suportar. Isso acelerará a sua cura e a sua cicatrização. Para saber qual é a melhor para seu animal de estimação, fale com o veterinário, que aconselhará você sobre o melhor produto e lhe dará instruções para que ele não lamba a medicação.

Deixe a ferida arejada, mas protegida

Normalmente, as feridas não devem ficar abafadas para que se curem, pois cobri-las faz com que cocem e não traz nenhum benefício.

Dependendo da parte do corpo em que haja o ferimento, será preciso impedir que o cão lamba ou arranhe essa área. Para fazer isso, podemos pedir ao veterinário que coloque um “colar elisabetano” que não lhe permite tocar nas feridas.

Curar as feridas de nosso cão em casa não é complicado, se soubermos como fazer isso. Apenas siga nossos conselhos e verá que tudo ficará bem. Apenas se lembre que esses conselhos são para feridas leves. Se a coisa se agravar ou se for mais séria, o melhor a se fazer é que procurar um veterinário e que seja ele quem trate o seu animal de estimação.

Use produtos, sejam desinfetantes ou cremes, que não causem ardor no animal, pois isso somente vai aumentar o seu sofrimento.