Kitten Lady: a mulher que salva centenas de gatinhos

Hanna Shaw, conhecida nas redes sociais como Kitten Lady, dedica sua vida a salvar gatinhos órfãos. Em sua casa, já passaram mais de 100 gatinhos que logo encontram uma família definitiva. Ela colabora com várias entidades de proteção animal, que lhe avisam quando recebem uma chamada. Depois, ela faz o resgate de um dos animais mais vulneráveis de nossas cidades.

Atualmente, Kitten vive em sua casa nos arredores de Washington DC com seu namorado, um fotógrafo profissional de gatos, três felinos permanentes (Coco, Eloise e Haroun, que se mudou junto com o namorado) e gatinhos temporários que alimenta com mamadeira.

Mas Kitten Lady não só salva os gatinhos que estão em sua casa. Ela também ensina ao resto do mundo como cuidar deles se os encontramos abandonados.

Os gatinhos filhotes – que precisam de leite – são um dos grupos de animais que mais são sacrificados em refúgios e abrigos. Antes de chegar a um mês e meio de idade, eles não conseguem comer sozinhos. Com a falta de trabalhadores qualificados ou disponíveis, os recém-nascidos chegam sem uma mãe que cuide deles e acabam morrendo.

O trabalho de Kitten Lady

Por isso, Kitten Lady decidiu dedicar sua vida a salvar os pequenos que não eram cuidados por ninguém. Começou alimentando e cuidando dos gatinhos que tinha em sua casa. Mas as pessoas começaram a pedir informações para poder cuidar dos gatinhos elas mesmas. Assim, ela começou a ensinar a como salvar gatinhos órfãos.

Kitten Lady cuidando de um gatinho órfão

Fonte: Facebook de Kitten Lady

Agora, Hanna Shaw ensina ao resto do mundo a dar mamadeira a gatinhos recém-nascidos, a ajudá-los fazer suas necessidades, a acompanhar seu crescimento e lhes dar atenção veterinária básica quando precisem… Ela também nos mostra como fazer que os pequenos fiquem à vontade, felizes e seguros em nossas casas. Isso tudo antes que sejam independentes e possam encontrar uma adoção permanente.

“Coco foi a gata que começou tudo. Um dia, eu estava sentada em um parque na Filadélfia olhando as árvores, quando, para minha surpresa, vi um olhinho me olhando de volta. Olhei melhor e me dei conta de que estava olhando para um gatinho muito pequeno (com infecção ocular). Não pude acreditar. Depois de escalar a árvore para ajudar, coloquei ela na minha camiseta, desci da árvore e minha vida mudou. Estou resgatando gatinhos órfãos desde então e Coco está do meu lado esse tempo todo.”

-Kitten Lady-

Formação

Kitten Lady está presente em muitas redes sociais, onde mostra como evoluem os gatinhos que estão sob seu cuidado. No entanto, além disso, ela tem um site detalhado onde explica passo a passo como podemos ajudar a salvar órfãos em nossas cidades ou nossas casas. Como se não fosse suficiente, seu canal no Youtube tem muitos vídeos tutoriais sobre como atender a todas as necessidades dos gatos mais vulneráveis.

Hanna dá cursos a entidades protetoras de animais na América do Norte. Faz isso para formar centenas de voluntários e profissionais para poderem se adaptar e deixar de sacrificar gatinhos bebês. Ela lhes ajuda a melhorar suas instalações e a se adaptar às necessidades do menores. Também forma e recruta casas de acolhida em todas as cidades que visita.

Munay, a gatinha peruana

No verão de 2017, Kitten Lady estava de férias em Machu Picchu quando escutou o choro de um gatinho. Foi seguindo o som e encontrou uma gatinha muito pequena, com quem as crianças estavam brincando. Convenceu as crianças a lhe entregarem o bichinho, e apenas 48 horas depois, conseguiu voltar aos Estados Unidos com Munay – nome que deu para a pequena.

Munay, a gatinha peruana, atualmente vive em uma casa permanente com um gato, seu irmão mais velho. No entanto, apesar de ter viajado tão jovem, ela não se esquece de suas raízes. Assim, Munay tem ajudado a arrecadar dinheiro para entidades protetoras de animais, e já doou milhares de dólares para que possam seguir salvando gatinhos no Peru.

Kitten Lady com um filhote de gato preto

Fonte: Facebook de Kitten Lady

Chloe: a gatinha que não conseguia andar

A última grande história de Kitten Lady é protagonizada por Chloe. Nossa protagonista havia ido a uma das entidades protetoras de animais com as quais colabora para resgatar um órfão que havia aparecido sozinho. Assim, lhe entregaram Chloe. A felina era um pouco maior do que as que geralmente Kitten Lady recolhe. No entanto, tinha uma particularidade que a tornava especialmente vulnerável: suas patas de trás eram paralizadas.

Sem saber com certeza o que acontecia com a gatinha, Hannah levou Chloe para casa. Depois de várias consultas com veterinários, especialistas e de vários exames, constatou-se que a gata não voltaria a caminhar. No entanto, com sua particularidade, nos mostrou como devemos amar a cada um dos seres vivos, conhecendo suas virtudes e seus defeitos. Chloe não pode caminhar, mas é uma gata muito vivaz, inteligente e independente.

Chloe, assim como Munay, ajudou a conseguir dinheiro para salvar outros gatos com o mesmo problema que ela. Além de pagar a terapia de outros dois ou três gatinhos paraíticos, Kitten Lady fez vários vídeos e dá aulas de como cuidar de gatos com este tipo de problema.

Chloe salva vidas!

Os gatos recém-nascidos são muito vulneráveis, e sem uma mãe para cuidar deles, ou uma pessoa que saiba fazer isso, estão condenados a morrer, mesmo estando em entidades protetoras. Kitten Lady nos mostrou que é possível salvar centenas de gatinhos, lhes dedicando poucas horas do dia. E com sua dedicação e trabalho, ela consegue.

Fonte das imagens: Facebook de Kitten Lady.

Recomendados para você