Limpadores naturais para o seu aquário

10 Janeiro, 2021
As algas podem ser um problema comum e recorrente em qualquer aquário plantado. Felizmente, existem vários animais capazes de manter essa praga sob controle.

O aparecimento de algas no aquário é um fenômeno temido por qualquer aquarista, já que a aparência imaculada e cristalina de um aquário plantado pode ser ameaçada por uma série de manchas verdes ou marrons, que ocupam diversas superfícies.

Desde os cristais até as pedras, assim como os galhos e as decorações desse pequeno ecossistema, nenhum elemento em contato com a água está a salvo do desenvolvimento de algas. Sem dúvida, é um problema puramente estético, visto que os peixes não se importam muito com a presença de algas ao seu redor.

Apesar disso, além dos produtos preparados que estão à venda para a erradicação dessa “praga”, também existem vários limpadores naturais que devoram essas algas irritantes sem alterar os parâmetros naturais do aquário. Você quer descobrir quais são eles? Caso positivo, continue lendo.

Por que aparecem algas no aquário?

Antes de listar esses limpadores naturais, em primeiro lugar é fundamental saber por que as algas aparecem, pois, como se costuma dizer, é sempre melhor prevenir do que remediar. Vários portais especializados em aquarismo listam os seguintes motivos:

  • Alimentação excessiva dos peixeso excesso de nutrientes no meio aquático pode causar uma explosão de algas, fenômeno conhecido ecologicamente como eutrofização.
  • Troca de água pouco frequente: mais uma vez, a matéria orgânica estagnada não será uma fonte de alimento para os peixes, e sim para as bactérias decompositoras e, posteriormente, para as algas. Uma limpeza semanal do fundo do aquário pode evitar esses tipos de pragas.
  • Excesso de peixes: um número excessivo de habitantes no aquário tem como resultado uma produção exagerada de excrementos. Infelizmente, diversos microrganismos patogênicos e algas usam essa matéria em decomposição como fonte de energia.
  • Luz solar direta ou um ciclo de luz artificial inadequado: as algas são plantas fotossintéticas, por isso podem aproveitar uma quantidade excessiva de luz para proliferar excessivamente.

É necessário destacar que aquários recém-construídos geralmente têm uma maior tendência ao aparecimento de algas, já que o equilíbrio ecológico não ocorre até 2-3 semanas após a introdução de todos os integrantes. Agora que já revisamos as possíveis causas das pragas de algas, vamos ver quais são os limpadores naturais que podem ajudar a erradicá-las.

Limpadores naturais para o seu aquário

Peixes limpadores

Os peixes limpadores sempre são a melhor opção para manter as algas sob controle, pois não podem se tornar uma praga potencial – como acontece com os caramujos, por exemplo. Apesar disso, só podem ser considerados para a limpeza de aquários grandes, ou seja, com cerca de 50 litros para cima. Vejamos dois exemplos.

Os cascudos

Os cascudos (Hypostomus plecostomus) são peixes tropicais muito difundidos no mundo do aquarismo, pois se alimentam de algas e detritos orgânicos de forma eficaz. O maior problema dessa espécie é o tamanho que atinge: um adulto pode facilmente chegar a 30 centímetros na idade adulta.

Portanto, a sua presença em aquários com menos de 250 litros de volume não é recomendada. As coisas se complicam um pouco mais se levarmos em consideração a sua territorialidade, pois é totalmente desaconselhável colocar mais de um exemplar por aquário.

Esses peixes são muito resistentes, pois suportam temperaturas de 22 a 29 graus e uma ampla faixa de pH.

Limpadores naturais para o seu aquário

O cascudo ancistrus

Ancistrus é um gênero de peixes de água doce relacionado aos cascudos, já que ambos pertencem à ordem dos siluriformes. A diferença essencial entre as duas espécies está no tamanho que o ancistrus atinge, já que esses peixes não costumam ultrapassar 15 centímetros em cativeiro.

Por isso, eles são limpadores adequados para aquários menores, com cerca de 80 litros de volume ou talvez um pouco menos. Apesar disso, não são considerados animais tão resistentes, pois requerem temperaturas mais fixas – 25 ou 26 graus – e parâmetros hídricos mais específicos.

Limpadores naturais para o seu aquário

Invertebrados

Sem dúvida, em um aquário pequeno, os únicos limpadores naturais possíveis são os camarões e os caramujos. Os camarões sempre são uma opção melhor – já que não podem se tornar uma praga – mas, infelizmente, são muito delicados e podem se tornar presas de alguns dos peixes do aquário.

A seguir, vamos apresentar uma lista de caramujos de água doce que podem manter as algas do seu aquário sob controle:

  • Neritina natalensis ou caramujo zebra: excelente comedor de algas, muito fácil de manter.
  • Neritina cornuda: semelhante ao anterior, mas de tamanho menor e com espinhos na concha.
  • Anatome helena: um caramujo assassino que mantém controladas as pragas de caramujos herbívoros.

Existem muitos outros exemplos de invertebrados limpadores. Basta uma única busca na internet para encontrar diversos guias sobre as espécies mais comuns, mas todas elas são uma boa opção por causa do seu baixo custo e resistência.

Limpadores naturais para o seu aquário

Uma solução natural

Conforme foi visto, existem várias opções disponíveis para lidar com uma infestação de algas no aquário. Ainda assim, os peixes que mostramos sempre serão uma opção melhor em um aquário com volume suficiente, pois não poderão se tornar uma praga.

Além de belos e interessantes por si só, esses animais também fazem um trabalho de limpeza essencial sem perturbar o ritmo natural do ecossistema do aquário.

  • Algas en el acuario, zooplus magazine. Recogido a 12 de octubre en https://www.zooplus.es/magazine/peces/cuidado-del-acuario-y-tratamiento-del-agua/algas-acuario
  • Ancistrus, todosobreacuarios.com. Recogido a 12 de octubre en https://todosobreacuarios.com/ancistrus/