Macaca que adotou um filhote de cão na África

Março 3, 2017

Cada vez mais sabemos de histórias de relações entre animais que podem nos parecem raras, por se darem entre duas espécies muito diferentes. Temos ouvido sobre patos com cães, gatos com ursos, ouriços com cães e muitas outras mais. Hoje, falaremos de um macaco que cuida de cães. Sim, muito maternal, não acha?

Dizemos maternal porque o macaco que cuida de cães é uma fêmea. Há um vídeo que compartilharemos no final do artigo que mostra isso. Contaremos a você essa história.

A história do macaco que cuida de cães

Na verdade, esta macaca cuida de um cão, e por alguns motivos muito lógicos. Essa primata vive na África, lugar onde há muitos de sua espécie. Mas também neste continente se abandonam muitos animais de estimação e animais recém-nascidos.

Pois bem, esta graciosa fêmea perdeu seu bebê. Não sabemos se por uma queda, um golpe ou qualquer outra situação. Não importa que seja um animal, perder um bebê é sempre algo doloroso. Na verdade, não sabemos verdadeiramente como eles enfrentam isso. Mas sem dúvida é uma situação triste e que ninguém, seja animal ou pessoa, parece estar preparado.

No entanto, ainda que esta graciosa fêmea estivesse entrando em uma depressão, seu ânimo mudou quando ela se deparou com um filhote de cão que parecia abandonado. Às vezes parece que o destino brinca conosco, mas também supre as necessidades de todos: a macaca precisava de um bebê, o filhote precisava uma mãe. Assunto resolvido!

A macaca não pensou duas vezes, apanhou ao bebê e o levou consigo, e o bebê não resistiu. Eles têm sido vistos juntos na região onde agora vivem, e dizem que esta macaca é muito maternal. Inclusive o amamenta! Ela faz para ele tudo o que as mães fazem para seus bebês.

Ela o acaricia, cobre-o com seus braços enquanto ele come por medo de que o roubem, o amamenta e protege. Quem poderia negar que ela é uma mãe genial? Uma mãe não é a que pare, mas sim a que ama, protege e cuida. Não é isso o que esta mãe graciosa está fazendo com este filhote? É verdade que eles não são da mesma espécie, mas quem poderia dizer que não são uma família?

“O sangue faz parentes, o amor faz a família”

Todo um exemplo de imparcialidade, de abnegação e amor que todos deveríamos imitar. Não podemos negar que, a cada dia que passa, os animais continuam nos ensinando mais e mais coisas.

Dois animais de espécies diferentes podem ser amigos?

Há perguntas que não precisam de muitas coisas para serem respondidas, e esta é uma delas: sim, é claro que dois animais de diferentes espécies podem ser amigos. E mais, podem ser família, como vimos na história anterior.

Como é possível? Muito fácil. Os animais são movidos pelo instinto, e ainda que isso possa dar a entender que eles não têm sentimentos, não é verdade. O que sim é verdadeiro é que eles sabem absorver e transmitir muito mais sensações do que nós, sem pensarem em preconceitos, racismo ou outros conceitos negativos que nos afastam uns dos outros.

Para um animal, não importa o exterior, importa o coração. Importa o amor, a lealdade e a amizade sem importar se é como ele ou totalmente diferente. A um ouriço, é a mesma coisa ser amigo de um cão, ainda que este pudesse lhe morder, e de um membro de sua mesma espécie. Com o peludo, ocorre o mesmo, ainda que o ouriço pudesse lhe fincar seus espinhos.

Confiam uns nos outros, não pensam em fazer mal ao outro, só em valorizar os bons sentimentos que podem ser transmitidos uns aos outros. Ainda acha que não podemos aprender muito com eles? Quem pensa assim, deveria meditar muito sobre isso.

 Fonte da imagem principal: www.infobae.com

Recomendados para você