Meu cão come plantas, o que faço?

Adoramos ter um jardim bonito ou uma casa repleta de flores… Porém, parece que a relação entre cães e plantas não é como esperamos. Se não quer que apareçam mordidas nas flores ou ver terra espalhada por toda parte, recomendamos que leia este artigo. Daremos alguns conselhos para evitar que seu cachorro coma as plantas.

Por que o cão come as plantas?

Os cães em geral e os filhotes em particular parecem ter um grande amor pelas plantas… Tanto que chegam a comê-las! Talvez não cheguem a tanto, mas podem lambê-las, mordê-las e brincar com elas (sobretudo com as folhas).

Eles adoram explorar matas e gramados, mas também destroçar petúnias, begônias ou margaridas. Sentem curiosidade por elas devido a seu aroma, cor e aparência. Caso tenha cães e plantas, é provável que mais de uma vez tenha xingado seu animal por acabar com suas flores favoritas ou por enfiar o focinho no canteiro do parque.

Cachorro correndo ao ar livre

Para entender por que o animal age dessa maneira, te contamos os principais motivos pelos quais mordem as plantas:

1. Falta de vitaminas

Caso o cão sinta que não possui os nutrientes que necessita, pode buscá-los fora da ração ou comida dada por seu dono. A carência de vitaminas é uma das principais razões que levam os cães a comer plantas.

2. Dores estomacais

Se algo lhe caiu mal (até mesmo as flores que provou no dia anterior), é normal que os peludos busquem a grama como um remédio natural para purificá-los. Essa erva ajuda a acabar com as dores estomacais. Mas, nesse caso, não buscará plantas vistosas, mas matos e arbustos.

3. Tédio

Um cachorro entediado é muito perigoso… Pode destruir um sofá, uma almofada ou um vaso de flores. Para evitar que o cão coma as plantas por esse motivo, dê-lhe mais brinquedos e dedique mais seu tempo a ele.

4. Ansiedade

Caso seu cachorro coma as plantas quando não está em casa, pode ser esteja querendo chamar sua atenção ou esteja passando por um processo de estresse e ansiedade muito forte por causa da separação.

Dicas para evitar que seu cão coma as plantas

Agora que já sabe as razões que levam seu animal a morder suas preciosas plantas e flores, o passo seguinte é evitar que ele mantenha esse comportamento. Preste atenção nestes conselhos:

1. Levante os vasos

Caso tenha várias plantas dentro de casa que estão ao alcance do animal, é melhor que as coloque em cima de um móvel alto ou em um suporte na parede. Também é possível colocar uma espécie de “grade” ao redor da planta, para que nenhum focinho a atravesse.

2. Adestre seu animal de estimação

A ideia é que, desde que o cão chega em casa, o ensinemos as regras de comportamento. Assim evitamos problemas maiores. Deve ensinar que as plantas não são brinquedo, nem comida. Toda vez que comprar uma nova planta, deixe que o cachorro a cheire e entenda que deve manter-se longe dela.

Cães fofos na grama

3. Borrife as plantas com limão ou vinagre

O olfato dos cachorros é o sentido mais importante de todos. Se algo cheira mal ou o aroma é desagradável, provavelmente não se aproximam. Experimente borrifar as plantas com suco de limão diluído em água (uma parte de suco para 3 partes de água), ou com vinagre de maçã (mesma proporção).

4. Limite o espaço do cão

Outra técnica para evitar que o cachorro coma as plantas é não permitir que tenha livre acesso a todas as áreas da casa. Caso tenha vasos na sala, não o deixe ficar ali, sobretudo quando não estiver em casa. Pode usar diferentes barreiras para o manter em só uma parte.

5. Repreenda-o quando necessário

Toda vez que o cachorro morder, quebrar ou derrubar uma planta no chão, deve deixar claro para o animal que aquilo foi um erro. Leve-o aonde estava a “prova do crime” e diga de maneira firme: “Não”. Assim o cão saberá que isso não se faz.

Fonte da imagem principal: Enlazadordecaminos

Recomendados para você