5 nutrientes mais importantes para os filhotes

Os nutrientes são compostos químicos essenciais para a vida. Portanto, no período de crescimento de um filhote é essencial fornecer os nutrientes de que ele necessita de acordo com sua raça e condições específicas.
5 nutrientes mais importantes para os filhotes

Última atualização: 09 Dezembro, 2020

Os nutrientes são componentes essenciais para manter os seres vivos saudáveis ​​e em forma. No caso dos filhotes, eles têm que se alimentar com mais frequência do que os indivíduos adultos. Além disso, sua dieta deve fornecer o número máximo de nutrientes recomendados e nas proporções indicadas.

O que são os nutrientes?

Os nutrientes podem ser definidos como “compostos químicos que fazem parte dos alimentos". Esses compostos são usados ​​pelo corpo para crescer e funcionar adequadamente.

Os compostos químicos que constituem os nutrientes são:

  • Proteínas.
  • Lipídios ou gorduras.
  • Carboidratos.

As vitaminas e os minerais também estão incluídos.

Tipos de nutrientes para os filhotes

Os nutrientes, por sua vez, são divididos em macronutrientes e micronutrientes. Dentro de cada um dos grupos, existem subgrupos de nutrientes, cada um com uma função específica.

Os macronutrientes incluem nutrientes específicos e muito importantes, como proteínas, lipídios e carboidratos. Por sua vez, os carboidratos são subdivididos em simples ou complexos, e os lipídios em gorduras e ácidos graxos. Esse grupo deve ser consumido em maior proporção do que os micronutrientes.

Os micronutrientes ou oligonutrientes é o grupo que inclui vitaminas e minerais, e são essenciais para manter as funções orgânicas ativas. Além disso, devem ser consumidos em menor proporção que os macronutrientes.

Tipos de nutrientes

Nutrientes essenciais para os filhotes

Tanto os macronutrientes quanto os micronutrientes constituem os chamados nutrientes essenciais. No entanto, os valores contribuídos por um e outro não são os mesmos.

Proteína

As proteínas são compostas por unidades menores chamadas aminoácidos. Sua principal função é permitir que o corpo construa e repare tecidos.

Algumas proteínas são chamadas de enzimas e estão envolvidas em reações químicas vitais para processos-chave. Além disso, dentro do conjunto de aminoácidos, estão os ‘aminoácidos essenciais". Como o nome indica, são essenciais e não podem ser sintetizados pelo organismo, por isso devem ser incluídos na dieta alimentar.

Lipídios

Os lipídios são responsáveis ​​pelo fornecimento de energia. Se o corpo não precisar, é armazenado como gordura. Consequentemente, esse acúmulo de gordura leva ao ganho de peso. Portanto, também são chamados de ‘gorduras‘.

Dentro dos lipídios, encontramos os ácidos graxos, alguns muito importantes, como o ômega 3 e o ômega 6. Os ácidos graxos ômega 3 têm propriedades anti-inflamatórias, e os ácidos graxos ômega 6 mantêm uma pelagem forte e saudável. 

Carboidratos

Os carboidratos incluem açúcares, compostos importantes no funcionamento do corpo. A transformação de açúcares complexos em açúcares simples permite a obtenção de energia, que será usada para realizar diferentes processos necessários para o corpo.

Minerais

Os minerais são compostos essenciais para as funções corporais. Os mais conhecidos são o magnésio, o fósforo, o potássio, o sódio ou o cálcio.

A contribuição deve ser a correta, pois a falta ou o excesso pode levar a sérios problemas de saúde.

Vitaminas são essenciais para os filhotes

Normalmente, os alimentos secos ou patês que são administrados aos filhotes incluem os diferentes nutrientes que eles devem ingerir. A administração de vitaminas em excesso pode causar toxicidade e problemas de saúde. Portanto, não é recomendado dar a eles nenhum suplemento vitamínico extra, a menos no caso de ser indicado por um profissional.

Água

A água raramente faz parte das listas de nutrientes. Talvez porque não costuma ser incluída como um verdadeiro nutriente, apesar de ser essencial para a vida.

A água é um elemento fundamental devido à quantidade de funções metabólicas em que intervém. Portanto, não se esqueça de deixar água à disposição dos filhotes.

Como saber qual é a quantidade correta de nutrientes para os filhotes?

Para saber qual é a densidade nutricional a ser administrada aos animais, é necessário realizar estudos específicosEsses estudos geralmente são ensaios de alimentação.

Como saber qual a quantidade correta?

Em resumo, esses ensaios medem a energia digerida e a energia excretada na urina e nas fezes. Ao subtrair a energia digerida da perdida, obtém-se a energia metabolizável, ou seja, a energia utilizada.

A frequência da alimentação varia de acordo com a idade do animal, a raça e o tamanho. Se o filhote tiver entre seis e oito semanas, será necessário alimentá-lo três vezes ao dia.

A partir dos seis meses, ele deve ser alimentado apenas duas vezes ao dia. Essa frequência deve ser mantida até ele se tornar um adulto, embora sofra alterações quando for um cão idoso.

Por fim, é preciso levar em consideração que existem diferentes raças de cães e gatos, cada um com um tamanho específico, portanto, a dieta deve ser adaptada a cada caso. Filhotes de tamanhos diferentes são conhecidos por apresentarem taxas de crescimento diferentes.

Além disso, a fase de alimentação dos filhotes é essencial para o seu correto desenvolvimento subsequente. Por esse motivo, esse período de tempo é crítico e as orientações dos especialistas devem ser sempre seguidas.

Assim, saber quais nutrientes administrar e em qual proporção é essencial para que o filhote se torne um adulto forte e saudável.

Pode interessar a você...
O que é a bi-nutrição para animais de estimação?
Meus AnimaisLeia em Meus Animais
O que é a bi-nutrição para animais de estimação?

A bi-nutrição, também conhecida como alimentação biológica, consiste em misturar dois tipos de alimentos. A seguir, mais detalhes.