O sono dos cães idosos

Os cães mais idosos precisam dormir entre 15 e 18 horas, portanto, um ambiente tranquilo é a chave para não perturbá-los. Uma dieta correta e alguma atividade física moderada, entre outras questões, favorecerão o seu descanso.

Quando os nossos melhores amigos atingem a terceira idade, eles precisam de uma série de cuidados específicos para preservar sua boa saúde. Entre as diretrizes cruciais para uma velhice saudável, devemos prestar atenção especial ao sono dos cães idosos.

Nossos parceiros precisam de uma boa noite de sono para manter um metabolismo equilibrado e viver uma vida longa. A seguir, veremos algumas dicas para cuidar do seu amigo na terceira idade e ajudá-lo a conservar um sono de excelente qualidade.

A importância do sono dos cães idosos

Os cães idosos precisam dormir por muitas horas, assim como os filhotes. Além disso, eles também exigem cuidados específicos com sua saúde e seu sistema imunológico, já que tudo está muito mais sensível. Muitos especialistas concebem a terceira idade como uma regressão à infância, devido às semelhanças que os filhotes e os idosos mantêm.

O sono dos cães idosos é um fator determinante para uma velhice saudável. Os cães mais idosos tendem a dormir entre 15 e 18 horas por dia, com intervalos, e não necessariamente de maneira contínua.

Devemos também ter em mente que cada cão é um ser único, por isso devemos compreendê-lo e respeitá-lo em suas particularidades.

Além disso, é essencial oferecer um ambiente positivo e seguro onde o nosso cão possa descansar em paz e com tranquilidade. Ele deverá ter uma cama limpa e confortável, seu próprio cobertor, se estiver frio, seus brinquedos favoritos e muito amor.

Labrador dormindo

Algumas doenças podem alterar seu comportamento e causar mudanças em sua rotina, o que também prejudica seu sono. Por outro lado, sintomas de depressão e letargia podem levar a um aumento das horas diárias de sono. Em casos de insônia ou sinais de ansiedade, devemos ir rapidamente ao veterinário.

Cuidados essenciais com um cão idoso

Embora o envelhecimento seja um processo natural e inevitável, podemos oferecer aos nossos cães uma velhice confortável e saudável. Para isso, devemos incorporar alguns cuidados específicos e reforçar os bons hábitos em sua rotina. A seguir, resumiremos os três tratamentos fundamentais para um cão idoso:

Alimentação

Depois de completar seus sete anos de vida, nossos cães entram na terceira idade. Nesta fase, os cães experimentam uma redução acentuada no seu metabolismo e, também, perdem uma boa quantidade de massa muscular. Isso resulta não apenas em um comportamento mais sereno, mas também na redução da força e da resistência física.

Sua dieta deve contemplar as necessidades nutricionais e as transformações naturais do organismo. Para manter um peso saudável e prevenir a obesidade, sua dieta deve ser pouco calórica, principalmente evitando carboidratos. Além disso, as proteínas devem ser de alta qualidade e facilmente absorvidas, para facilitar sua assimilação.

Lembramos que é importante ter a orientação de um veterinário antes de fazer qualquer alteração na dieta do seu animal de estimação. Além disso, o profissional pode ajudá-lo a escolher a comida ideal ou descobrir a possibilidade de oferecer um alimento caseiro e natural.

Cão dormindo

Atividade física

Cães idosos não devem realizar atividades de alto impacto, pois suas articulações sofrem um desgaste natural e a massa muscular é reduzida. No entanto, o estilo de vida sedentário não é uma opção para os espécimes mais idosos.

Nossos melhores amigos precisam fazer exercícios regulares para manter sua boa saúde e manter uma vida social positiva, e podemos aproveitar isso para nos divertirmos com eles.

As caminhadas diárias serão muito importantes, mas sua duração e intensidade deverão ser reduzidas. O ideal é fazer duas ou três caminhadas mais curtas, de 15 a 20 minutos de duração. Também é essencial continuar oferecendo brinquedos e jogos interativos para manter a mente de nosso cão ativa e desperta.

Suplementos naturais

Além de uma nutrição de alta qualidade, também é interessante consultar um veterinário sobre o uso de suplementos naturais, vitaminas e minerais. Estes nutrientes ajudam a melhorar o metabolismo e fortalecem o sistema imunológico dos cães mais idosos.

Além disso, os suplementos podem ser muito eficazes na prevenção ou para retardar os sintomas de doenças degenerativas, como a displasia do quadril e do cotovelo. Eles também são recomendados para evitar a perda de massa óssea e preservar a estrutura das articulações.

Respeite suas horas de sono

Como vimos, o sono dos cães idosos deve ser respeitado e não devemos interromper seus períodos de descanso. Será essencial oferecer um ambiente positivo e seguro. Nossos melhores amigos serão mais serenos e não terão mais a hiperatividade de sua juventude. Nesse estágio, eles precisarão contar com a nossa paciência e, acima de tudo, com o nosso carinho.

Recomendados para você