Comportamentos instintivos dos cães: conheça alguns

junho 5, 2018

As raças de cães não se baseiam apenas na estética. A seleção genética nos cães é utilizada para realçar certos comportamentos instintivos a fim de cumprir diferentes tarefas, como o pastoreio e a caça. Esses comportamentos instintivos dos cães são variados e muito mais numerosos do que acreditamos.

Comportamentos instintivos dos cães

Os comportamentos instintivos dos cães são genéticos e podem ser herdados. São comportamentos que surgem sem intenção, pois os cães sabem como fazê-lo de maneira natural. Todos os animais têm em comum o instinto de sobrevivência e alimentação, por exemplo.

No caso dos cães, muitas raças foram criadas para exercer um trabalho. Portanto, cães pastores, guardiões e caçadores não são selecionados por sua estética, mas sim por sua capacidade de desempenhar funções úteis ao ser humano.

Quando os cães que melhor trabalham vão se reproduzindo, criam-se comportamentos instintivos que não podem ser ensinados. O cão já nascerá sabendo fazê-los.

Os cães domésticos continuam capazes de reproduzir esses comportamentos, mesmo que nunca tenham colocado em prática algum deles. Em momentos de estresse, podem chegar a tentar executá-los estando em casa. Ou seja, esses comportamentos são surpreendentes e graciosos, mas se o cão os repete dentro de casa, pode ficar estressado.

Esses são alguns comportamentos instintivos dos cães:

1. Pastoreio

Todas as raças de pastores têm sido usadas, como o nome indica, para o pastoreio. Algumas raças passaram décadas apenas trabalhando com gado, enquanto outras se ocupavam de agrupar e conduzir ovelhas.

Por exemplo, os border collies são capazes de pastorear desde muito filhotes. Com apenas cinco semanas de vida eles podem ser vistos indo atrás do gado e tentando orientar os bois.

Border Collie: um cão pastor

Quando são adultos e estão ansiosos, podem ser vistos conduzindo grupos de crianças em parques, outros grupos de cães e, em casos extremos, animais muito menores, como formigas.

2. Fazer buracos

Os cães terrier são conhecidos por serem os melhores caçadores de ratos, coelhos e outros animais pequenos. Hoje, são ótimos animais de estimação. Porém, os Yorkshire e os West Highland cavavam as tocas para expulsar os habitantes que viviam nelas.

Portanto, os cães terrier tendem a arranhar e fazer buracos. Alguns exemplos claros desses comportamentos instintivos são em casas onde os cães fazem buracos nos jardins e tentam cavar as almofadas do sofá.

3. Cães diferentes, brincadeiras diferentes

A maneira de brincar não é a mesma em cães de raças diferentes. Num parque, cada cão, dependendo de sua raça ou cruzamento, vai querer brincar de uma maneira diferente. Os cães de presa brincam dando cabeçadas e mordidas, enquanto que cães de corrida, como galgos e podengos, irão correr longas distâncias um atrás do outro.

Segundo sua herança genética, os cães pastores tendem a morder as patas de outros cães durante as brincadeiras. Os cães terrier latem com muito mais frequência do que outros tipos de raça.

4. Mudanças na comunicação

Os cães se comunicam por meio de gestos que fazem com partes do corpo, como boca, orelhas, olhos, cauda, etc. Portanto, cães que não podem aproveitar essas partes do corpo reforçam sua comunicação com outras partes que podem usar.

Cães de orelhas caídas, como o basset hound, não podem movê-las para se comunicar. Do mesmo modo, um cão com muito pelo no rosto, como schnauzer, não se comunica bem com a língua e os dentes. Os cães estão cientes de suas dificuldades, conseguindo superá-las através da comunicação com outras partes do corpo.

5. Fazer sinais

Os cães de caça dividem suas tarefas quando estão caçando. Alguns cães fazem sinais para indicar onde estão as presas levantando as patas dianteiras.

Cão cavando: um comportamento instintivo

Quando vir um cão levantando suas patas dianteiras, observe para onde ele está apontando. É um comportamento instintivo de cães sinalizadores. Ele pode estar lhe mostrando algo muito interessante ou isso pode ser um sinal de estresse.

6. Transporte de coisas

Outra função dentro da caça é recolher e entregar a presa. Cães labradores, por exemplo, eram encarregados dessa tarefa. Essa raça e suas semelhantes, como o Golden Retriever, herdaram esse comportamento instintivo surpreendente.

Eles pegam as coisas com a boca com muita suavidade e cuidado. Isso ocorre pois seus ancestrais precisavam transportar as presas sem machucá-las, por essa razão desenvolveram uma mordida suave.

Quando um labrador fica ansioso, ele pega suas coisas e as muda de lugar. Nas casas onde vivem, labradores sempre desaparecem com sapatos, controles de TV ou ursinhos de pelúcia.

Isso ocorre pois seu instinto de transporte está aflorando. Alguns fazem isso por diversão, mas normalmente indica nervosismo ou estresse.

Em resumo, os comportamentos instintivos são ações que os cães realizam sem tê-las aprendido. São comportamentos que dificilmente podem ser ensinados e surgem quando os cães estão nervosos ou estressados.

Em suma, conheça bem a raça de cão que você cria e seus comportamentos instintivos. Dessa forma, você poderá saber quando eles estiverem nervosos ou estressados.