Onde adotar um animal?

novembro 27, 2017

O abandono de animais segue sendo um problema grande no Brasil e em boa parte do mundo, e as associações que resgatam os bichinhos têm muitos problemas para cuidar de todos os animais que estão nas ruas. Por isso, se você decidiu adotar um pet, vai perceber que existem muito lugares onde fazer isso. E a internet geralmente é uma boa ferramenta para se informar sobre os abrigos e entidades protetoras mais próximas da sua casa.

Abrigos e entidades protetoras têm mais oferta que demanda

Com mais ou menos recursos, as entidades que dão apoio a cachorros e gatos de rua realizam várias campanhas para conseguir encontrar um novo lar para seus hóspedes.

Abrigo de cachorros

Se você for a alguns desses lugares, com certeza eles poderão lhe ajudar para que você tome a melhor decisão na hora de adotar um animal de estimação. E se você quer que o animalzinho faça parte de sua vida, é preciso escolher com responsabilidade.

Primeira e principalmente, você precisa saber que será responsável por um ser vivo, e terá que cuidar dele durante muitos anos. Lembre-se que são animais que já foram abandonados, e que não devem passar de novo por uma situação similar.

Por isso, é importante que, ao invés de levar por impulso ou por amor à primeira vista pelo animalzinho, você tenha em conta uma série de fatores para que sua escolha seja acertada.

Se você tomou a decisão de adotar um animal e está se perguntando onde fazer isso, perceberá rapidamente que existem muitas opções. Os abrigos e entidades protetoras geralmente não têm procura suficiente para a grande quantidade de animais que são abandonados.

Assuntos que deve-se levar em conta ao decidir adotar um animal

Se você quer ter uma ideia pré-determinada sobre qual tipo de animal adotar, não deixe de considerar os seguintes assuntos:

  • Quanto tempo você tem disponível para dedicar a ele
  • Se o animal ficará sozinho em casa
  • Sua idade, estado físico e possibilidades econômicas
  • A existências de outros animais no lar
  • A composição da família
  • O tamanho da casa (e se há varanda, pátio ou jardim)

Como você pode imaginar, não é a mesma coisa ter um cachorro grande, um médio, um pequeno ou um adorável gatinho. Ou um cão cheio de energia para gastar e outro que tenha características mais sedentárias. Ou só um, ou dois, ou três. E, no caso dos felinos, sempre é recomendável adotar mais de um.

O que levar em conta quando quiser adotar um animal

A decisão de adotar um animal de estimação faz uma grande mudança na vida. E é preciso dar todo o amor possível ao animal, que sempre será retribuído. Há uma série de responsabilidades que demandam tempo, dinheiro e que envolvem:

  • Visitas periódicos ao veterinário
  • Vacinas e desparasitação
  • Treinamento básico
  • Alimentação de qualidade de acordo com as necessidades do animal
  • Passeios, exercício e brincadeiras
  • Brinquedos e acessórios
  • Higiene
Dona com seu cão

Adoção de animais de rua

Se há muitos lugares para adotar um animal, outra possibilidade é encontrar na rua um animal abandonado e decidir ficar com ele. Nesse caso, recomendamos que você o leve imediatamente ao veterinário para que sejam realizados os controles de saúde mais urgentes.

Também é importante verificar que o animalzinho em questão não tenha donos que estejam lhe procurando. Se o animal tem um microchip, a tarefa é mais simples. Mas nunca é demais dar uma olhada nos cartazes que geralmente estão grudados nos postes e paredes das redondezas, procurando gatos ou cães desaparecidos. Essa é geralmente uma boa ferramenta de difusão.

Se você comprovar que o animal não está sendo procurado por ninguém, é importante pedir ao veterinário que, se não houver, que seja colocado o chip para identificação. Pergunte, além disso, tudo o que você ache necessário para que possa cumprir com êxito os grandes desafios que é ter um amigo de quatro patas.

Como você pode ver, adotar um animal é um grande desafio. No entanto, você com certeza não vai se arrepender da decisão.