Por que meu cachorro não deixa ser tocado?

Se o seu cão não permite que estranhos o toquem, você precisa ajudá-lo a socializar melhor. No entanto, nunca o prive do direito de se retirar de uma situação estressante.
Por que meu cachorro não deixa ser tocado?

Última atualização: 28 outubro, 2021

Todos nós já quisemos pegar no colo algum cachorrinho muito fofo que vimos na rua. Porém, muitas vezes o cão não deixa ser tocado, o que não é algo surpreendente. O que você pensaria se um estranho muito maior pegasse você no colo ou tocasse em você sem permissão?

Embora o ideal seja que seu cão possa socializar com qualquer pessoa de forma positiva, não é aceitável que ele seja forçado a ser tocado por estranhos ou ter seu espaço pessoal invadido. Aqui, vamos mostrar a melhor maneira de agir nessas situações.

Por que não se deve tocar em cães desconhecidos?

Os cães, especialmente quando são filhotes, tendem a se aproximar das pessoas para cumprimentar e pedir atenção. O problema é que nem sempre que se aproximam de um humano desconhecido o objetivo é socializar: por exemplo, às vezes os cães querem inspecionar a pessoa por curiosidade, sem mais pretensões.

É difícil diferenciar esses dois momentos, mas também não é realmente necessário. O que é útil é pensar que, independentemente de o cão querer ou não ser tocado, ele sempre tentará identificar o estranho antes de decidir sobre isso. Portanto, qualquer pessoa que interaja com seu cão deve primeiro se apresentar sem contato físico (é claro).

A linguagem corporal dos cães é muito clara.

Tudo isso nos leva à próxima questão: você não deve permitir que estranhos toquem em seu cachorro, pelo menos não quando eles acabam de conhecê-lo. Por mais dócil e afetuoso que o animal seja, sua resposta ainda é imprevisível se ele se sentir atacado, o que pode provocar um acidente.

A despeito do nível de sociabilidade de um cão, existem certos fatores que tornam a interação com estranhos um evento estressante. Algumas dessas condições são as seguintes:

  • O cão não sabe como socializar adequadamente: se esse for o caso do seu cão, é muito possível que ele não seja capaz de ler os sinais comportamentais dos outros de forma adequada. Existem também cães que não reagem adequadamente a estímulos sociais (mesmo que os compreendam).
  • O canídeo teve uma experiência ruim com estranhos: infelizmente, os casos de maus-tratos contra os animais são numerosos e graves atualmente. É comum que cães marcados por traumas do passado evitem o contato ou o tolerem apenas com seu tutor.
  • O estranho não respeita o cão: pode ser por negligência ou falta de conhecimento, mas o fato é que o cão dá sinais de que não quer ser tocado se o humano insistir.
  • Condicionamento por parte do tutor: algumas pessoas tendem a ser superprotetoras com seus cães, não permitindo que eles interajam com quase ninguém. Os cães são receptivos aos sinais negativos apresentados por seus humanos e acabam aprendendo que é ruim quando alguém estranho se aproxima.

Possíveis problemas em permitir que estranhos acariciem seu cachorro

A melhor coisa que pode acontecer é que o cão se afaste da pessoa e a interação termine. Os problemas surgem quando o animal não consegue escapar, pois aqui aumenta o risco de acidentes como agressões ou fugas. Além disso, esses momentos são fonte de estresse e ansiedade para o cão, emoções que podem se tornar crônicas em um transtorno mental se não forem bem administradas.

É importante saber ler os sinais que o cão dá quando não se sente confortável com a interação. Alguns sinais de ansiedade e estresse incluem o seguinte:

  • Retroceder.
  • Ficar paralisado.
  • Alguns sinais como lamber o focinho rapidamente, bocejar ou virar o rosto são alguns deles.
  • Olhos arregalados, pelo eriçado, orelhas voltadas para trás ou outros sinais físicos de tensão.
  • Grunhidos ou latidos.
  • Nos piores casos, mordidas de marcação de espaço ou agressões.

Como pessoas estranhas devem tocar meu cachorro?

Em primeiro lugar, informe o estranho sobre o estilo de interação do seu cão. Ninguém precisa entender a linguagem canina, então é sua responsabilidade dizer aos outros humanos como proceder e pedir para que parem se não estiverem respeitando as necessidades do animal.

A melhor maneira de lidar com um cão que não deixa ser tocado é deixá-lo ditar o ritmo. A pessoa deve ficar ao lado do cachorro e mostrar o punho fechado para que ele cheire. Não olhe em seus olhos nem faça gestos bruscos: a pessoa deve ficar parada até que o animal acabe de identificar o cheiro pessoal dela.

Depois, se quiser estabelecer contato, o animal é que vai mostrar sua permissão: abanar o rabo, encostar as costas na pessoa ou dar uma lambida, por exemplo. Pelo contrário, se a linguagem corporal do cão indicar rejeição, comunique isso à pessoa e ponha fim à interação.

Uma cadela agressiva com seus filhotes.

O que fazer se meu cachorro não permitir ser tocado?

Se seu cão nunca deixa ser tocado e você acha que conviver com estranhos é um problema para ele, tente solucionar essa questão. Um bom plano é procurar pessoas próximas a você e que conheçam seu cão para ajudar animal a associar gradualmente o contato físico a coisas positivas. Você pode utilizar petiscos, elogios e brincadeiras para facilitar o processo.

Porém, a última recomendação é sempre a mais importante: em caso de problemas graves, procure um especialista em comportamento canino. Cada cão é diferente e, portanto, deve ser feito um plano personalizado para cada animal. Por isso, as recomendações gerais deste artigo podem não ser úteis para o seu caso específico.

Pode interessar a você...
Quais são as raças de cachorro mais carinhosas?
Meus Animais
Leia em Meus Animais
Quais são as raças de cachorro mais carinhosas?

As raças de cachorro mais carinhosas são a escolha perfeita para quem busca um amigo. São excelentes para cuidar das crianças durante seu crescimen...