Por que você deve castrar o seu gato?

A esterilização ou castração de animais domésticos é um sinal de responsabilidade. Além de ser uma forma de evitar a procriação sem controle, e muitas vezes indesejada, freia o abandono. As vantagens de castrar o animal são muitas, levando-se em consideração que isso também ajuda a diminuir os transtornos de comportamento associados ao cio. Por isso, a seguir, veremos alguns motivos que explicam o porquê da castração ser tão importante para os gatos.

Castrar o seu gato é uma boa decisão?

Muitas pessoas têm dúvidas acerca dos benefícios que traz a esterilização do seu animal de estimação. Acreditam que, quando castram o bichinho, ele fica privado de se reproduzir.

Apesar de isso ser verdade, é muito mais importante considerar que essa decisão previne a procriação sem controleos filhotes não desejados e o posterior abandono.

gato de bengala

Os gatos são animais muito férteis, que passam por vários cios ao longo do ano e em cada ninhada pode chegar a dar à luz a até 7 gatinhos. Muitos dois quais, lamentavelmente, acabam morando nas ruas.

Ao castrar o seu gato, você opta por uma atitude responsável frente a capacidade de escolher.

O que é a castração?

A esterilização/castração é um procedimento de rotina para o veterinário que não envolve nenhum risco para o animal de estimação.

A esterilização pode ser feita de diversas formas e é diferente para os machos e para as fêmeas. Consiste no seguinte:

  • Nas fêmeas:

    • Retirada das glândulas sexuais: são extraídos os ovários e o útero. Nesse caso, realiza-se uma intervenção cirúrgica com anestesia geral.
    • Se você não deseja que seja feita a retirada, é possível optar pela ligação das trompas ao interromper a passagem dos espermatozoides.
  • No caso dos machos:

    • Retirada dos testículos mediante intervenção cirúrgica.
    • Caso você não queira optar pela primeira opção, é possível fazer uma vasectomia, na qual cortam as vias espermáticas.

Existem diferenças com relação a esses métodos, tanto nas fêmeas como nos machos. No caso dos machos, é extraída tanto a capacidade reprodutiva como o cio, pois são retirados os seus órgãos sexuais. Enquanto que com a segunda opção (através da ligação das trompas e vasectomia), os órgãos se mantêm e só há o fim da capacidade de reprodução.

Se o que você está procurando é evitar os comportamentos associados à época do cio, o ideal é escolher a extração dos órgãos. Esses comportamentos são aqueles casos de marcação de território, uivos ou brigas, entre outras.

Vantagens de castrar o seu gato

  • Você evita a gravidez indesejada.
  • Você ajuda a controlar a população de gatos e evita o abandono, e tudo que é associado a ele.
  • No caso do macho castrado, ele deixa de praticar a marcação de território com a urina durante a época reprodutiva.
  • Para a fêmea castrada, desaparecem os comportamentos próprios do cio, tais como os uivos. 
  • Tanto as fêmeas como os machos estabilizam o seu comportamento. Eles ficam mais tranquilos, pois desaparece a ansiedade e o nervosismo veiculado à busca por emparelhamento e mudanças hormonais.
  • Reduz-se os problemas de saúde ligados aos órgãos sexuaisNo caso das gatas, os riscos associados ao parto e aos problemas no aparelho reprodutivo, assim como tumores no útero e nas mamas. Já nos machos, diminui-se o risco de sofrer doenças na próstata e nos testículos.

Quando deve ser realizada a castração?

Como relação a esse ponto existem diversas opiniões e, por isso, o ideal a ser feito é consultar o seu veterinário.

As posturas mais tradicionais consideram que a idade ideal para a castração é depois do primeiro cio, por volta dos 6 a 8 meses de idade. 

gato com veterinário

No entanto, hoje em dia, muitos veterinários aconselham castrar o gato antes desse período, ou seja, entre 4 a 5 meses de idade. Dessa forma, evita-se o perigo de uma gravidez surpresa e os comportamentos associados ao cio.

Porém, é possível realizar o procedimento (tanto a opção cirúrgica quanto a não cirúrgica), em qualquer idade do animal. Inclusive, se o seu bichinho de estimação já for um adulto e já tiver tido filhotes.

Cuidar do sobrepeso

Um temor que muitas pessoas têm com relação às consequências da castração, está ligada ao sobrepeso. Por isso, como as necessidades nutricionais do gato se modifica, o cuidado passar a seu com relação ao controle da sua alimentação. Comprar alimentos especiais para animais castrados e oferecer-lhes uma comida equilibrada com o devido monitoramento é suficiente para evitar o sobrepeso.

Portanto, castrar o seu gato traz muitos benefícios. Para o seu bichinho de estimação, os riscos de saúde diminuem. Já para a família, evita-se a gravidez indesejada e os comportamentos inadequados. E para os vizinhos e para a comunidade, consegue-se controlar a proliferação de animais nas ruas.

Fonte da imagem principal: Len Smith

Recomendados para você