Prague Ratter, um cão muito pequeno

· fevereiro 22, 2017

Nós não estamos falando de um roedor que aparece nas ruas da capital da República Checa, mas sim de uma pequena raça de cachorros, o Praga Ratter, o menor cão do mundo.

Uma breve História do Praga Ratter

A origem deste animal remonta à Idade Média. Em palácios e castelos da área da Boemia (agora, a República Checa) era uma raça muito popular. Estava geralmente presente em todas as solenidades da aristocracia. Dizem que seu nome deriva da sua função primordial: caçar ratos e outros roedores em fazendas. Acredita-se também que é originário do cruzamento entre um Doberman e um Chihuahua. Mas alguns criadores dizem que a raça que deu origem ao Praga Ratter foi o Toy Terrier Inglês.

Reis, príncipes e outros em importantes posições tinham esse cão como um símbolo de status. Tanto é assim que o príncipe Vladislav II o ofereceu como um presente para a monarquia e a nobreza de diferentes partes da Europa.

Outros membros da corte que demonstraram devoção ao Praga Ratter foram Karel IV de Praga e Boleslav II, da Polônia. Ele certamente se tornou um cão popular nas casas reais. E, assim, passou a estar também presente nas casas dos cidadãos “comuns”.

A popularidade do Praga Ratter caiu com o desenrolar das guerras mundiais. Ele acabou sendo rejeitado em exposições, por ser considerado “muito pequeno”. Durante décadas, ficou anônimo mas, misteriosamente, sobreviveu. Em 1980, após pressão dos aficionados, ele ressurgiu depois de um novo cruzamento: desta vez com um pequeno terrier russo. Hoje podemos vê-lo em qualquer lugar do mundo.

Características do Praga Ratter

praga-ratter-2

Fonte: Томасина

Também chamado de ratlik Praga ou sernochka, é um cão miniatura originário da República Checa. Considerada a menor raça do mundo (em termos de altura máxima, os Chihuahuas são os menores em termos de peso).

É muitas vezes confundido com o Pinscher miniatura (2 cm maior que o Praga Ratter). Seu manto é composto de pelos muito curtos, pretos bem brilhantes. Mas alguns têm pelos castanhos no focinho, pernas e tronco.

Tem cabeça em forma de pera – bochechas ligeiramente salientes, olhos escuros e um pouco inchados. O corpo é curto, forte, bem musculoso e reto. Ele mantém as orelhas sempre em linha reta, como se estivesse continuamente atento ou em posição de alerta.

A altura média é de 20 a 22 centímetros e pesam entre 1,5 e 3,5 kg, 2,6 kg, sendo esse seu peso ideal. O Praga Ratter tem uma expectativa de vida de 13 anos.

Personalidade do Praga Ratter

Em termos de personalidade, esta raça é conhecida por ser muito animada e ativa. Tem muita energia, coragem e está sempre pronta para brincar. O Praga Ratter é muito social (principalmente com pessoas) e cria laços muito fortes com seus proprietários.

É um cão extremamente inteligente, que pode aprender truques, ordens e jogos em um curto espaço de tempo. É essencial que ele faça caminhadas todos os dias. Você também precisa educá-lo com responsabilidade e brincar ativamente com ele.

É um cão muito obediente, carinhoso e muito apegado a sua família. Não é recomendado para casas onde não há ninguém por várias horas, uma vez que ele irá se deprimir facilmente. Na idade adulta, torna-se calmo, relaxado e tranquilo, mas sem deixar de lado sua vida social e afetiva.

Por ser um cão de tamanho minúsculo, deve-se ter muito cuidado ao brincar ou andar com ele. No caso de famílias com crianças, é preciso ser cauteloso para evitar que sejam pisados ou que participem de brincadeiras muito bruscas. O Praga Ratter é propenso a quebrar seus ossos e a sofrer luxações de joelho, por ser um pouco frágil.

A dentição é outra questão que deve ser examinada por um veterinário. Quando crescem nele dentes e molares de adulto, nem sempre caem os de “leite”. Quanto aos outros cuidados, estes são semelhante a qualquer raça pequena. A alimentação deve ser proporcional ao seu tamanho.