Problemas de pele em cães e seu tratamento

janeiro 13, 2019

Problemas de pele em cães são muito comuns, embora existam vários e cada um tenha um tratamento diferente. Se você acha que seu cão pode ter um problema de pele, não perca este artigo, que irá explicar o que é e como tratá-lo.

Quais são os problemas de pele em cães

Às vezes, um problema de pele pode ser imperceptível aos olhos, mas pode ser diagnosticado pelo cheiro do seu cão ou por alguns comportamentos que ele não apresentava antes. Estes são os problemas de pele mais comuns em cães:

Sarna

A sarna é uma doença causada por um pequeno parasita, que se aloja sob a pele do seu animal de estimação. Tem um período de incubação de duas semanas, então os sintomas demoram um pouco a aparecer.

À primeira vista, não há nada de perceptível, mas seu cão vai se coçar tanto e de forma tão obsessiva que você não terá dúvidas de que algo está acontecendo.

Além disso, coçar em excesso vai causar prurido e irritações na pele do seu cão, e pode até mesmo vir a sangrar, por causa da intensidade com que ele se coça.

O mau cheiro também pode ser um dos sintomas deste problema de pele em cães.

Cachorro se coçando

Tratamento

O tratamento para a sarna torna necessário ferver tudo o que o animal toca. Se ele está acostumado a ficar na sua cama ou no sofá, as capas e lençóis também devem ser fervidas.

Embora seja verdade que alguns problemas dermatológicos não são visíveis a olho nu, os cães geralmente os demonstram com coceira excessiva.

Além disso, há o tratamento com ivermectina, um medicamento indicado para matar esse tipo de parasita. Banhos e cremes que aliviem os danos causados ​​pelo arranhão também serão necessários.

Parasitas

Parasitas são mais um problema de pele em cães que pode causar danos a ele. Carrapatos, por exemplo, ficam grudados causando feridas, enquanto picam para obter sangue.

Isso fará com que o cão se coce compulsivamente e lesione a pele, causando uma dermatite.

parasitas em cães

Portanto, se você acha que seu animal de estimação tem parasitas, não demore para levá-lo ao veterinário.

Esse profissional poderá fazer uma limpeza e aplicar os produtos necessários para removê-los, além de tratar a pele e prescrever os medicamentos que o animal deverá utilizar para prevenir o seu reaparecimento.

Alergias

Nossos animais de estimação podem sofrer alergias a certos produtos que usamos em sua higiene, ou a alguns alimentos, por exemplo. 

Estas alergias podem se tornar uma dermatite e causar grandes danos à pele do animal e em seu humor, já que ele vai se coçar o tempo todo e isso causa muito estresse.

Ver o seu animal de estimação se coçando demais será o sinal mais claro de que algo não está indo bem.

As alergias geralmente não são sérias, mas, se não forem tratadas, podem levar a problemas maiores.

Então, para diagnosticar se é uma alergia, o veterinário irá realizar alguns exames simples com os quais ele poderá definir o tratamento necessário.

Fungos

Nossos cães se expõem a muitos agentes patogênicos quando saem à rua. Por isso, o fato deles pegarem fungos é algo mais do que normal.

A micose, por exemplo, provoca inflamação e até queda de pelos. Ela ocorre especialmente nas unhas, dentro dos pelos e na pele do animal.

A umidade ou banhos constantes podem causar este problema de pele em cães, portanto, evite dar-lhe banhos em excesso, e seque-o sempre muito bem.

O veterinário lhe dará as diretrizes a seguir e prescreverá medicamentos e loções que irão eliminar os fungos da pele do seu cão.

Além disso, não se esqueça que eles são contagiosos e que você tem que manter o animal longe de outros pets e membros da família.

Porém, como regra geral, se você agir rapidamente, nenhum desses problemas de pele em cães irá se agravar.