Produtos farmacológicos para uma fazenda

Os produtos farmacológicos são utilizados como medida preventiva contra as doenças mais comuns em animais criados em fazendas.
Produtos farmacológicos para uma fazenda

Última atualização: 27 Março, 2019

Toda fazenda requer uma série de cuidados básicos para garantir a saúde dos animais que ali vivem. Entre esses cuidados, destacam-se os produtos farmacológicos, essenciais na prevenção e cura de possíveis doenças.

Os produtos farmacológicos são parte das rotinas básicas de uma fazenda. Para sua escolha e utilização adequada, o proprietário do local deve ter uma ajuda veterinária. Esta deve ser estabelecida legalmente de acordo com o país e da espécie tratada.

Esse tipo de produtos, conhecidos como medicamentos veterinários, têm por objetivo a prevenção e o tratamento das possíveis doenças que os animais da fazenda podem contrair. Principalmente no caso dos animais destinados à alimentação humana.

Classificação dos produtos farmacológicos veterinários

Dependendo de suas propriedades, os produtos farmacológicos podem ser classificados em:

  • Antibióticos, para combater doenças causadas por bactérias, fungos e vírus;
  • Antiparasitários, para prevenir e erradicar a presença de parasitas;
  • Vacinas, elaboradas com micro-organismos mortos, causadores da doença. O objetivo é que o animal gere os anticorpos necessários para combater um futuro contágio.

Sobre o formato e a via de administração, esses medicamentos podem ser:

  • Orais, como é o caso da maioria dos antibióticos;
  • Injetáveis, como acontece com as vacinas;
  • Cutâneos, menos comuns, através de fumigações, etc.
produtos farmacologicos e veterinarios

No que se refere aos antibióticos e às vacinas, a escolha dependerá do estipulado pelo veterinário, de acordo com o animal em questão.

No entanto, em geral, entre os produtos farmacológicos do tipo antiparasitário, que podem ser de interesse de uma fazenda, sobressaem-se:

  • Arpão destinado a combater as pragas de moscas e piolhos. Geralmente é utilizado em fazendas equinas e bovinas. Seu princípio ativo é a cipermetrina e, de acordo com a espécie e peso do animal, se aplicará mais ou menos diluído.
  • Zooveca. Usa-se em fazendas de gado contra moscas, piolhos, carrapatos, ácaros, através de banhos ou passando pelo corpo do animal com mais ou menos concentração, dependendo da espécie.

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento oferece uma série de dicas de boas práticas sobre o uso de produtos farmacológicos em fazendas, tanto para os veterinários quanto para o fazendeiro.

Nesses documentos, mostra-se obrigatório o uso responsável de tais produtos, já que nenhum medicamento, e ainda mais os antibióticos, é totalmente seguro. Eles podem causar alterações no animal e no ser humano como consumidor final.

Outras medidas que devemos ter em conta

No entanto, é preciso ir além dos produtos farmacológicos indicados pelo veterinário de acordo com a espécie e das particularidades específicas de cada fazenda de gado.

higiene e saude da fazenda

O proprietário de cada fazenda deve dar atenção especial a uma série de protocolos referentes à biossegurança das instalações no que diz respeito a: 

  • Qualidade da água. As fazendas devem contar com sistemas de purificação adequados e realizar controles físicos, químicos e microbiológicos de forma periódica. Principalmente, pela contaminação das bactérias coliformes, frequentes nas fezes do porco.
  • Limpeza e desinfecção dos recintos. É fundamental para prevenir, entre outras coisas, a contaminação cruzada entre diferentes “lotes” de animais. Para que ambos processos sejam efetivos, são importantes os produtos químicos e meios mecânicos empregados (utensílios de limpeza), bem como a temperatura e os tempos de atuação.
  • A higiene do pessoal. Deve ser muito estrita, como medida de prevenção a qualquer foco de doença, fora e dentro da fazenda.
Pode interessar a você...
Deslocamento de abomaso no gado: saiba mais aqui!
Meus Animais
Leia em Meus Animais
Deslocamento de abomaso no gado: saiba mais aqui!

O deslocamento de abomaso é uma das alterações digestivas mais comuns em ruminantes. Como o nome sugere, envolve a movimentação do órgão chamado ab...