Reforços positivos e reforços negativos ao punir seu animal de estimação

· fevereiro 15, 2019
A eficácia de um método ou outro tem a ver com a forma como os cães reagem aos estímulos; os cães adotam uma atitude de submissão quando são repreendidos, o que não lhes permite aprender. 

Poderíamos dizer que há duas correntes quando se trata de punir seu animal de estimação: uma positiva e outra negativa. A primeira é baseada nas recompensas e a segunda nos gritos, basicamente. Alguns treinadores dizem que é necessário fazer uma combinação de ambas. Neste artigo, falaremos mais sobre esse assunto.

Educar ou punir seu animal de estimação?

Um cão é um membro da família e, por esse motivo, precisa aprender limites, saber o que pode fazer e o que não pode fazer. A disciplina é fundamental para o animal entender e saber se comportar.

Mas, às vezes, os cães têm problemas comportamentais porque não foram educados adequadamente desde os filhotes. As principais ‘falhas’ são cavar no jardim, latir demais, quebrar coisas em casa, tentar morder pessoas ou animais e aliviar-se em lugares proibidos.

A coisa mais importante para fazer com que um cão se comporte bem é que o animal entenda que ele não é o líder da matilha. Você não deve se esquecer que os cães são descendentes de lobos e que, para eles, o macho alfa – ou a fêmea beta – é o chefe. Quem é esse personagem? Nada mais e nada menos que você, seu dono.

Quando o cão acredita que ele é dominante, é mais difícil para ele executar ordens de seu suposto subordinado. Agressão e comportamentos indesejáveis ​​são sinais típicos de que seu animal de estimação se considera o alfa, mas para evitar isso ou reduzir, você pode usar reforços ou punições positivas.

Reforço positivo para punir seu animal de estimação

Na realidade, esse tipo de ensino não se baseia em punir, mas em recompensar boas ações. O reforço positivo é uma técnica que consiste em recompensar através de carícias, palavras afetuosas, guloseimas ou brinquedos quando o cão obedece a uma ordem.

petiscos cães

Este processo é certamente mais divertido e agradável para você e seu animal de estimação.

Todos os cães preferirão receber um cookie premiado antes de serem punidos, sendo amarrados a uma corrente, por exemplo.

Os benefícios do reforço positivo são muitos, e é por isso que é recomendado por treinadores e veterinários.

Entre outras coisas, isso permite fortalecer o vínculo dono-animal de estimação, ajuda o pet a se sentir amado e respeitado; e ajuda muito a se conseguir melhores avanços quando o animal sofreu algum tipo de trauma no passado.

É muito importante mostrar o cão quando ele está sendo recompensado por seguir as ordens. 

O “mau” do reforço positivo é que você não pode dar biscoitos ou carícias ao animal se antes não lhe deu uma tarefa para fazer, porque ele não entenderia por que você o está recompensando.

Reforço negativo para punir seu animal de estimação

Muitos treinadores e donos de animais usem este método, uma vez que o consideram o mais eficaz.

No entanto, está sendo descontinuado porque pode ser sinônimo de abuso.

Reforço negativo para punir seu animal

Muitas pessoas confundem o reforço negativo com golpes ou coisas que infligem dor, e esse não é o caso. 

Basicamente, este método é baseado em dar um estímulo desagradável para educá-lo. Junto com a prática constante, o animal aprenderá e tais punições não serão mais necessárias.

Devemos ter em mente que punir seu animal de estimação, seja ele da raça que for, um boxer ou um Yorkshire – ou brigar quando ele faz algo ruim não é uma ideia muito sábia se quer ensinar.

Por quê? Porque você coloca o animal em uma situação de estresse generalizado e isso faz com que ele não se lembre do que aprendeu (ou que você quer que ele aprenda).

Da próxima vez que algo parecido acontecer, ele agirá da mesma maneira.

E será um círculo vicioso em que você o castiga porque ele fez algo errado, o animal fica traumatizado e não presta atenção ao seu pedido… e assim por diante.

Além disso, você deve saber que quando o cão faz algo ‘ruim’ – de acordo com a perspectiva do ser humano – ele demonstrara submissão porque estamos com raiva e gritamos com ele.

Esse medo não permite que ele entenda por que a punição.

Portanto, usar reforçadores negativos não é a solução para os problemas de comportamento do seu animal de estimação.

Aproveite o tempo para ensiná-lo o que é certo e recompense-o. Você verá que obtém melhores resultados dessa forma.