Springer Spaniel Inglês: história e características

julho 30, 2019
O Springer Spaniel Inglês é o mais antigo de todos os cães de caça esportiva. Vamos contar tudo sobre ele neste artigo.

O Springer Spaniel Inglês é o mais antigo de todos os cães de caça esportivos. Seu objetivo original era encontrar e levar as presas para a rede. Entretanto, atualmente é usado para todas as fases da caça: encontrar, assustar e atacar a presa do caçador armado.

A história do Springer Spaniel Inglês

No começo do século XIX, o Springer Spaniel Inglês foi reconhecido oficialmente como uma raça.

A partir desse momento, os spaniels foram divididos em dois grupos: aqueles que pesavam menos de 11 quilos receberam o nome de Cockers, enquanto aqueles que ultrapassavam esse peso foram chamados de Springer Inglês.

Isso aconteceu em 1902, quando o English Kennel Club descreveu o primeiro padrão para a raça. Em 1910, este padrão foi reconhecido pelo American Kennel Club. No entanto, somente em 1927 aconteceu de o  padrão geral da raça ser estabelecido, havendo uma revisão posterior em 1932.

A partir dos anos 40, o Springer Spaniel Inglês passou a ser criado de acordo com sua função específica.

Uma das variedades é treinada para competições de beleza e adestramento, que é chamada de Springer Spaniel Bench (para exposição). A outra e é treinada para competições de campo e obediência, sendo conhecida como  Springer Inglês field (para o campo).

Características do Spaniel Springer Inglês

O Springer é um cão de tamanho médio, fácil de treinar, com um temperamento amoroso, alegre, inteligente, ativo e atento.

Costuma ser muito ligado ao seu dono. Além disso, é bom para as crianças, o que o torna uma excelente escolha como animal de estimação para uma família.

Springer spaniel com a língua de fora

Tem uma expectativa de vida que varia entre 12 e 14 anos. As fêmeas pesam entre 18 e 23 quilos e os machos entre 20 e 25 quilos. Além disso, é uma raça de porte médio, na qual as fêmeas têm entre 46 a 51 centímetros de altura e os machos entre 48 a 56 centímetros.

Este cão tem uma construção robusta para o seu tamanho, com volume ósseo suficiente e pernas grandes.

O Springer Spaniel Inglês tem uma pelagem de comprimento médio que pode ser lisa ou ondulada. Tem pelos adicionais nas franjas das orelhas, bem como na parte de trás das quatro pernas e no peito.

As cores que ocorrem com mais frequência são vermelho e branco ou preto e branco, embora também existam animais tricolores e pontilhados.

Diferenças de aparência entre fieldbench

As diferenças entre as variedades do Springer Spaniel Inglês bench e do field são decorrentes de uma rigorosa seleção realizada pelos criadores. Os cães são diferenciados por três aspectos: cor da pelagem, marcas e quantidade de pelos.

O Springer bench tem um pelo escuro simétrico em todo o corpo. Além disso, possui orelhas compridas, gola branca no pescoço, pernas brancas e muitas franjas no pelo. Em alguns casos, a cabeça e as orelhas têm algumas manchas de cor. A maioria tem um rabo curto e um peito profundo.

O Springer field tem um focinho mais pontudo, com lábios menores e orelhas mais altas. Uma das suas características mais distintivas é que ele é quase completamente branco e seu pelo é curto e ondulado. Além disso, seu rabo pode ser curto, mas geralmente é mais longo que o do bench.

Cães da raça Springer Spaniel Inglês

Saúde e cuidados específicos

O Springer Spaniel Inglês é uma raça bastante saudável. No entanto, assim como qualquer outra, pode sofrer de certos distúrbios hereditários.

Eles costumam ter displasia de quadril e cotovelo, uma condição que pode ser extremamente dolorosa e causar sérios problemas de mobilidade. Portanto, é recomendável que o dono de um Springer Spaniel Inglês o leve para fazer exames de quadril regularmente.

Os Springer Spaniels também são propensos a sofrer de infecções de ouvido devido a suas orelhas caídas. Por esta razão, recomenda-se observar semanalmente os canais auditivos e mantê-los sempre limpos.

Eles também podem sofrer de doenças auto-imunes e algumas alergias, embora isso seja raro.

  1. García, G. (2000). Manual práctico del English Springer Spaniel. Editorial Hispano Europea, S.A.
  2. De Giuliani, D. (2008). Enciclopedia de los perros de caza. De Vecchi Ediciones, S.A.