Vai adotar um cachorro? Conheça as leis

maio 19, 2017

Todo mundo adora cachorros. E realmente são animais adoráveis que nos fazem sorrir e nos alegram o dia. Por isso, quando não temos um e cruzamos com algum na rua, não podemos deixar de pensar quanto seria bom ter um. Ainda que nem tudo seja como se pinta, já que, ao adotar um cão, devemos cumprir a lei.

São várias as coisas que você deverá fazer para que seu cão seja “legal”. Se não cumprir com todos os requisitos, poderá ter problemas, ou o que é pior, poderá perder seu animal. Vejamos o que devemos fazer para cumprir a lei.

Lei sobre a autorização para adotar animais domésticos

Antes de adotar um cachorro, você deve pensar muito bem, e não apenas na responsabilidade que vai ter ao criar o animal. Também deve ser consciente de que terá que desembolsar dinheiro para que seu animal de estimação esteja em dia com a lei. Estes são os primeiros requisitos legais:

  • Vacinas. Desde o primeiro mês de vida, um animal tem que tomar a primeira vacina. O veterinário dará as orientações a seguir nas vacinas dos 3 meses, dos 6 meses, anuais e algumas especiais.
  • Microchip. Com a primeira vacina, aproximadamente, aconteceria a aplicação do microchip. É um localizador que será muito útil caso o animal se perca. Permitirá que as autoridades saibam de sua existência. Não é somente algo legal e obrigatório em alguns países, mas, além disso, servirá de proteção tanto para você quanto para seu amigo.
  • Cartilha. Esta será como uma identificação de seu animal de estimação. Nela, o veterinário preencherá as vacinas que foram aplicadas, assim como os dados do cão, tais como peso, estatura, saúde e nome. Também constará o seu nome como o único dono do pet.
  • Passaporte. Caso você queira viajar com seu novo amigo, deverá fazer para ele um passaporte que as autoridades aeroportuárias exigirão.

Outros temas legais a levar em consideração ao adotar um cão

Além disso tudo, existem algumas leis inclusive em que são aplicadas penas de prisão caso não sejam cumpridas:

Autor: Maja Dumat

  • Focinheira. Todos aqueles cães considerados  de raças agressivas, como pitbull ou rotweiller, deverão estar de focinheira sempre que forem para a rua, em alguns países. No caso de não cumprimento dessa norma, caso o seu cão prejudique uma pessoa ou animal, você estaria metido em sérios problemas.
  • Os cuidados com os animais. As leis de cuidados com os animais de estimação protege e ampara aos mesmos com intenção de evitar que sejam abandonados ou maltratados. Deixar um animal no sol, dentro de um carro, sem a higiene suficiente ou com fome, por exemplo, é considerado como maltrato e também pode lhe causar problemas com a lei.
  • Recolher suas fezes. Sempre que o levar para passear, terá que levar uma sacola e uma garrafa de água para recolher as necessidades de seu animal. A água servirá para evitar os odores fortes do xixi. Se deixar as sujeiras de seu animal sem recolher e um policial vir ou algum vizinho denunciá-lo, estaria com problemas.

Adotar um cachorro pode ser uma agradável experiência, se você gosta de animais. Ainda que também seja uma responsabilidade, tanto civil como econômica. Certifique-se de que você pode cuidar de um animal de estimação e dar a ele todos os cuidados que necessita antes de decidir adotar.

Lembre-se de que são seres vivos que dependem de nós e que, se você o adota, não será somente para brincar e ter alguma coisa suave para acariciar. Será para toda a vida, pelo menos para toda a vida dele. Portanto, seja responsável, pense antes de agir e depois decida pelo sim ou pelo não. Se a decisão foi adotar, estamos seguros de que você nunca vai se arrepender.