Você já conhece as 9 formas de respirar dos gatos?

Os gatos são seres misteriosos e fascinantes, seres dos quais não sabemos muito a respeito. Entretanto, existe algo que sabemos muito certo e que muitas pessoas desconhecem: suas formas de respirar. Outro mundo fascinante que os gatos têm 9 formas diferentes de respirar.

As 9 formas de respirar dos gatos

Cada uma dessas formas é muito diferente das demais. Algumas delas podem estar fazendo notar-se a dor devido a alguma doença ou até mesmo como está seu estado de ânimo. Vejamos.

Respiração rápida

Esse tipo de respiração é exatamente a que pode nos fazer enxergar que algo não está bem com nosso felino. Por exemplo, pode ser estresse, febre, dor, insolação ou até mesmo algo emocional.

Se ela costuma ser constante, durante vários dias você deve levá-lo ao veterinário para descartar que esteja sendo causada por uma doença pulmonar ou cardíaca, por diabetes, por um choque ou outras causas.

Respiração lenta

A respiração lenta pode ser ocasionada pelo envenenamento ou encefalite. Também pode ter relação com um choque, talvez em seus últimos momentos. Esteja atento ao que seu animal come, bem como as mudanças que ocorrem em sua respiração, pois tratá-lo a tempo é vital para o animal.

Suspiros

Esse tipo de respiração seria normal se seu gato tivesse acabado de fazer exercício físico, pois é sua forma de baixar a temperatura corporal e voltar a seu estado normal. Dessa maneira se evapora a água da boca, língua e pulmões, fazendo com que haja um intercâmbio entre o ar fresco e o quente dos seus pulmões.

Respiração com ruídos

Essa pode ser sinal de uma doença nas vias respiratórias ou devido a alguma obstrução nelas. O mais recomendável é levar o seu gatinho ao veterinário para que possa ser determinado a causa dessa respiração o tratamento adequado seja aplicado.

Arranhada

Essa respiração acontece quando o ar atravessa um lugar estreito. Portanto, visto que seu gato não fazia o mesmo antes, isso quer dizer que por algum motivo suas cordas vocais foram estreitadas, o que pode significar que há um objeto obstruindo as mesmas.

Respiração em fio

Por fio estamos nos referindo a um som como um assobio que pode ocorrer tanto na inspiração como na expiração. Isso indica um estreitamento na tráquea ou tubos bronquiais.

Pode ser causada por parasitas, asma, pelos presos ou insuficiência cardíaca. Como sempre dizemos para você, o melhor é levá-lo ao veterinário.

Pouco profunda

Sejamos pessoas ou gatos, todos nós podemos respirar de maneira profunda. Se seu gato não o faz é porque deve ter alguma condição que impede o movimento das costelas, podendo ser uma fratura ou fragmentação.

Pode ser devido a presença de muco no peito, mas não em um nível demasiado baixo de profundidade e o gato não deve estar sofrendo dor. É uma maneira de saber se é algo mais ou menos grave.

Miados

Sabemos que este não é um tipo de respiração em si, mas quando um gato mia sem razão aparente, pode ser sintoma de dor ou queixa por algo que está incomodando em seu organismo.

Você deve levá-lo a uma clínica pois um miado excessivo pode provocar laringite em seu felino.

Ronronar

Essa é uma característica indiscutível dos gatos e é conhecida por ser a maneira deles de comunicar que estão gostando de algo e que sentem prazer. No entanto, esse som também pode denotar fome, tristeza e até mesmo dor.

Portanto, observe bem seu gato. Seja a respiração que for, você deve ter certeza de que não é nada fora do habitual e que estão ocorrendo em momentos oportunos. Se notar algo estranho, não demore em levá-lo ao veterinário.

Recomendados para você