Você sabe tudo sobre o Bull Terrier?

O Bull Terrier Inglês é uma raça de cães muito conhecida pela forma característica de sua cabeça e pelas pequenas orelhas, em forma triangular. Existem duas variedades: o bull terrier e o bull terrier miniatura.

Ao adotar um cão, filhote ou adulto, é importante nos informarmos bem sobre sua personalidade, características físicas e a educação que necessita para um adestramento correto.

Se o que buscamos é uma raça muito completa, o bull terrier inglês é uma excelente opção.

Origem do bull terrier inglês

bull terrier

Esta raça foi desenvolvida na Grã Bretanha como um cão para shows e lutas, por James Hinks. É reconhecido como o Cavaleiro Branco.

O surgimento do bull terrier está relacionado às brigas entre cães e touros e com as rinhas de cães. Quando touradas foram proibidas no território inglês, em 1835, foram desenvolvidos cruzamentos entre bulldogs e cães da raça terrier.

O objetivo era criar cães mais rápidos, mas também fortes, capazes de resistir e participar das rinhas de cães.

Dessa forma, surgiram os primeiros exemplares do bull terrier atual, que eram conhecidos como bull and terrier, por causa do cruzamento entre raças. Esses cães tinham a agressividade e a resistência à dor do bulldog e a agilidade e sagacidade do terrier.

Embora fossem mais ligeiros que os cães bulldog daquela época, os bull and terrier eram mais parecidos com aqueles animais que com o bull terrier atual.

Características físicas do bull terrier inglês

Os cães desta raça são fortes e musculosos, quase sempre de cor branca, embora também possam ser negros, vermelhos ou tigrados. Seu pelo é curto e liso, o que dispensa escovação excessiva. A forma ovalada de sua cabeça, as orelhas e os olhos em forma triangular oferecem a ele um aspecto totalmente único e diferente das demais raças.

Entre o macho e a fêmea do bull terrier, não encontramos grandes diferenças. Uma delas poderia ser que os machos são um pouco mais robustos que as fêmeas.

A forma de ser do bull terrier inglês

O bull terrier inglês deve ser bem adestrado e educado. Assim, ele terá uma personalidade equilibrada e atitude carinhosa para com as pessoas. São cães fieis por natureza e realmente afetuosos. São muito valentes, já que têm um forte senso de proteção, embora isso não queira dizer que sejam agressivos.

Como são considerados cães potencialmente perigosos, é obrigatório o uso de focinheira e coleira em espaços públicos. É importante que o peludo se acostume ao uso da focinheira aos poucos. Assim, ele se sentirá mais confortável ao utilizá-la e não a relacionará com um castigo.

Com uma socialização correta, ele não causará nenhum problema. Mesmo assim, é recomendável supervisionar sempre sua brincadeira com crianças que não saibam como se relacionar com um cão. Um puxão de orelhas pode levar a um grunhido. Se você tem pequenos em casa, ensine-os a melhor forma de tratar e como interagir com o bull terrier inglês.

O bull terrier é carinhoso e um pouco teimoso

Educar o bull terrier é importante porque, em certas ocasiões, ele pode ser um pouco teimoso. Para conseguir que o cão dessa raça seja equilibrado e sereno quando adulto, é aconselhável a castração.

Esta raça é muito apegada a seus donos e sofre muito com a solidão. Se você não tem muito tempo para cuidar dele, é melhor escolher uma outra raça.

São animais muito carinhosos, brincalhões e pacientes, apesar de seu porte físico e grande mandíbula. Não se trata de um cão agressivo, caso educado corretamente, mas, em determinados momentos, pode causar danos, sem querer, brincando de maneira muito exaltada.

O relacionamento com outros cães

pitbull terrier

No que se refere ao contato com outros cães, o bull terrier pode ter reações inesperadas se não recebeu uma boa educação, ou se sua agressividade foi estimulada. O grande vínculo que assumem dentro da família tende a ser super protetor. Uma boa educação é indispensável.

Cuidados

Seu pelo é simples de cuidar, com escovação ocasional. No inverno, é necessário protegê-lo do frio, porque a pelagem é curta.

É fundamental sair para passear, pois é um animal dinâmico e muito ativo.

O bull terrier tende a comer muito e pode ser necessário controlar a quantidade de alimento.

Recomendados para você