4 espécies de caranguejos marinhos

dezembro 31, 2018

De tamanhos, formas e cores muito diversos, esses caranguejos marinhos chamam a atenção por suas conchas e, sobretudo, por suas grandes patas.

Estes crustáceos são caracterizados por terem cinco pares de patas, e duas delas na forma de ‘pinças’, com as quais se defendem ou capturam alimento.

Por isso, a seguir, vamos falar sobre algumas das espécies de caranguejos marinhos que podem ser encontrados em diferentes partes do mundo.

Espécies de caranguejos marinhos

1. Caranguejo fantasma

Também conhecido como caranguejo de areia, é um decápode amarelo pálido de comportamento noturno. Por isso é chamado de ‘fantasma’.

Outra das suas características mais marcantes é que ele tem uma pinça maior que a outra. Podemos também destacar seus olhos negros acima do corpo, o que lhe dá uma visão 360​​°.

O caranguejo fantasma (imagem que abre este artigo) pode correr a 20 km/h para escapar dos predadores.

Além disso, outra técnica de defesa é enterrar-se na areia ou cavar tocas nas margens das praias. Alimenta-se de amêijoas, caranguejos menores e ovos ou filhotes de tartaruga.

2. Caranguejo gigante japonês

Falamos aqui sobre uma das maiores espécies de caranguejos marinhos que existem. Ele pertence ao grupo dos ‘aranhas‘.

Dessa forma, são diferenciados dos outros por terem uma carapaça triangular e pernas muito longas, de até dois metros. Além disso, pesam cerca de 20 quilos.

4 caranguejos marinhos

O caranguejo gigante vive nas águas do Oceano Pacífico, mais precisamente nas margens do Japão.

Seu corpo é laranja com manchas brancas e ele pode se camuflar com qualquer coisa encontrada na água. Um fato interessante é que ele é cego, embora sua audição seja mais do que desenvolvida. Além disso, possui alguns pelos para detectar ondas submersas.

3. Caranguejo eremita

Sem dúvida, é uma espécie muito curiosa, pois “escolhe” conchas de caracóis abandonadas, ou qualquer outro objeto, para proteger seu abdômen, que é muito macio.

Há muitos tipos de caranguejos eremitas em todo o mundo e a mesma coisa acontece com eles. Dessa forma, à medida que crescem em tamanho, precisam mudar de moradia.

Caranguejo eremita

Alimenta-se de carniça, mas complementa sua dieta com caracóis, vermes, mexilhões, larvas, crustáceos e plantas.

Acasala duas vezes por ano e a fêmea carrega os ovos sob o abdômen depois de fertilizados, até encontrar um local adequado para soltá-los.

4. Caranguejo azul

A última espécie de caranguejo marinho nesta lista tem seu corpo coberto por um exoesqueleto colorido e, por isso, é chamado de ‘azul’.

As fêmeas têm manchas avermelhadas ou alaranjadas nas pontas das pernas.

4 espécies de caranguejos marinhos: o caranguejo-azul

O caranguejo azul vive no Oceano Atlântico, da Argentina à Nova Escócia, e no Golfo do México. Prefere costas tropicais, baías e a foz de rios e estuários, desde que a água seja quente.

É grande (pode medir mais de 20 centímetros), sua casca é circular e se alimenta de crustáceos, peixes, algas e moluscos.

É um animal muito ativo e voraz, cuja reprodução é ovípara e muito prolífica. Portanto, uma fêmea pode depositar até dois milhões de ovos por ano.