5 raças de cães em perigo de extinção

· novembro 15, 2018

Cães em perigo de extinção são resultado do cruzamento com outras raças ou de baixas taxas de natalidade, com o consequente menor número de espécimes puros.

Quando pensamos em um animal que está prestes a se tornar extinto, podemos imaginar um urso ou uma baleia, mas também existem cães em perigo de extinção. Por isso, falaremos sobre algumas dessas raças neste artigo.

Cães em perigo de extinção?

Poderíamos pensar que, com tantos cães no mundo, é impossível ter espécies em perigo, mas nos referimos nesse caso a raças em particular.

Nelas, por conta de seu cruzamento com outras ou baixas taxas de natalidade, cada vez há menos exemplares puros. Estes são alguns exemplos:

1. Lundehund

Esse cão de origem norueguesa é de pequeno tamanho e tipo spitz, cujo nome deriva do prefixo ‘lunde’, que significa bosque, e o sufixo ‘hund’, que significa cachorro.

O lundehund – foto que abre esse artigo – foi treinado para caçar pássaros e seus ovos.

Uma das características desse cão é que em cada pata, ele tem seis dedos, e há várias articulações em seu pescoço.

Portanto, pode mover a cabeça mais do que qualquer outra raça. Além disso, sua cauda é inclinada para trás e a cor da pelagem pode variar entre marrom, branco e cinza.

2. Coonhound preto e castanho

Na tradução, o nome desse cão pode ser ‘caçador de guaxinins preto’. Além disso, é uma das seis variedades reconhecidas dentro da família do coonhound.

Foi desenvolvido nos Estados Unidos – como todos os outros – para ajudar a capturar o pequeno mamífero que destrói campos e colheitas.

5 raças de cães em perigo de extinção: coonhound preto e marrom

O coonhound preto e marrom é um cão grande, com ossos fortes. Além disso, ele possui boa musculatura e a cabeça com um focinho proeminente. Quanto ao seu temperamento, ele é bastante independente, ativo e pacífico.

3. Puli

Esse é outro dos cães em perigo de extinção desta lista. É nativo da Hungria, de tamanho pequeno a médio e conhecido por seu manto com ‘cordões’ ou ‘dreadlocks’, que são formados após seis meses de vida.

algumas raças de cães em perigo de extinção: Puli

O puli é um cão pastor, muito carinhoso, que ama crianças e é um excelente guardião. Além disso, adapta-se à vida urbana ou rural. No entanto, de qualquer forma, precisa de intenso exercício diário.

4. Rhodesian Crested

É um cão elegante e muito bonito, conhecido pelo seu nome em inglês e que foi criado na África do Sul. Muito ágil e rápido (corre a 65 km/h), adapta-se bem como animal de estimação, companhia e guarda.

raças de cães em perigo de extinção: rhodesian crested

O rhodesian crested tem um manto marrom avermelhado curto e apresenta uma espécie de ‘crista’ nas costas.

Quanto ao seu temperamento, é um animal leal, inteligente, estável, forte, protetor e paciente com crianças.

5. Affenpinscher

O último dos cães em perigo de extinção dessa lista é um pouco mais estranho. Para começar, seu nome significa “macaco pinscher” em alemão.

Isso por causa de sua grande cabeça arredondada e peluda e seu pelo preto, curto eriçado.

raças de cães em perigo de extinção: affenpinscher

O affenpinscher é robusto, com orelhas pontudas e maxilar inferior dominante. No entanto, mede menos de 30 centímetros e pesa pouco mais de três quilos. É inteligente, alerta, carinhoso e ativo.

Infelizmente, há outras raças de cães ameaçados devemos lembrar: crista chinês, o catalburun, o cão calvo peruano, bedlington terrier, o leopardo de Catahoula, mastiff tibetano, Mudi, o xoloitzcuintle, ridgeback tailandês e o otterhound.