A criação de pombos em casa

· agosto 26, 2018
A chave para a correta manutenção em cativeiro dessas aves é o cuidado em relação à alimentação, higiene e controles contínuos para checar sua condição física.

Muitos os consideram uma praga por causa de sua proliferação em centros urbanos, e alguns desenvolvem verdadeira fobia com sua presença. No entanto, a criação de pombos em casa continua a conquistar seguidores em todo o mundo.

Ao contrário do que possa parecer, essas aves são higiênicas e podem ser criadas com segurançaAlém disso, são animais inteligentes e sociáveis, ​​que podem ser facilmente treinados.

Origens e características dos pombos

Nós, popularmente usamos o termo “pomba” para nomear inúmeras aves que fazem parte da família Columbiformes. Atualmente, existem mais de 300 diferentes raças de pombos distribuídos em todos os continentes. 

Como vimos, em muitos lugares eles são considerados uma praga.

Se observarmos nossas ruas, por exemplo, encontraremos numerosos exemplos de pombos selvagens, a raça mais popular em todo o mundo.

Esses pombos foram usados ​​como mensageiros por muitos séculos e contribuíram significativamente para a evolução da comunicação humana.

Originalmente, essas aves mantinham uma dieta onívora, composta principalmente de grãos, sementes e algumas frutas. No entanto, a adaptação às grandes cidades e as mudanças alimentares transformaram radicalmente o organismo dos pombos.

Pombos

Atualmente, essas aves estão muito vulneráveis ​​à contaminação por parasitas internos e externos. Portanto, também terminam sendo vetores desses mesmos parasitas.

O organismo dos pombos é semelhante ao de outras aves, como é o caso dos papagaios. Se eles forem criados em um ambiente limpo e positivo, serão mantidos ativos e saudáveis.

Por outro lado, quando vivem em lugares insalubres, tornam-se uma possível fonte de contaminação e transmissor de várias zoonoses.

A criação de pombos: uma paixão histórica

Além de um hobby, a criação de pombos é uma atividade históricaSua diversidade estética, caráter sociável e facilidade de aprendizado possibilitaram uma domesticação bem-sucedida, simples e emocionante.

Abaixo, resumimos os cuidados essenciais para uma criação bem-sucedida de pombos em casa.

Pombal

Higiene adequada para seus pombos

Os pombos são animais naturalmente limpos. Mas, como qualquer ave, podem entrar em contato com numerosos microrganismos e hospedar certos parasitas em seu corpo.

Portanto, é essencial adotar hábitos de higiene adequados para que a criação de pombos em casa seja segura.

As gaiolas, objetos e acessórios de seus pombos devem ser higienizados duas ou três vezes por semana. Também é essencial lavar o alimentador dos pássaros, o bebedouro e a bandeja de excremento diariamente.

Desta forma, é possível evitar a proliferação de microrganismos em seu corpo e em sua casa.

Outro bom hábito é evitar o acúmulo de restos alimentares ou excrementos em qualquer acessório e no fundo da gaiola.

Devemos oferecer porções equilibradas de alimentos às aves e, assim, evitar o excesso ou o desperdício, removendo os resíduos no final do dia.

Revisão semanal de seus pombos

Uma boa prática na criação de pombos é verificar o corpo de seus pássaros uma ou duas vezes por semana. É importante prestar atenção especial às penas e pernas, onde os parasitas geralmente se alojam.

Além disso, observando qualquer ferida ou alteração em sua aparência, é necessário recorrer ao veterinário especializado.

Pomba

Dieta balanceada para um organismo saudável

Todos os animais precisam receber uma dieta balanceada para se manterem saudáveis, ativos e felizes. Uma nutrição adequada permite que os pombos fortaleçam seu sistema imunológico e desenvolvam melhor resistência física.

A dieta de um pombo deve conter uma variedade de grãos para fornecer gordura, carboidratos e proteínas para o corpo.

Em lojas de animais, há misturas balanceadas para esses animais. Eles também comem alimentos caseiros que contenham milho, sorgo, aveia, trigo, cevada, arroz, lentilhas, alfarroba, linho, feijão e girassol.

Recomenda-se oferecer pequenos pedaços de frutas e vegetais misturados com os grãos e sementes uma ou duas vezes por semana.

Devemos nos lembrar também que os filhotes devem receber alimento com maior índice de proteína, obtido principalmente de pequenos insetos.

Preparando o ambiente perfeito para pombos reprodutores

A criação de pombos deve ter gaiolas ou pombais adequados ao tamanho da raça escolhida pelo criador. É essencial evitar a superpopulação dos pombais. Na verdade, o ideal seria ter entre duas e três aves por gaiola.

Pombas

Recomenda-se cobrir o fundo das gaiolas com cascalho ou jornais para facilitar a higiene. Além disso, devemos oferecer-lhes um pouco de palha para que possam fazer seus ninhos e depositar seus ovos após a época de reprodução.

Os alimentadores e bebedouros devem ser escolhidos de acordo com o tamanho e morfologia da raça escolhida para reprodução. Desta forma evitamos que seu conteúdo derrame, gerando contaminações.

Devemos prestar muita atenção para escolher a localização das gaiolas. Os pombos nunca devem ser expostos ao clima. E como são aves nativas de climas temperados ou quentes, devemos manter a temperatura ambiente próxima a 24 ºC.