A menina de doze anos que conseguiu caminhar graças ao seu cão

· maio 3, 2017

Uma garota com mobilidade reduzida conseguiu caminhar graças ao seu inseparável cão. Existem grandes histórias que nos comovem a todos. Esta é a de uma menina que aprendeu a andar e recuperou o sorriso junto ao dogue alemão dela.

A menina se chama Bella e, seu cão, George. Ela tem 10 anos de idade e sofre da Síndrome de Morquio; por causa dessa doença, ela só podia se deslocar usando muletas ou em cadeira de rodas.

Não era capaz de pegar em nada, e dependia sempre de outra pessoa.

O que aconteceu foi que ela conheceu George, um Dogue alemão que ofereceram a ela no Projeto de Cães de Serviço. Com esse novo amigo, a vida da menina mudaria para sempre.

A menina que não podia andar

Por causa da doença dela, ela não podia caminhar. Esse mal provoca um desenvolvimento anormal dos ossos, tórax em forma de sino, baixa estatura e pernas em forma de xis.

Os médicos aconselharam a menina a utilizar muletas ou, então, que se movimentasse em uma cadeira de rodas.

Ela se apoia em George para conseguir caminhar. Já não precisa mais das muletas ou da cadeira de rodas.

George acompanha Bella a todas as partes, incluindo à escola. Mas, nos tempinhos livres dela, eles também aproveitam muito juntos.

A menina disse: “Tive cadeiras de rodas, andadores, muletas canadenses, muletas comuns e, em seguida, tive George, deixei as muletas e comecei a usá-lo também”.

A mãe da menina, Rachel Burton, reconheceu: “com George, ela se tornou muito mais forte e ativa”. George é um animal muito tranquilo que sempre anda ao lado da menina. E faz qualquer coisa que ela diga.

O Dogue alemão é um dos cinco cachorros que receberão o prêmio por ter “impactado significativamente as vidas dos donos deles e das pessoas em suas comunidades. ”

A recuperação progressiva da menina

Atualmente, a menina Bella abandonou as muletas e já tem independência para caminhar. Pode ir ao colégio, à casa dela, sair para fazer compras no shopping center, etc.

O humor e a personalidade de Bella mudaram tanto que conseguiu na sua vida a independência e a alegria que necessitava.

Os cães de assistência

Esses cães são adestrados para ajudar pessoas com deficiências físicas ou com problemas de mobilidade, incluindo dependência da cadeira de rodas.

Entre os auxílios que oferecem, proporcionam equilíbrio e estabilidade, puxam cadeiras de rodas, empurram pequenos carrinhos ou recolhem objetos para pessoas com algum tipo de limitação.

Quais utilidades têm esses animais? Um cão com essas características pode ser adestrado para abrir e fechar portas ou para utilizar interruptores de luz.

Servem para causar um impacto positivo nas vidas dos usuários.

Para essas tarefas, esses cães costumam portar algum tipo de colete, de forma a ser possível acoplar uma espécie de cinto de segurança com apoio para o braço. Dessa forma, quando o cão caminha, a pessoa o segura pelo braço e o cão lhe proporciona assistência e equilíbrio com o apoio.

Ajuda real

Os espécimes maiores são adestrados a empurrar cadeiras de rodas com uma espécie de arreio projetado especificamente para isso.

O impulso da cadeira de rodas é feito para distâncias curtas e lineares, como cruzar uma faixa de pedestres. Dessa forma, a pessoa com necessidades especiais pode operar sua cadeira empregando um esforço menor.

É preciso dizer que esse método é proibido em certos países.

Outro tipo de auxilio é a assistência para andar. Por isso, esses animais são usados no caso de pessoas que têm doença de Parkinson e esclerose múltipla.

Os cães não vão carregar todo o peso da pessoa, mas sim a ajudarão a dar seus passos e a manter o equilíbrio. Utilizam a técnica do contrapeso.

Além disso, são úteis para pessoas com incapacidade para andar em linha reta.

Cães de serviço

Os cães que são utilizados para o serviço social melhoram a qualidade de vida das pessoas com deficiência. Existem vários projetos nos quais os cães recebem amor, apoio e fortaleza.

Esse tipo de animais são como seres excepcionais que dão amor sem importar a quem. Não fazem distinção de gênero ou raça. Muitos deles fazem grandes serviços que contribuem para grandes finalidades.

Fonte da imagem principal: www.primeraedicion.com.ar