A taurina para seu gato: ela é importante na alimentação?

· agosto 24, 2018
Esse aminoácido é fundamental para o corpo do felino. A ausência dele pode provocar danos graves na saúde, como cegueira e doenças respiratórias e cardiovasculares.

A taurina é um nutriente essencial que não pode ficar de fora de uma alimentação equilibrada. A ação da substância no organismo felino permite o bom funcionamento do sistema cardiovascular e respiratório. Essa substância também beneficia a visão e a digestão do animal. Neste texto, conheceremos mais sobre a taurina e sua importância na dieta felina.

O que é a taurina

A taurina é um aminoácido essencial que influencia diretamente nas estruturas musculares e no metabolismo dos mamíferos. É fundamental para o funcionamento do músculo cardíaco, da visão e da reprodução. Além disso, participa da formação dos sais biliares, atuando também na digestão.

A maioria dos aminoácidos se combinam no organismo para formar grandes cadeias de proteínas. No entanto, a taurina aparece sob a forma de aminoácido livre nos tecidos dos olhos, coração, fígado etc.

Benefícios da taurina

  • Ação antioxidante, combatendo o envelhecimento celular e aumentando a expectativa de vida.
  • Regulação dos níveis de água e sais nas células do corpo.
  • Estimula o metabolismo e o crescimento orgânico.
  • Produção de sais biliares.
  • Ação neurotransmissora entre as células do sistema nervoso.
  • Atuação positiva nas células da retina.

A importância da taurina para seu gato

Ao contrário da maioria dos mamíferos, os gatos não são capazes de sintetizar a taurina a partir de outros aminoácidos. Por isso, precisam obter esse nutriente já sintetizado a partir de uma fonte externa. Ou seja, os gatos devem consumir a taurina nos alimentos da sua dieta diária.

Gato dormindo

A deficiência de taurina em seu gato pode provocar diversos problemas graves de saúde. A ausência desse aminoácido está relacionada, principalmente, à cegueira e a diferentes doenças cardiovasculares e respiratórias. Além disso, foram diagnosticados problemas de crescimento e transtornos nervosos em gatos com déficit de taurina.

Alimentos ricos em taurina

Como já mencionamos, a dieta do seu gato deve ser rica em taurina para ajudar a manter a saúde em dia. A dose indicada é entre 200 a 30 miligramas por cada porção diária de comida. Entretanto, é indispensável consultar um veterinário de confiança. Apenas ele pode confirmar a dose ideal para o seu bichano.

A taurina é um aminoácido encontrado naturalmente nas proteínas de origem animal. As rações artificiais contém certa dose desse nutriente, mas precisam ser de excelente qualidade. Esses alimentos balanceados apresentam uma mistura de farinhas e carnes desidratadas de alta qualidade.

Por outro lado, as rações industrializadas de baixa qualidade apresentam pouca proteína animal. Ao mesmo tempo, apresentam alta concentração de farinhas de cereais, como milho, arroz e soja. Isso não apenas resulta em um aporte insuficiente de taurina, mas também prejudica a digestão do animal e favorece a formação de gases.

Ração e comida natural para gatos

Complementos nutricionais

O ideal é suprir a necessidade nutricional do seu gato com fontes naturais e orgânicas. A seguir, reunimos alguns dos alimentos com maior concentração de taurina que você pode incluir na dieta do seu gato. Confira:

  • Carne bovina: a carne e vísceras de origem bovina são excelentes fontes de taurina. Doses mais elevadas desse aminoácido podem ser encontradas no fígado e no coração da vaca. Lembre-se de que a gordura não contém taurina e é prejudicial quando consumida em excesso.
  • Frango: as carnes mais escuras e suculentas, como vísceras, apresentam concentrações maiores de taurina.
  • Moluscos: mexilhões e camarões proporcionam uma excelente quantidade de taurina para a alimentação animal. Além disso, têm pouca gordura e o sabor irá agradar ao seu gato.
  • Ovos e laticínios: os ovos, queijos, iogurtes e demais laticínios também são fontes naturais de taurina. Só não se esqueça de que o leite e os queijos com alto teor de gordura não devem ser oferecidos aos nossos bichos de estimação.

É importante lembrar que a taurina perde suas propriedades quando exposta a temperaturas elevadas. Por isso, os alimentos devem ser oferecidos aos nossos gatos crus ou mal passados. Dessa maneira, conseguem preservar as propriedades nutricionais.

Em relação à dieta do nosso gatinho, lembre-se sempre de adquirir alimentos de qualidade garantida e lavá-los bem antes de integrá-los na alimentação do felino.