Abrigos para que os gatos de rua não passem frio

· maio 3, 2017

Entre as notícias que surgem todo dia e que afetam o mundo animal, destacamos esta: constroem abrigos para que os gatos de rua não passem frio.

Sempre é reconfortante ouvir notícias positivas, que sirvam para ajudar os cães abandonados, gatos de rua ou qualquer outro tipo de animal. Eles sofrem os maus-tratos humanos.

Um projeto para ajudar os gatos de rua

Uma notícia recente informa que a empresária María José Tejeda e a Plataforma dos Parados – desempregados – de Cáceres uniram suas forças para evitar que os gatos de rua passem frio.

Ambas as partes começaram o projeto de construir abrigos para gatos de rua. Para isso, utilizam material isolante que possa proteger os felinos da cidade.

A ideia surgiu por causa das baixas temperaturas que a Espanha apresentou nas últimas semanas. Os promotores se reuniram e decidiram construir algumas caixas com material isolante, com mais de um metro de comprimento e quarenta centímetros de altura e outros tantos de profundidade.

Segundo foi divulgado, esse material isolante é ao mesmo tempo usado para as paredes ou para as caixas de peixes, coberto de fita isolante ou de embalar. Essas caixas podem acolher e proteger vários gatos de rua, dando-lhes proteção contra o frio e a chuva.

Além dessa ação nobre para dar aos bichanos a proteção necessária, com isso podem ser evitados acidentes, como os que são provocados quando os felinos se refugiam nos carros.

Petição às autoridades de medidas de melhoria

María José e a Plataforma exigem da prefeitura de Cáceres um maior envolvimento dela na melhoria da qualidade de vida dos gatos de rua.

Em outras cidades espanholas, como é o caso de Barcelona, está sendo implantado o chamado método CES, quer dizer, captura, esterilização e soltura do animal.

Com esse sistema, consegue-se avançar na diminuição da reprodução descontrolada dos animais e também para diminuir o mau cheiro que provém da urina dos gatos.

Os machos são esterilizados e reduzem a demarcação de território em muitos espaços públicos. Além disso, a urina deles deixa de exalar um forte odor como de costume.

Além disso, é importante deixar claro que, com esses métodos, os animais não sofrem nenhum tipo de dano físico.

Como podemos criar pequenos abrigos para gatos de rua?

  • Durante o inverno, os gatos de rua e os silvestres vivem no exterior, sem importar onde for.
  • Um pequeno abrigo para gatos não deve ter mais do que 50 centímetros de altura e não deve ser grandes demais. Não se esqueça de que dar mais espaço equivale a perda de calor, e dentro permanecerá com o mesmo frio que fora. Por isso, o ideal é que em cada abrigo acolham uma média de três a cinco gatos.
  • A porta não deve ser maior que 20 centímetros de largura. Evitando-se, assim, que outros animais entrem no abrigo.
  • Se for possível criar algum tipo de porta ou de tampa, é o ideal. Isso garantirá que a proteção seja máxima diante da neve, do vento e da chuva.
  • Outras condições do abrigo ou pousada se referem ao recobrimento.
  • A palha é muito apropriada para repelir a chuva e a neve e para garantir que os gatos permaneçam aquecidos e secos. É importante evitar toalhas e outro tipo de material, que tendem a absorver umidade.
  • Esses abrigos não devem ficar quase tocando o chão frio. Por isso, o melhor é usar um tablado com estrados de madeira preenchidos com material isolante. Com isso, elevaremos os abrigos e evitaremos correntes de ar.
  • Se for zona de neve, é importante limpar bem a entrada dos abrigos. Alguém deve ficar responsável por essa tarefa.
  • Dessa forma, facilita o acesso dos gatos e também a saída delas, evitando que fiquem presos dentro dos abrigos.
  • No que se refere à comida, os gatos que estão na rua durante o inverno precisam de calorias e uma dose extra de lipídios.
  • A comida enlatada é a mais adequada, salvo se houver risco de congelar. Existem alternativas, como os produtos desidratados para gatos filhotes. Esses produtos têm mais calorias que a ração para gatos adultos.
  • Os gatos de rua costumam buscar o calor e a segurança debaixo de um carro. Temos que nos acostumar a bater um pouco na lataria do carro antes de girar a chave na ignição. Em seguida, você já pode ligar o carro. É possível que um gato esteja debaixo de nosso motor.