Akita americano, um cão dominante e de caráter nobre

O Akita americano é também conhecido como o grande cão japonês. Apesar de seu nome nos fazer lembrar da raça de Hachiko, que se tornou bem conhecido depois de um filme que relatou um fato real, suas características são diferentes. Quer conhecê-las?

Saiba tudo sobre o Akita americano

Apesar das suas diferenças, o Akita americano tem muitas semelhanças com o Akita Inucomo, por exemplo, a origem. Vamos ver.

Origem

Por volta de 1603, estes cães vieram da nação de Akita. Eram usados como cães de briga e na caça de ursos.

Quase trezentos anos mais tarde, essa raça foi cruzada com outros cães, como o cão pastor alemão e o mastiff inglês. Tudo isso levou a um aumento no tamanho do que seria conhecido como American Akita.

Quando a briga de cães foi proibida, em 1910, esta raça pôde se propagar. Vinte anos depois eles reconheceram 9 desses cães.

Mas ainda tem mais. Durante a segunda guerra mundial, foi necessária a pele dos cães para a fabricação de roupas militares. Os militares então ordenaram que todos os cachorros fossem sacrificados, menos os pastores alemães, já que eles eram usados em trabalhos oficiais. Isto não favoreceu o Akita americano.

Durante esse tempo, ele cruzou com Komgo-go, um cão que ganhou uma grande popularidade na época. O Akita vem deste casamento, tinha traços do Mastiff e do pastor alemão, e os americanos o levaram para os Estados Unidos, para fins militares.

Este cão foi desenvolvido nos Estados Unidos. Tinha uma grande inteligência e versatilidade, isso o tornou muito querido no país.

Filhote de Akita americano

Fonte: Bchappell702

Por outro lado, os japoneses se esforçaram para recuperar o Akita original e cruzá-lo com uma outra linhagem. Isto é o que marca a diferença entre as duas raças. Agora, havia dois tipos de Akita, o americano e o Inu.

O surgimento do Akita americano

Um cão grande, robusto e de grande força física. São resistentes à dor e também a altas e baixas temperaturas, devido a sua pelagem dupla.

A cauda é enrolada no lombo e sua pelagem é abundante.

A cabeça é larga, na forma de um triângulo, com um focinho também largo e curto, com olhos pequenos e orelhas eretas.

É robusto e com uma imagem imponente. Os machos tendem a ter entre 61 e 71 cm e a pesar entre 32 e 59 quilos.

Personalidade e temperamento

Pelo seu tamanho, são considerados cães potencialmente perigosos. No entanto, são ideais para ficar com as crianças, portanto, facilmente integrados à família e dispostos a defendê-la com a própria vida, se necessário.

É ágil, dedicado e leal ao seu dono. É sociável com os amigos da família e não muito com outros cães, especialmente se eles forem do mesmo sexo. Isso acontece porque o Akita americano é um cão territorial e dominante e pode se sentir ameaçado na presença de outros peludos.

Eles são muito inteligentes e independentes, mas se você ensiná-lo bem, desde a infância, seguirão ordens sem qualquer dificuldade. No entanto, isto não será uma tarefa fácil, já que sua personalidade dominante pode cegá-lo às vezes e, ele pode, querer estar acima de você. Você deve ser um líder em toda as ocasiões para treiná-lo adequadamente.

Apesar desse cão ter sido usado para lutas no passado, ele não é agressivo, se você tiver um, você poderá sentir o seu amor, sua amizade e sua grande lealdade. No entanto, as fêmeas são menos territorialistas e mais fáceis de serem educadas.

Cuidados especiais

O Akita americano é um cão forte e saudável, então ele não tende a ter sérios problemas de saúde. No entanto, sua pelagem exige muitos cuidados. Penteá-lo muitas vezes e usar bons produtos será necessário para manter o brilho e a beleza de seu manto.

Seu tamanho e força exigem exercícios físicos para que ele se mantenha em forma e emocionalmente equilibrado.

O Akita americano é um cão grande que precisa de espaço e tempo, portanto, analise bem as circunstâncias antes de se decidir se ele é ou não o cão ideal para você.

Fonte imagens: Jonnydrh e Bchappell702.

Recomendados para você