A alimentação de uma cadela após o parto

A correta alimentação de uma cadela após o parto é vital. Uma dieta adequada garantirá o bem-estar não só da mãe, mas também dos filhotes.
A alimentação de uma cadela após o parto

Última atualização: 03 Junho, 2021

A gravidez é um dos momentos mais delicados para todos os seres vivos. Desde animais complexos, como elefantes e cães, até os insetos, todas as espécies animais têm uma missão comum nessa vida: deixar sua marca genética na forma de descendência. Portanto, a alimentação de uma cadela após o parto é essencial para manter seu bem-estar e o de seus filhotes.

Uma dieta rica em vitaminas e macronutrientes é vital para que a mãe e sua prole sobrevivam após o parto. A seguir, vamos apresentar como deve ser o cardápio de uma mãe canina que acabou de dar à luz. Não perca!

Como alimentar uma cadela lactante?

Os fetos caninos crescem muito rapidamente, por isso não é surpreendente que a cadela ganhe 25% de seu peso total algumas semanas após a cópula, como indicam os estudos. Durante a segunda metade do parto, o peso pode aumentar em até 50%, valor que costuma ser confundido com excesso de gordura devido à obesidade ou à falta de exercícios.

De qualquer forma, é importante destacar que muitos tutores pecam em alimentar em excesso a cadela, com o intuito de ajudá-la durante a gestação. Não se deve esquecer que o animal precisa se exercitar regularmente, mesmo que sejam exercícios leves, e que a dieta tem que ser balanceada durante essa fase.

Características dos alimentos

Para saber como distinguir entre patologia e normalidade, a Association of American Feed Control Officials (AAFCO) estabeleceu uma série de diretrizes padronizadas em relação à dieta de cadelas gestantes. Se você seguir essas regras com seu animal de estimação, certamente seu ganho de peso se deverá ao crescimento dos filhotes no ambiente placentário:

  • 22% de proteínas na dieta: as proteínas representam até 50% do peso seco dos tecidos dos organismos vivos. A ingestão de proteínas pela mãe é essencial nessa fase, pois estão sendo formados animais inteiros em seu interior.
  • 8% de gordura na dieta: apesar de suas conotações negativas, as gorduras são essenciais para a obtenção de energia.
  • 0,8% de fósforo e 1% de cálcio: o cálcio e o fósforo são necessários para a síntese óssea e o desenvolvimento metabólico dos cachorros.
  • Mais do que os 50% restantes deve corresponder a carboidratos: os carboidratos são a principal fonte de energia dos mamíferos.

Além disso, outras fontes profissionais recomendam a dosagem de complementos vitamínicos para a cadela prenhe. Segundo estudos, o consumo de ácido fólico nas doses adequadas pode prevenir anomalias cranianas em raças de cães braquicefálicos, por exemplo.

 

A gravidez em cadelas é uma fase delicada.

Qual deve ser a alimentação de uma cadela após o parto?

Conforme indica o portal veterinário VCA Hospitals, os requerimentos nutricionais de uma cadela que acaba de dar à luz aumentam gradativamente, pois agora ela deve produzir leite. O ponto crítico ocorre entre 3 a 5 semanas após o parto, pois, nesse momento, a cadela necessita de 2 a 4 vezes mais ingestão calórica do que o normal.

Para que uma cadela produza leite suficiente, ela deve ter uma grande quantidade de alimento à sua disposição. Até a quinta semana após o parto, é necessário seguir à risca as seguintes dicas:

  • É melhor aumentar a ingestão de alimentos para 3 ou 4 vezes por dia, em vez de aumentar a quantidade de alimentos dividida em 2 refeições.
  • A cadela deve comer toda a ração seca de que precisar durante o dia.

A partir da 5ª semana, os filhotes começarão a prestar atenção na alimentação da mãe e beberão cada vez menos leite. Nesse ponto, é necessário começar a reduzir a ingestão calórica materna e estimular a prole a começar a comer alimentos sólidos. Cerca de 8 semanas após o parto, a dieta da cadela pode voltar ao normal.

Comida para que a cadela produza mais leite

Em princípio, não é necessário fornecer alimentos especiais à cadela para que ela produza mais leite. A natureza é sábia, e se algum dos filhotes estiver abaixo do peso, o ideal é tratá-lo individualmente, não através da dieta materna.

De qualquer forma, qualquer alimento rico em calorias será ideal para uma mãe lactante. Carnes, ovos e alimentos úmidos serão ótimos para a dela durante esse período tão delicado. Acima de tudo, não se esqueça que deve haver uma fonte de água disponível o tempo todo.

 

Três cachorrinhos juntos.

É necessário minimizar riscos

A alimentação de uma cadela após o parto é fundamental para o bem-estar da prole, mas não se esqueça de que a saúde da mãe também está em jogo. É normal que a cadela não queira ingerir alimentos dentro de até 24 horas após o parto, mas se o quadro persistir é necessário levá-la ao veterinário com urgência.

A mãe pode estar com uma infecção na placenta, infecções mamárias e outras doenças graves, como a permanência de um feto morto dentro de seu organismo. Em todos esses casos, o tratamento veterinário é a única opção para salvar a vida do animal.

Pode interessar a você...
Você sabe quanto tempo dura a gestação de cadela?
Meus AnimaisLeia em Meus Animais
Você sabe quanto tempo dura a gestação de cadela?

Muitos donos de cães, especialmente aqueles que possuem uma fêmea, às vezes se perguntam quanto tempo dura a gestação de cadela?