As 8 raças de cachorro mais caras

Muitas pessoas que amam os animais e criadores profissionais não titubeiam antes de gastar o muito  para adquirir um animal que se destaca. Seja por ser exótico, pela pureza da linhagem, inteligência ou beleza, as raças de cachorro mais caras do mundo são um verdadeiro investimento financeiro.

Sabemos que algumas raças se destacam e são encantadoras, despertando a vontade de tê-las como animal de estimação. No entanto, há muitos filhotes e cachorros adultos disponíveis para adoção em abrigos de animais em nosso país. Esses animais não só são capazes de amar e obedecer, como também serão agradecido pelo resto de suas vidas.

Muitos voluntários dedicam seu tempo e seu recursos para recuperar animais abandonados ou nascidos nas ruas. Por isso, antes de gastar uma fortuna com um animal de estimação de raça, por que não dar uma segunda oportunidade a quem necessita? Existem alternativas às raças de cachorro mais caras.

Por que uma raça é mais cara que a outra?

Há motivos internos e externos ao animal que podem elevar ou diminuir sua cotação no mercado.

Fatores internos

São fatores biológicos e inatos do animal.

Cão da raça samoieda

Algumas raças de cachorro mais caras apresentar mais dificuldade para se reproduzir. O tamanho, a fragilidade e a capacidade de se adaptar de cada animal marcam a diferença. Especialmente quando se trata de raças que sofreram uma troca de habitat radical.

Nesses casos, o animal pede cuidados específicos e ambiente favorável para reproduzir as ótimas condições de desenvolvimento. Isso explica por que as raças de cachorro mais caras geralmente também são as mais exóticas.

Fatores externos

Cada geração possui necessidades e preferências diferentes, devido a constantes mudanças na sociedade. Enquanto algumas raças entram na moda graças aos meios de comunicação, outras se destacam por suas habilidades de trabalho e aprendizagem.

A moda não é danosa em si, mas geralmente incentiva indiretamente a compra inconsciente e o consequente abandono de animais de estimação. Um animal deve ser visto como uma vida a ser respeitada e cuidada, e não como uma decoração para o lugar.

Quais são as raças de cachorro mais caras?

Pequeno Cão Leão (Lowchen)

Esta raça, popularmente conhecida como “Pequeno Cão Leão”, lidera o ranking das raças de cachorro mais caras. É pouco conhecida em todo o mundo, tem caráter temperado, muita disposição e pequeno porte. O preço de um filhote de Lowchen fica entre 6.000 e 8.000 euros (cerca de R$ 23.000 e R$ 30.000).

Samoieda

Uma raça originária da Sibéria, que foi utilizada classicamente para pastorear renas e puxar trenós. É um cão enérgico e ágil, possui uma pelagem voluptuosa branca, e lábios negros que parecem simular um sorriso.

Mas sua beleza custa caro. Compete de igual para igual com o Lowchen pelo primeiro lugar nessa lista. Um filhote de Samoieda pode custar entre 5.800 e 8.000 euros (cerca de R$ 22.000 e R$30.000).

Buldogue Inglês

Esse bem-humorado é um dos cães mais populares dos Estados Unidos e conquistou corações no mundo inteiro. Ainda que seja um pouco estranho e preguiçoso, gosta muito de brincar e acaba sendo divertido para as crianças. Um filhote puro de buldogue inglês pode chegar a custas 7.500 euros (cerca de R$ 29.000).

Chow-Chow

Filhote de Chow Chow

Essa raça proveniente da zona do Ártico esteve em moda na Europa e na América. São realmente belos e exóticos, mas são preparados para o frio extremo, podendo sofrer com climas mais quentes. O valor médio de um filhote puro de Chow-Chow pode chegar a 7.000 euros (cerca de R$ 27.000).

Mastim Tibetano

Essa raça gigante originária do Tibete registrou o valor de venda mais caro da história. Possui uma pelagem voluptuosa e uma expressão amável. Seu caráter é temperado e muito independente. Atualmente, o preço mínimo pelo qual é encontrado no mercado fica entre 4.000 e 6.500 euros (cerca de R$ 15.500 e R$ 25.000).

Akita Inu

Essa raça originária do Japão é dona de um porte notável e famosa por sua valentia. No entanto, sua posse é considerada perigosa em países como Argentina e Espanha, por conta de seu temperamento excessivamente dominante. O valor de mercado de um filhote de Akita gira em torno de 3.500 euros (cerca de R$ 13.500).

Akita Americano

Rottweiler

Essa raça é uma das mais queridas do mundo. Tem muito talento como guardião, inteligência notável para aprender e caráter fiel e temperado. Um cachorro versátil, enérgico e muito companheiro. Porém, precisa de um processo adequado de socialização para controlar seu instinto dominante.

Ainda que seja muito mais conhecido e popular que as outras raças de cachorro mais caras, seu valor não é muito diferente. Um filhote de Rottweiller puro pode custar entre 2.000 e 6.000 euros (cerca de R$ 7.700 a R$ 23.000).

Pharaoh Hound

Pharaoh Hound

É uma raça exótica e muito pouco conhecida em todo o mundo. Outro exemplo das raças de cachorro mais caras. É uma excelente opção para quem busca um cão obediente e tem uma conta bancária privilegiada. Possui orelhas triangulares pontiagudas e o nariz fino e alargado, e ambos ficam rosados quando o cachorro fica contente. O filhote de Pharaoh Hound custa entre 2.000 e 5.500 euros (cerca de R$ 7.700 a R$ 21.300).

Recomendados para você