Bichon havanês: o cão nacional de Cuba

agosto 4, 2018

É uma raça muito enérgica e sempre disposta a brincar, o que o torna um companheiro ideal para crianças, que não conseguirão cansá-lo. Apesar de sua natureza amigável, ele sempre defenderá seu grupo em situações de perigo. Conheça a seguir o Bichon havanês!

Sabemos que você adora conhecer novas raças, por isso falaremos hoje de um cão cubano. Não sabia que existiam cães vindos de Cuba? Esse é o caso do Bichon havanês, um animal muito gracioso e um bom animal de estimação.

O Bichon havanês, um animal de estimação peculiar

História e origem

Como seu nome indica, pode parecer que sua origem foi em Havana, a capital de Cuba, famosa por suas casas coloridas e seus carros clássicos. No entanto, a história desse cão começa no litoral mediterrâneo, mais precisamente na Espanha e Itália.

Aparentemente, eles foram levados para Cuba pouco tempo depois da raça ter surgido em embarcações italianas. Então, por que é chamado de Bichon havanês e considerado um cão cubano? Por conta de sua cor, parecida com a dos famosos charutos do país.

No entanto, os primeiros cães da raça levados por italianos eram de cor branca, conhecidos na ilha como os Brancos de Havana. Mais tarde, houve cruzamentos entre os Bichones e Poodles alemães, criando sua “cor havanês” tão característica.

Bichon havanês: o cão de Cuba

Devido aos problemas políticos e crises que Cuba enfrentou, a raça quase foi extinta no século 20. Porém, alguns criadores cubanos residentes nos Estados Unidos garantiram a perpetuação desses cães.

Características físicas do Bichon havanês

Se há algo que se destaca à primeira vista é o seu pelo. Longo e sedoso, muito abundante e, em muitas ocasiões, ondulado, apesar de alguns nascerem com ele completamente liso.

É considerado um cão pequeno, pois mede entre 21 e 29 cm na cernelha, dependendo se for macho ou fêmea. Sua altura sempre será inferior à sua largura, sendo considerado um “cão baixinho”.

Seu peso varia de 3,5 a 6,8 kg. Embora tenha um corpo pequeno, suas patas são largas e muito fortes. Na verdade, apesar da aparência frágil, ele apresenta uma estrutura corporal atlética, como demonstrado ao correr.

Sua cabeça é grande em comparação ao resto do corpo. Seu semblante terno e puro é um de seus traços mais atraentes.

Bichon havanês: o cão nacional de Cuba

Sua pelagem é de apenas uma camada. As cores admitidas para a raça são o branco puro, o havanês, tabaco, marrom-avermelhado e, em algumas ocasiões, o laranjado. As manchas são permitidas, exceto na cor branco puro.

Personalidade e temperamento do havanês

É um cão muito alegre, ativo e carinhosoEle adora brincar e tem tanta energia que nem as crianças serão capazes de cansá-lo. Não gosta de ficar sozinho e sempre irá atrás do seu carinho. É um cão ideal para ficar com crianças. E apesar de ser amigável e amoroso, se perceber que seu grupo está ameaçado, irá se converter numa fera, lutando até o fim para protegê-lo.

No entanto, em seu sentido de alerta, há uma vantagem que também pode ser um problema, pois ele pode latir mais do que o necessário. A socialização desde jovem é fundamental para que ele se acostume a estar com outros cães e pessoas.

Saúde e cuidados

As doenças mais conhecidas desta raça são luxação da patela, catarata e otite. Apesar de ser cheio de energia, não precisa de muito exercício, sendo suficiente manter uma boa rotina de longos passeios diários.

Seus pelos precisam de cuidados. Você deve escová-lo frequentemente para evitar a formação de nós. E como já dissemos antes, são cães mimosos e não gostam de ficar sozinhos. Então, se você está procurando um cão independente, o Bichon havanês não atenderá a esse requisito.

Você já sabe que ter um animal é uma responsabilidade, sendo necessário suprir todas as suas necessidades. No caso do Bichon havanês, as necessidades são emocionais. Você está pronto para supri-las?

Recomendados para você