Braco francês tipo pireneus, de pequeno porte

· julho 17, 2018

O braco francês é o nosso protagonista de hoje, também conhecido como Pirineus, ele é muitas vezes é confundido com o Gascogne braco. Para evitar essa confusão, queremos que você saiba mais sobre essa raça. Continue conosco!

O que você deve saber sobre o Braco francês

Não é possível determinar com certeza como se originou este animal, uma vez que ele existe antes das raças serem registradas. O que é certo é que é uma raça de caça que vem da França e que data aproximadamente do ano de 1700.

Aparentemente, acredita-se que, ao contrário do Braco de Gascogne, que foi desenvolvido no Sul da França, o francês Braque Pyrenees pode estar relacionado com outras raças de cães europeus, como o pointer inglês e o braco alemão.

Os primeiros relatos sobre ele surgiram a partir do século 17 e foram feitos por um caçador chamado Selincourt. Ele o descreveu como “alto em tamanho, fortemente construído, com uma cabeça grande e de orelhas longas, focinho quadrado, nariz grande, lábios pendurados e pelagem marrom e branca”.

No começo, havia apenas um tipo de Braco. No entanto, por volta de 1800, os caçadores começaram a misturar seus bracos de Gasconha com raças menores, e daí surgiu o braco francês, um animal de tamanho menor, mas com características muito parecidas.

No início, eles eram considerados como uma mesma raça, então os cruzamentos entre eles eram normais até que as duas raças fossem identificadas individualmente, e a hibridação já era proibida. Vale destacar que as guerras mundiais quase fizeram a raça desaparecer, embora mais tarde ela tenha sido resgatada.

Características do braco francês

Este cão é de tamanho médio. No caso dos machos, eles têm entre 45 e 58 centímetros. As fêmeas, entre 45 e 55 centímetros. Esses cães têm aparência forte e musculosa, com barriga lisa e cauda semi-longa, seu peso varia entre 15 e 24 quilos. Era costume, por se tratar de um cão usado para a caça, que tivesse sua cauda cortada, mas isso mudou com a proibição das mutilações de animais.

Lábios apertados, cabeça larga e nariz largo (castanho) e orelhas longas e pendentes são outras das características desta raça. Em relação ao seu pelo, ele é curto, fino e macio em todo o corpo e as cores admitidas são o marrom liso ou marrom e branco. Exceções foram dadas a alguns espécimes que nasceram com várias cores alternativas.

Personalidade do braco francês

Apesar de ser usado para a caça, ele é carinhoso e um companheiro leal e amoroso. Muito dedicado à família e prestativo, ele precisa estar muito próximo de sua família e se sentir amado, porque ele tem uma tendência a desenvolver a ansiedade de separação.

Se ele for socializado desde o início, será um animal de estimação ideal para estar com crianças. Eles não são muito afeiçoados a estranhos, a timidez e o nervosismo são comuns nesta raça, daí a importância de socializá-los a partir de filhotes.

Filhotes de Braco francês
Fonte: razasdeperrosdecaza.com

É um cão ideal para ser treinado, porque não é dominante e é obediente e inteligente. Embora ele tenha sido usado como cão de caça, ele não foi treinado para pegar as aves, apenas para persegui-las. Portanto, mesmo como animal de estimação, ele tenderá a perseguir outros pequenos animais, para acalmar seu instinto, mas não para machucá-los.

Saúde e Cuidado

O braco francês é um tipo de cão muito ativo, então ele precisará de grandes doses de exercício, entre 45 minutos e uma hora por dia. É um companheiro ideal para correr ou seguir uma bicicleta. No entanto, são conhecidas várias condições de saúde que são comuns em muitos exemplares desta raça, tais como:

  • Displasia de quadril
  • Displasia de cotovelo
  • Luxação da rótula
  • Cataratas
  • Atrofia progressiva de retina
  • Lábio leporino
  • Síndrome de Mutilação Acral
  • Estenose aórtica

De qualquer forma, o braco francês é um animal ideal para se ter como pet. Você já está pensando em ter um?