Meu cachorro se alonga muito: por quê?

Quando um cão se alonga demais, pode ser um sinal de que ele está sofrendo de um problema sério. Aprenda a identificar esse sinal de forma eficaz.
Meu cachorro se alonga muito: por quê?

Última atualização: 01 dezembro, 2021

Às vezes é inevitável se questionar sobre o comportamento do cão que mora com você em casa. Em outras ocasiões, surge a dúvida ao considerar se um comportamento específico pode ser um sinal de alguma doença ou lesão no animal. Um desses casos ocorre quando um cão se alonga muito, seja em intensidade ou frequência.

Esse é um comportamento aparentemente normal, mas sem as informações adequadas é fácil deixar passar uma possível patologia. Portanto, neste espaço você encontrará todos os conhecimentos básicos sobre o alongamento em cães que vão deixar tudo mais claro. Não perca.

Por que os cães se alongam?

O alongamento em cães tem o mesmo objetivo que em humanos: relaxar. Quando o corpo está em repouso por um longo tempo, o alongamento ajuda a reativar o fluxo sanguíneo periférico e alivia a rigidez muscular. No entanto, esse ato tem outras funções no comportamento do cão. Nas linhas a seguir, você encontra os 3 motivos mais comuns.

1. Alongamento ao acordar

Como mencionado acima, o cão se alonga após um longo período de descanso. Para adotar essa posição, ele coloca as pernas dianteiras no chão, levanta os quadris e alonga os dedos, a pele, as patas e o tronco. Esse movimento geralmente termina com uma sacudida para finalizar.

2. Postura de brincadeira em cães

Em um contexto social, o cão apresenta uma postura semelhante à do alongamento, mas com outras nuances. O cão encostará a cabeça no chão, olhando para o outro companheiro da mesma espécie e agitando o rabo. O ato também pode ser acompanhado por vocalizações (como latidos).

Essa postura, que não envolve o alongamento em si, é uma forma de incitar à brincadeira. Seja com outro cão ou com seu tutor, essa conformação corporal geralmente decorre de jogos de perseguição ou simulações de briga.

Um cachorro mostrando a barriga.

3. Postura de oração

Existem outras maneiras de se alongar que já são motivo de preocupação. Essas posições diferem das anteriores por serem acompanhadas por outros gestos de dor e doença, como esticar o pescoço, apertar os olhos ou tensão muscular.

Uma das apresentações mais comuns é semelhante ao alongamento, mas você não notará bocejos ou outros sinais de reativação após o repouso. O cão ficará nessa posição com frequência, a despeito de ter descansado ou não. Isso é conhecido como postura de oração e indica que o cão está com dor.

Por outro lado, existe a postura ortopneica, também muitas vezes confundida com o fato de o cão se alongar muito. Consiste em o cão ficar em pé sobre as patas ou sentar, mas estica a cabeça e o pescoço ao mesmo tempo. Com isso, o animal tenta respirar melhor devido a alguma patologia.

O que acontece quando meu cachorro se alonga muito e vomita?

A postura de oração está relacionada à dor causada por distúrbios gastrointestinais. É por isso que o cão levanta a parte de trás do corpo apoiando as patas dianteiras, pois isso alivia um pouco o desconforto abdominal.

Além disso, nesse ponto você provavelmente verá sinais de doença muito mais claros do que a posição do corpo, como diarreia e vômitos. Alguns dos problemas associados a essa postura são os seguintes:

  • Úlceras gastroduodenais: uma úlcera é uma ferida no revestimento do trato digestivo que pode sangrar. Nesse caso, você verá vômito ou diarreia com sangue, dependendo de onde a lesão estiver localizada. É comum encontrar essas úlceras em tratamentos com corticosteroides e anti-inflamatórios não esteroides que demoram muito.
  • Torção-dilatação do estômago: quando o estômago de um cão fica muito dilatado, existe o perigo de ele se torcer. Os sintomas são salivação excessiva, postura ortopneica, tentativas malsucedidas de vomitar, membranas mucosas pálidas e falta de ar. É uma grave emergência veterinária.
  • Abdômen agudo: essa é outra emergência veterinária. Provoca dores muito intensas, pelo que pode se verificar o cão em posição de oração, vomitando ou com dificuldade para respirar. As causas são variadas e entre elas estão intoxicações, peritonites ou rompimento da bexiga.
  • Doença inflamatória crônica do intestino: os sinais mais comuns nessa patologia são vômitos, diarreia, emagrecimento, alterações do apetite e episódios de dor em que o cão adota a postura de oração. Esses sintomas podem piorar gradualmente com o tempo ou aparecer em episódios isolados.
  • Pancreatite: é a inflamação do pâncreas. Os sintomas são vômitos, fortes dores abdominais (com postura de oração), diarreia, fraqueza e, sem atenção veterinária, estado de choque. É muito provável que seja necessária a hospitalização do animal.

O que acontece quando meu cachorro se alonga muito e respira mal?

Se seu cão está se alongando muito, ao mesmo tempo que estica o pescoço, ele está tentando respirar melhor. Isso significa que falta oxigênio, e ele tenta compensar tentando inspirar mais ar. Isso pode se dever a vários motivos:

  • Pneumonia grave: quando as doenças respiratórias não são tratadas, os sacos de ar nos pulmões às vezes ficam inflamados. Isso causa tosse úmida, febre, letargia e taquipneia (respiração rápida).
  • Derrame pleural: consiste no acúmulo de líquido no peito, soro ou sangue, que pressiona os pulmões e os impede de inflar ao respirar. As causas são múltiplas e incluem problemas cardíacos, hepáticos ou renais, pneumonia, traumas ou tumores. As membranas mucosas podem ter uma tonalidade azulada devido à falta de oxigênio.
  • Insuficiência cardíaca congestiva: nessa doença, o coração é incapaz de manter um fluxo sanguíneo que atenda a todas as necessidades do corpo. Os sintomas gerais de problemas cardíacos são cansaço, diminuição da atividade física e tosse.
Um cão que se alonga muito sobre um fundo marrom.

Depois de ler toda essa lista de emergências veterinárias, você pode ter sucumbido ficado em pânico. No entanto, lembre-se de que o objetivo deste artigo é puramente informativo e que apenas um veterinário pode fornecer um diagnóstico. Diante de qualquer gesto de dor ou doença em seu cão, leve-o à clínica de sua confiança o mais rápido possível.

Pode interessar a você...
Respiração ofegante e tremores em cães: causas e tratamentos
Meus Animais
Leia em Meus Animais
Respiração ofegante e tremores em cães: causas e tratamentos

A respiração ofegante e os tremores em cães podem ser causados ​​por uma série de fatores. Exaustão física, medo, obesidade, velhice e outros.



  • Baciero, Gemma. «Gastritis y otras patologías del estómago». Axón Veterinaria nº 26. pp. 20-25.
  • Crespo, Cámara, Buendía y Ayala. (2015). Enfermedad inflamatoria crónica intestinal canina. Hallazgos endoscópicos, bioquímicos y anatomopatológicos del tracto gastrointestinal anterior. Archivos de medicina veterinaria. Vol. 47 nº 3.
  • Jiménez y Gil. (2018). Síndrome de dilatación-torsión gástrica. Portal Veterinaria.
  • Gaona Bacca, L. M., & Lázaro Escobar, L. M. Etograma del comportamiento social de perros domésticos.