Cachorros de pelúcia: raças adoráveis

novembro 19, 2017

Independentemente de tamanho, cor e idade, as raças conhecidas como cachorros de pelúcia têm como principal qualidade a capacidade de transmitirem instantaneamente fofura suficiente para derreter corações.

O fato de darem amor incondicional faz com que os cães sejam donos de uma beleza única.

Chegamos até a enxergá-los como ursinhos de pelúcia, por causa da aparência tão doce e adorável que eles têm.

Por isso, os cachorros de pelúcia são sinônimo de doçura. Quando você pensa que já viu toda a fofura dos cães, surgem esses peludinhos lindos que nem parecem feitos de carne e osso, mas sim de algodão.

Quais são as raças de cachorros de pelúcia?

As raças de cachorros de pelúcia estão se tornando cada vez mais populares. A carinha jovial, brincalhona, terna e até mesmo vulnerável despertam o instinto paternal nas pessoas.

A vantagem dessas raças está, obviamente, na aparência, mas também na sua fidelidade. Sendo cães mimados, por causa do afeto instantâneo que despertam, são geralmente muito leais a seus familiares.

Por excelência, um filhote de cachorro é quase sinônimo de ternura. Mas os filhotes dessas raças
são nada mais nada menos do que ursinhos de pelúcia que ganharam vida para dar amor.

Obviamente, essas raças costumam manter, ao longo de suas vidas, essa aparência, o que faz com que eles continuem a despertar paixões em todos, inclusive em seus donos.

1- Lulu da Pomerânia (Spitz alemão)

Essa raça recebe os maiores elogios por seu comportamento doce e sua aparência adorável. A maioria das fotos de cães que parecem de pelúcia mostram um lulu da pomerânia.

Lulu da pomerânia

O lulu da pomerânia é originário da Alemanha oriental e da Polônia. É um cão apreciado pela sua capacidade de aprendizagem rápida, fidelidade e temperamento dócil. Ele pode executar vários truques e é excelente cão de companhia para as crianças.

2- Chow Chow

Um filhote de cachorro chow chow é basicamente uma bola de pelos e ternura. É quase impossível diferenciar seus olhos, nariz e boca em seu rosto coberto de pelos. Isso lhe dá a fama de cachorro de pelúcia.

No entanto, essa raça originária da China tem temperamento dominante e pode se tornar muito autoritário se não for submetido a um processo de socialização e adestramento para as grandes cidades. Também precisa de espaço, cuidados com seus pelos e exercícios para prevenir a obesidade.

3- Sharpei

O sharpei provavelmente possui as rugas mais cobiçadas do mundo. Um filhote de cachorro dessa raça pode ser descrito como um ursinho de pelúcia cheio de dobrinhas. Simplesmente adorável.

Assim como o chow chow, o sharpei teve origem na China e tem um caráter dominante. Ele pode ser agressivo com pessoas e animais desconhecidos. Isso torna necessária uma educação especial e socialização precoce.

4- Alaskan klee kai

Filhote de Alaskan Klee Kai

O alaskan klee kai se assemelha bastante ao husky, mas seu tamanho diminuto o torna mais parecido com um ursinho de pelúcia. Geralmente, eles têm olhos azuis e porte elegante.

Ele é proveniente do Alasca (Estados Unidos), sua aparência lembra os filhotes de lobo e seu temperamento é ativo, enérgico e curioso. Ele precisa de espaço para explorar e se exercitar para se manter saudável.

5- Shiba Inu

Filhote de Shiba Inu

É uma raça cara e rara no mundo inteiro. Sua aparência e cores fazem lembrar o lulu da pomerânia. Eles são muito menos conhecidos, mas igualmente adoráveis e companheiros.

O shiba inu é originário do Japão e é um parente de menor porte do akita inu. É um cão forte, independente e curioso. Pode se tornar agressivo quando submetido ao sedentarismo.

6- Mastim Tibetano

É uma espécie gigante de cachorro de pelúcia. Seu porte elegante e a beleza da sua pele tornam o mastim tibetano uma das raças do mundo mais cobiçadas e caras. De fato, foi um filhote de cachorro dessa raça que registrou o maior valor de venda da história.

Original do Tibete, o mastim tem um caráter muito tranquilo e corajoso, sendo excelente cão de guarda e para a família. Entretanto, ele precisa de muito espaço, cuidados com seu pelo e exercícios para combater a obesidade.

7- Akita Inu

O tamanho, cor e aparência fazem dos filhotes de akita inu verdadeiros ursos de pelúcia. Entretanto, sua beleza é acompanhada por um caráter dominante, ativo e muito independente.

Em países como Espanha e Argentina, essa raça é considerada potencialmente perigosa. Isso aumenta a necessidade de uma posse responsável, oferecendo socialização, espaço e cuidado.

8- Samoieda

Sua pelagem é completamente branca como a neve de seu lugar de origem. Essa raça foi criada por pastores de renas da Sibéria, onde era utilizado para pastoreio e para puxar trenós. O samoieda é a segunda raça de cachorro mais cara no mundo.

Samoiedo sorrindo

Ele tem porte elegante e temperamento ativo. Muitos exercícios e socialização são necessários para adaptá-lo a uma vida mais doméstica. No entanto, eles são muito leais, tolerantes e amorosos, o que faz do samoieda um bom companheiro para as crianças.

9- Cavapoochon

Essa é uma raça que foi criada com a intenção de parecer sempre um “filhote”. Portanto, há muitas controvérsias éticas que rondam a sua origem. Sua aparência se assemelha aos filhotes de poodle. Sua pele e cores variadas são muito semelhantes às de um cachorro de pelúcia. Eles são companheiros e adoram carícias. Um bom cão doméstico para crianças e famílias.

10- Yorkshire Terrier

O  yorkshire terrier é uma das raças mais queridas e belas do mundo. Eles são leais, adoráveis, companheiros e responsáveis. Seu tamanho diminuto não é consistente com a coragem de seu temperamento. Eles são cães perfeitos para cuidar e acompanhar as crianças.

Além da doçura de sua aparência, as raças de cães de pelúcia são altamente valorizadas por sua inteligência, companheirismo e lealdade. Os preços podem ser elevados, mas certamente o investimento será recuperado com dedicação e amor incondicional.