Os cães se cansam de comer a mesma coisa todos os dias?

Para saber se os cães se cansam de comer a mesma coisa todos os dias, é necessário investigar vários fatores, como o tipo de dieta ou o paladar.
Os cães se cansam de comer a mesma coisa todos os dias?

Última atualização: 17 Fevereiro, 2021

Os humanos têm um paladar altamente desenvolvido e somos capazes de diferenciar os sabores que gostamos mais dos que gostamos menos. Isso nos leva a questionar se o mesmo acontece com os animais: os cães se cansam de comer a mesma coisa todos os dias?

O sentido do paladar em cães

Os cães têm todos os cinco sentidos, assim como os seres humanos. Portanto, eles são capazes de ver, ouvir, sentir o toque de diferentes objetos, cheirar e saborear.

Sabe-se que os cães podem diferenciar entre os cinco tipos de sabores existentes: amargo, doce, salgado, azedo e metálico. Mesmo assim, pode surgir a questão de saber se os cães se cansam de comer sempre a mesma coisa todos os dias.

Você precisa saber que os cães têm um paladar pouco desenvolvido. E que, por isso, acredita-se que eles devoram a comida sem parar para saboreá-la ou apreciar o sabor que ela pode ter.

Isso não significa que você não possa variar a dieta do cão e tornar sua rotina alimentar mais agradável. Além disso, o animal pode ter uma dieta adaptada às suas necessidades específicas.

Da mesma forma, é preciso levar em conta que, embora o paladar de um cão seja muito básico, o mesmo não acontece com o olfato. O olfato é um dos sentidos mais desenvolvidos do cão, talvez o principal.

Portanto, uma dieta rica em nutrientes e que chame a atenção para o olfato pode ser fornecida. E assim o animal poderá se deliciar ainda mais enquanto se alimenta.

Posso evitar que meu cão se canse de comer a mesma coisa?

Em algumas ocasiões, o tipo de ração pode ser alterado, o que permite que a dieta do cão seja variada. Assim, é possível evitar que ele se canse de comer a mesma coisa todos os dias. Porém, deve haver uma transição, de cerca de cinco ou sete dias, para que a mudança não seja abrupta.

Além disso, é preciso levar em consideração que essas mudanças de alimentação podem não ser frequentes. Se forem feitas com frequência, o cão pode sofrer problemas digestivos, como dor de estômago ou diarreia.

Por outro lado, existem diferentes tipos de ideologias em relação à dieta que um cão deve seguir. Uma das mais conhecidas é a dieta BARF, uma dieta natural que, comparada à ração, apresenta uma série de benefícios a serem destacados.

Dieta BARF

A dieta BARF vem da sigla em inglês biologically appropiate raw food, que significa ‘alimentos crus biologicamente apropriados’Essa dieta de alimentos crus se concentra na administração de alimentos naturais: vegetais e frutas, carnes orgânicas, carne magra e outros alimentos. 

Atualmente, um grande número de pessoas recomenda seguir esse tipo de dieta. Quando bem administrada, a dieta fornece todos os nutrientes que os animais de estimação necessitam. 

Especificamente, inclui uma variedade de alimentos, como carnes magras, peixes, vegetais e frutas, entre outros. De todos eles, 60% da dieta corresponde à carne, que se recomenda ser magra e sem gordura, como frango ou peru.

Dieta BARF

A próxima coisa na dieta, constituindo de 20 a 40%, são frutas e vegetais. É preciso ter cuidado, pois existem certos alimentos que os cães não podem comer, como abacate ou frutas cítricas.

A vantagem desse tipo de dieta é que os animais comem alimentos frescos, que são mais saudáveis. E, além disso, lhes permite descobrir odores diferentes dos que são encontrados nas rações industriais.

Dessa forma, o cão experimenta uma grande variedade de odores devido a diferentes alimentos, que possuem diferentes sabores. Assim, ele poderá desfrutar da alimentação e estimular o apetite.  

Outra característica positiva e notável é a redução dos problemas de saúde, como a diabetes e um aumento na resistência aos antibióticos. Essa dieta é benéfica para os animais, desde que aprovada pelo veterinário.

Recomendações

Embora nesse tipo de dieta seja recomendado adicionar laticínios como iogurte, queijo ou outros, não é adequado. Isso ocorre porque os laticínios podem causar indigestão e aumentar o peso do animal.

Por outro lado, não é adequado administrar uma dieta rica em gorduras, pois pode causar problemas de peso. E, talvez, dependendo da raça do cão, problemas cardiovasculares.

Um suplemento importante que se tornou bastante famoso é o óleo de salmãoO óleo de salmão é uma fonte rica em ácidos graxos, minerais e vitaminas. 

Uma maneira de adicioná-lo à dieta é administrar o filé de salmão uma ou duas vezes por semana, seguindo a dieta BARF. Outra opção, caso não queira seguir essa dieta, é misturar o óleo com o patê ou na ração.

Recomendações

Portanto, pode-se concluir que os cães não se cansam de comer a mesma coisa todos os dias. No entanto, você pode adaptar sua dieta a uma alimentação mais saudável.

Em primeiro lugar, se você quiser mudar a dieta do cão, é aconselhável consultar previamente o veterinário, principalmente se o animal precisar seguir algum tipo específico de alimentação.

Pode interessar a você...
Comida fora da tigela: por que o cachorro faz isso?
Meus AnimaisLeia em Meus Animais
Comida fora da tigela: por que o cachorro faz isso?

Jogar comida para fora da tigela é uma prática muito comum para os cães. Entender por que o animal faz isso é fundamental. Leia mais!